26 de nov de 2013

64ª Capitulo - "Tudo por uma promessa"


POV NARRADOR
Os tempos foram passando…
Lua e Arthur estavam cada vez mais famosos e felizmente satisfeitos com a vida. Os convites para festas eram cada vez mais e conhecer pessoas tinha virado passatempo.


Com todos esses eventos que eles tinham, Arthur conseguiu arranjar um pouco de tempo para se dedicar ao projeto que tinha em mente: a clinica.
Com a ajuda do advogado, aquele que tratou do caso do Thiago, ele conseguiu investir num bom partido e assim comprar um edifício que estava em ruinas.
Neste tempo que passou, ele foi reconstruido e está pronto para abrir as portas aos pacientes mais incapacitados.

Enquanto Arthur trabalhava no projeto da clinica, Lua ficava em casa, cuidando da sua nova vida e cuidado do seu mais que tudo: o Rodrigo.

Sophia: Lua, acho que está na hora de começar a pensar no batizado do Rodrigo
Lua: eu sei Sophia… mas é que com os problemas todos com a Mel, eu acabei esquecendo isso. quando eu estava gravida, ela falava que quando chegasse a esta altura, do batizado, ela ia tratar de tudo, e agora olha como as coisas mudaram…
Sophia: mas voce vai continuar a eleger ela como madrinha?
Lua: eu não sei… o Arthur falou que deveríamos trocar de madrinha, mas não sei. – ela disse em duvida – Agente já tinha decidido isso a tanto tempo e a verdade é que a Mel não esquece que tem um afilhado. Ela liga apenas para perguntar por ele… ao mesmo se lembra que tem um afilhado.
Sophia: mesmo assim Lua… eu pensava melhor. Mas olha, faltam 2 meses para o batizado do Rodrigo, deixa as coisas rolarem.
Lua: é… eu vou focar agora mais em nós.
Sophia: e pra quando fica a viajem de voce e do Arthur?
Lua ri: eu acho que não fica…
Sophia: como assim?
Lua: é que eu não consigo deixar o Rodrigo…
Sophia: mas ele vai ficar bem comigo. Eu sei cuidar de bebés, ou voce duvida? – ela colocou as mãos na cintura
Lua ri: claro que não… mas é que eu não consigo ficar longe do meu bebé! – ela fez bico
Sophia ri: eu entendo…

No centro da cidade, mais propriamente na clinica, Arthur estava em reunião com os seus ajudantes e alguns advogados.

Xx: eu acho que dentro de um mês, essa clinica podia ser inaugurada
Arthur: mas voce não acha cedo?
Xx: não… é so agente apressar o trabalho
Arthur: não, não quero apressar nada.
Ww: eu sei de bons médicos profissionais que podem trabalhar aqui
Arthur: tá, me passa apenas o número deles, para eu lhes poder propor um belo contrato
Xx: mas olhe que as ofertas têm de ser boas
Arthur: e vão ser!

Na sala, o celular do advogado de Arthur tocou e ele teve de sair para atender a chamada que por sinal era bem urgente.
Demorou um pouco para ele voltar, mas quando o homem entrou na sala, pelo rosto dele, as noticias não pareciam ser as melhores.

Advogado: Arthur… voce não vai acreditar.
Arthur: o que se passa? – ele se levantou da cadeira, preocupado
Advogado: é o Thiago… ele saiu da prisão!
Arthur: o que? Como assim? Nem tem 1 ano que ele foi preso… - ele falou com uma mão na cintura e outro na cabeça
Advogado: alguém pagou a fiança por ele. Ele vai se vingar Arthur, ele vai se vingar! – avisou o advogado
Xx: está acontecendo alguma coisa? – perguntou o empresário
Arthur: não sabemos se vai ficar. Bom, vamos ter de cancelar essa reunião, temos de adiar para outro dia.
Ww: mas Arthur, o assunto aqui é importante.
Arthur: mas a vida da minha família é mais importante que essa clinica. – ele respondeu irritado – Eu vou ligar ao meu pai, ele vai ficar no meu lugar, por enquanto

Arthur saiu atrapalhado da sala e foi fazer uma chamada ao pai, que ficou atrapalhado com tudo o que estava a acontecer. Bom, não sabemos se é caso para desesperar, mas mais vale prevenir do que remediar.
Após a chamada, Arthur foi quase “voando” para casa e ver se a família dele estava bem. Por enquanto, ele não ia falar nada, pra não assustar a Lua, quem sabe mais tarde…

Arthur: amor? – chamou, mal entrou em casa – Lua, cade voce?
Lua: ei… - respondeu descendo as escadas, vinda do quarto – Calma, acabei de pôr o Rodrigo a dormir.
Arthur: vocês estão bem? – perguntou preocupado, segurando a cintura da moça – Está tudo bem?
Lua: isso pergunto eu… voce não estava numa reunião? O que deu em voce para chegar em casa mais cedo?
Arthur: não sei… apenas quis ver voce! – abraçou ela bem forte
Lua: voce está me assustando…
Arthur: não amor, está tudo bem!
Lua: tem a certeza?
Arthur: tenho… confia em mim.
Lua: não mente para mim – pediu
Arthur: está tudo bem!

Os dois foram até ao quarto do Rodrigo, que finalmente está instalado no seu quarto e admiraram o bebé a dormir.
Arthur respirou fundo ao ver que parte da sua vida estava bem e que, pelo menos por agora, ninguém precisava de se preocupar.

Depois de lancharem, subiram para o quarto para poderem namorar um pouco. Todo o tempo era aproveitado ao segundo.

Lua: voce está tenso… - disse, enquanto massajava as costas destapadas pela blusa do moço
Arthur: é só stress…
Lua: tem a certeza?
Arthur: já falei que sim…
Lua: se voce diz – continuava massajando – A Sophia ofereceu ajuda para o batizado do Rodrigo.
Arthur: ótimo, toda a ajuda vai ser necessária porque nos próximos meses vou estar ocupado
Lua: com a clinica?
Arthur: exatamente… ela vai ir para a frente – sorriu
Lua: vai abrir quando?
Arthur: ainda é cedo para falar. Mas ela está pronta, equipada e tals… faltam apenas bons profissionais para trabalharem lá.
Lua: eu podia trabalhar como secretaria ou rececionista
Arthur ri: por favor Lua… claro que não.
Lua: porque não? – encarou o marido
Arthur: porque voce não precisa de trabalhar… todos nós sabemos que dinheiro não é problema
Lua: não vou trabalhar por dinheiro, vou trabalhar porque quero fazer alguma coisa da minha vida
Arthur: voce já me faz feliz, já é trabalho suficiente – sorriu
Lua ri: bobo – beijou as costas do marido -  eu te amo!
Arthur: eu também te amo – sorriu feito bobo

Lua parou a massagem que estava a fazer e ficou sentada na cama, pensando no estranho comportamento do marido.
Arthur ficou virado de barriga para cima, deitado na cama e olhou para a sua loirinha.
Quando os olhos dos dois se cruzaram, originaram um sorriso largado, digamos que meio escancarado até.
 Lua deitou por cima do corpo nu de Arthur, fazendo como que quase automaticamente ele lançasse as mãos dele à cintura perfeita e trabalhada dela. As aulas na academia realmente estavam dando resultado, não que ela precisasse mas manias de mulheres, são manias de mulheres!
Assim que sentiu que ali ia ter algo, Arthur tratou de tirar a blusa de Lua, que o impedia de desfrutar da bela “paisagem”, como pensava ele.
Entre beijos e juras de amor, ele começou a passar suas mãos pela cintura de Lua levando consigo uma peça de sua lingerie rosa, comprada à pouco tempo pela loirinha, com o objetivo de surpreender o marido.
Enquanto se beijavam meio que desesperadamente, Lua acariciava os cabelos do marido impulsionando-o a continuar com as carícias, depois de mais alguns carinhos, Lua achou que estava muito parada e quis dar prazer a Arthur também, em um movimento rápido ela ficou por cima dele que sorriu maroto com a atitude da mulher.
Hoje, para variar um pouco, nada o impediu de continuarem a se amar, como sempre acontecia.

Essa tarde de amor, fez Arthur se esquecer de alguns problemas e curtir mais a mulher maravilhosa que tem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo