23 de nov de 2013

29° Capítulo - A ladra e um segredo


Naquela noite.....

Lua se preparava para dormir, quando a porta de comunicação entre os dois quartos se abriu e por ela Arthur entrou com um sorriso malicioso nos lábios.

– Precisamos conversar Lua Maria.

– Sobre o que exatamente? – Ela perguntou de pouco caso.

– Sobre as sua vida dupla.

– Como assim? – Perguntou fingindo-se de ingenua.

– Você sabe muito bem ao que me refiro, não se faça de tonta, não comigo pequena. – ele se sentou na sua cama e a convidou a sentar perto dele. – Eu quero saber de tudo e eu peço que não me oculte mais nada, farei o for possivel para ajuda-la.

Lua o fitou em choque, ele estava disposto mesmo a ajuda-la? queria acreditar, mais não ousaria Arthur era tão manipulador quanto  Leonardo, apenas contaria o básico sobre seus roubos, esse assunto ela podia falar com ele uma vez que ele já sabia.

– Bem eu nem sei por onde começar. – falou ela.

– Que tal pelo começo. – ele segurou a sua mão com carinho, a incentivando a continuar.

– A parte da minha família vc já sabe, uma vez que mandou investigar.

Isso eu já sei, eu quero saber sobre o porque de vc arriscar o seu lindo pescoço roubando da sociedade?
Lua suspirou, não escaparia dessa conversa então era melhor satisfaze-lo.

Bem como vc já deve saber quando os meus pais morreram eu e minha irmã Melanie ficamos sobre a tutela do meu tio Leonardo, um homem frio e calculista que o meu avô resolveu criar como se fosse um filho, porém Leonardo tinha muita inveja do meu pai, e quando ele morreu descontou suas raivas e frustrações em mim e na Mel.

Ela respirou fundo e Arthur acariciou a sua mão em um gesto de carinho.

– Ele nos maltratava muito, Melanie já estava cansada de ser maltratada e fugiu de casa em uma noite,Porém o meu tio Leonardo a encontrou e a castigou por um mês inteiro eu nada podia fazer para ajuda-la Leonardo sabe ser violento quando quer, poucos meses depois houve um escandalo envolvendo a nossa família e Leonardo resolveu se mudar da Espanha aqui para Londres, uma vez que ninguém não nos conhecia  e começar uma nova vida.

– Esse seu tio é um crapula Lua. – ele falou  com raiva.

– Meses depois ele fica furioso com a minha irmã e desaparece com ela, sem dizer nada para mim onde ela se encontrava, tentei de todas as maneiras descobrir onde ela se encontra mais foi impossivel, somente ele sabe onde ela esta.

– E onde entra os roubos que vc faz Lua?

– Pois é a partir daí que entra os roubos, Leonardo me obriga a roubar para ele e caso eu não o obedeça ele nunca vai me dizer onde está minha irmã.

– E se ela estiver morta Lua? 

– Não. – ela praticamente gritou com lágrimas nos olhos e Arthur se comoveu, "meu Deus o sujeito era um demônio nunca permitiria que Lua voltasse a casa daquele monstro, nunca mais ", ele segurou o seu queixo com carinho fazendo com que ela o fitasse.

– Meu anjo não fique assim, eu vou ajuda-la, mas vc tem que parar com esses roubos está se arriscando demais.

– Eu não posso parar Arthur, não entende que se eu parar nunca mais voltarei a ver a minha irmã.

– Eu já disse que vou ajuda-la Lua, nós acharemos a sua irmã eu prometo, não chore pequena.

Ele a tomou em seus braços abraçando-a com carinho, iria ajuda-la, ele estava começando a gostar muito daquela loirinha...


Um comentário:

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo