6 de out de 2013

Plano B - Capítulo 13

4 meses depois..


"Tá crescendo.." - @lua_blanco



Lua Pov. 

Nesse tempo que passou muita coisa mudou por aqui.. O Arthur veio morar comigo, eu descobri que o amava mas ainda não consigo dizer com todas as palavras e também descobri que por coincidência, a Sophia, do grupo de apoio para mães solteiras é esposa do amigo do Arthur, Micael! 

Arthur: Amor, vamos logo! Você demora um ano para escolher o biquine! O pessoal está esperando a gente! - falou se sentando com um bico enorme no rosto.
Lua: Calma amor, será que pode amarrar aqui? - apontei para o meu pescoço.
Arthur: Posso. - se levantou e colocou meu cabelo para o lado, cheirando minha nuca e rindo depois que percebeu que me arrepiei. Quando acabou o laço deu um beijinho no meu pescoço e saiu. - Pronto, o que falta? 
Lua: Nada seu chatinho, vamos eu quero pegar sol! - disse colocando um vestido soltinho por cima do biquine.

Chegamos na praia e nem estava tão lotada, o que ajudou na hora de encontrar o pessoal. 

Lua: Muito atrasados? 
Arthur: Desculpem galera, ela que demorou um ano para escolher o biquine. - dei um beliscão no braço dele. - Aiii! - reclamou.
Mel: Vocês são muito loucos! - riu
Micael: E aí Lu? Como está essa barriguinha? 
Sophia: Mostra a barriga pra gente amiga..
Lua: Eu tenho vergonha. - corei.
Arthur: Ela está com uma mania que está gorda. - o belisquei de novo. - Ai Lua, tá doendo.. - fez bico e eu mordi.
Chay: Vamos fazer assim Luinha, vamos para água e a gente vai vê o tamanho da sua barriga! 
Lua: Ok Ok! - levantei, tirando o vestido e percebi que Thur ficou com ciúmes já que tinha um grupo de adolescentes ~homens~ atrás da gente. Então sentei em sei colo e dei-lhe um beijo longo e gostoso. - Não precisa de ciúmes.. - sussurrei.
Arthur: Vem cá! Mel tira uma foto! - me levantou e pegou minha mão. 

"Praia com os grávidos.. @lua_blanco e @aguiarthur" - @mfronckowiak 





Lua: Nossa hein, que legenda! Como eu to gorda, meu Deus!
Sophia: Lua, eu já falei para você parar de falar isso, você quis muito esse bebê e agora ele está crescendo dentro de você.. Você sabia que iria ter mudanças no corpo e não teve nada contra isso não foi? - falou séria e meus olhos lacrimejaram. - Oh Lu, desculpa.. Eu fiz você chorar, ai meu pai! 
Arthur: Sophia, não liga.. Ela tá carente e sensível né meu amor? - me perguntou e eu assenti. - Você não tá brava com ela não é? - fiz que não. - Viu? - me abraçou. - Eu conheço você!
Mel: Até melhor do que eu! -riu
Lua: Vamos pra água? - estiquei minha mão em direção a Sophia e ela me puxou para um abraço. 
Sophia: Desculpa tá? Eu te amo!- sorri.
Lua: Não tem nada, é a gravidez que me deixa assim. - rimos. - E você? Vem? - apontei para Mel.
Mel: Olha, ela lembrou que tem amiga! - falou com ciúmes. 
Lua: Ai meu Deus como eu sou amada! - falei com uma voz engraçada fazendo todos rirem. - Para de palhaçada Melanie, você sabe que eu te amo muito! 
Mel: Awwn, vem cá! - me abraçou. 

Fomos as três mulheres para água e ficamos lá por um tempo, até o Arthur vir até mim. 

Arthur: Vem Lu, vamos! Daqui a pouco é o almoço!
Mel: Almoço? Aonde?
Lua: Eu vou conhecer a família do Thur.. - falei com vergonha.
Sophia: E o que tem?
Arthur: Ela sismou que a minha família não vai aceitar ela por causa do bebê! Mas eu já disse que eu sou pai dessa criança, ela querendo ou não!
Lua: Táa, me convenceu! Vamos! - dei um beijo nas meninas que iam ficar um pouco mais na água e dei a mão ao Thur. Fomos até a areia pegar nossas coisas e nos despedir dos meninos. 

[..]

Lua: DROGA! Não tenho nenhuma roupa legal.. - fiz bico. 
Arthur: E se você colocasse uma blusinha normal? - mordeu meu bico.
Lua: Qual? Nada me serve!
Arthur: Que tal essa? - me mostrou uma blusa de caveira. É até que não é ruim!

Arthur Pov.

Lua estava mais linda do que do que nunca, seus cabelos, agora cacheados, brilhavam. Sua pele, macia como sempre. Seu corpo, com uma onda perceptível em sua barriga, Perfeita! Lua havia alisado o cabelo essa semana, só que hoje, não sei por qual motivo ela quis fazer babyliss de novo! 

"Indo almoçar com humor contagiante da minha princesa.. @lua_blanco" - @Aguiarthur





Arthur: Não precisa ficar nervosa assim loirinha, a minha família não vai te odiar! - estávamos parados em frente a casa da minha mãe, minha família toda estava lá e antes de entrar percebi que a mão de Lua estava suando. 
Lua: Como você sabe? - falou colocando um sobretudo largo por cima da blusa, tenho certeza que é para esconder que está grávida. - Você contou que eu tava grávida? O que você falou? FALA ARTHUUUR! 
Arthur: Se você me der tempo para falar! - ela riu - Eu disse que você era minha namorada e que eu te amo muito! Não eu não disse que você tá gravida!
Lua: Awn, eu também te amo! - deixou escapar. Ela me ama! Sorri. - Ops.. 
Arthur: Meu dia não podia ser melhor! Te amo muito muito muito! 
XxX: Que bom saber que se amam assim! 
Arthur: Mãe! - corri até ela e a abracei, tirando-a do chão. - Dona Kátia tá muito gata! 
Katia ri: Que isso Arthur.. Oi querida. - foi até Lua, que estava encolhida e lhe abraçou.
Lua: Oi, tudo bem? - disse tímida, aposto que foi por que quando abraçamos, dá para sentir a barriguinha, e ri pelo nariz.
Kátia: Tudo sim, o Arthur me falou muito de você! - Lua corou. - Percebi que você está meio tímida, vou te deixar a vontade. Vamos entrar? 
Arthur: Vamos. - Quando eu e a Lua entramos de mãos dadas todos nos olharam, vi que Lu corou de novo!
Carla: ARTHUR! - gritou minha prima Carla, a quem eu era muito apegado quando morava aqui. 
Arthur: Carlinha. - a abracei. - Que saudades prima. - falei o "prima" especialmente para Lua, que me matava com os olhos e ri. 
Carla: E quem é essa? - apontou para Lua. Essa não, Carla sempre teve birra com minhas namoradas. 
Lua: Prazer, meu nome é Lua. - esticou a mão em sua direção. 
Carla: Não sei porque.. Mas eu gostei de você! - a puxou e Lua sorriu. - Ei, o que é isso? - Provavelmente ela sentiu a barriga da Lu. Lua desfez o sorriso. 
Lua: É que.. - todos já nos olhavam. Então, ela desfez o nó e tirou o sobretudo, revelando a barriguinha.
Karina: Você engravidou essa coisa aí Thur? - falou uma outra prima.
Lua: Hey! - se ofendeu.
Arthur: Ka, primeiro, se você repitir isso mais uma vez eu vou embora. E segundo, sim, eu engravidei a Lu! - Ela me olhou sem entender!
Katia: Eu não esperava por isso.. Lua, não esperava isso de você!
Lua: Como é? - falou com os olhos cheios de lagrimas. Droga!
Katia: Como você pode me esconder uma coisa dessa meu anjo?! Lua, tinha que ter me contado! E você, Arthur! Como pode esconder de mim? - riu. Ufa.. pensei mesmo que tinha se chateado. 

Já estávamos almoçando e Lua ainda estava encolhida, cutuquei minha mãe e ela puxou assunto. 

Katia: E aí Lu, tá de quantos meses?
Lua: De 4.
Katia: Nossa, e essa barriga já está aparecendo bastante né? - falou animada. - Já descobriram o sexo?
Lua: Ainda não, não deu para ver na outra ultra. 
Katia: Arthur, você foi com ela né? 
Arthur: Fui sim, foi lindo. 
Katia: Que bom! E os seus pais Lu? - droga!

Lua se calou por uns segundos, sei que de alguma forma aquilo a tocava. Podia ser até ter acontecido antes de ela nascer, ela vai se sentir mal por isso. São os seus pais, eu sinceramente não imagino minha mãe morrer, ela é tão linda, compreensiva. Então, ela levantou a cabeça.

Lua: Meus pais sofreram um acidente, quando eu era criança. 
Kátia: Oh, eu sinto muito, desculpa mesmo Lua. 
Lua: Nada dona Katia, eu já estou acostumada. 
Katia: Mesmo assim desculpe. E outra, se me chamar de dona outra vez eu vou ficar brava. -  Você é da família agora. Está carregando um Aguiar aí. - Foi a gota d'água. Lua pediu licença e foi para fora da casa, me levantei para ir atrás mas minha mãe fez sinal para que eu ficasse. 
Não resisti e fui atras, me escondi e fiquei observando as duas. Percebi que Lua chorava. 

Lua: Me desculpe, não queria estragar a tarde. - chorando.
Kátia: Querida, não se preocupe com isso viu? Agora me conte, o que está acontecendo? Por que esta chorando? 
Lua: O que eu vou te contar vai mudar muita coisa.. 
Kátia: Pode falar.
Lua: É que esse bebê, não é seu neto de sangue. 
Katia: Como é? - se levantou. - E o meu filho sabe disso? - ficou brava.
Lua: Sabe, olha não é como você imagina eu juro. 
Katia: E eu pensando que você era da família. Toda feliz que ia ter um neto! - Lua se encolheu. 
Lua: Perdão. - foi até o carro e eu fui atras, olhei para minha mãe negando e corri atras da Lua. 
Arthur: Amor, espera aí!
Lua: Não Arthur, não dá! Eu juro que eu deixei você ser o pai do meu filho, mas se isso acontecer, você vai ter muitos problemas, é melhor nos afastarmos um pouco. 
Arthur: Lu não, por favor! - tarde demais, ela foi embora. Andei até minha mãe bravo. - VOCÊ VIU O QUE FEZ MÃE? Agora ela não vai mais me querer por perto! 
Katia: Aquele filho nem é seu Arthur! 
Arthur: Você não sabe da história dela, não sabe de nada! Mãe, se ela não me deixar ser o pai desse bebê eu vou ficar acabado. Eu amo essa criança como se ela fosse minha! 
Kátia: E esse bebê é de quem? 
Arthur: A Lua não sabe! - ela arregalou os olhos, igual a mim quando descobri. - Ela queria muito ter um bebê e fez uma inseminação artificial. Nos conhecemos no dia que ela havia feito e antes de irmos para a fazenda passar o final de semana ela descobriu estar grávida. E eu.. Bom, eu fiz o que meu coração mandou! Eu escolhi isso, eu escolhi ser o pai desse bebê. Eu escolhi fazer parte da vida da Lu e agora ela não vai me querer por perto!
Kátia: Perdão, eu não sabia!
Arthur: É não sabia, e tirou conclusões precipitadas. 

Fui embora de lá sem nem mesmo me despedir da minha família, tinha que me desculpar com Lua. Antes de ir para casa, passei no Grays Papaya e comprei um lanche completo para ela. Quando toquei a campainha vi uma das cenas mais tristes da minha vida. Lua com uma camisa minha, rosto vermelho e inchado, chorando. Assim que percebeu que era eu ela limpou os olhos. Mostrei o lanche a ela que sorriu. Segurei em seu rosto e lhe dei um selinho.

Arthur: Lu, me diz uma coisa. Quem vai ser o pai do bebê? 
Lua: Você.. - me afastei um pouco. 
Arthur: Exato, eu! Eu tenho minhas opiniões e não deve ligar para ninguém! Apesar de que, minha mãe mandou eu te pedir desculpas, ela não queria ter falado daquele jeito com você! - Ela fez um "vem cá" com o dedo indicador. Fui até ela, que me abraçou.
Lua: Perdão. Eu te amo! - falou de novo e eu sorri. A peguei no colo, e levei para o quarto. 

Nos beijamos, beijamos, beijamos e adivinhem como acabou? Eu e ela de conchinha, eu lhe fazendo um carinho na barriga dela enquanto ela dormia. Analisei seu rosto, de anjo. Esses olhos castanhos, olhos que me hipnotizam. Essa boca, bem desenhada e deliciosa, que sabe beijar como ninguém e me deixa louco. 
Até que ela acordou. 

Lua: Por que me olha tanto hein? 
Arthur: Por que você é linda demais. 
Lua: Awn, você também é perfeito! 
Arthur: Lu, quando vamos descobrir o sexo dele? 
Lua: Amanha! Eu marquei uma ultra amanha.. 
Arthur: Vamos escolher os nomes? 
Lua: Tá, eu escolho se for menino e você se for menina tá? 
Arthur: Já escolhi! 
Lua: Nossa, qual?
Arthur: Estrela ou Maggie - ela riu. - Estrela da minha vida. E se for menino? 
Lua: Lindos, Maggie e Estrela! My Star! - ela riu. - Hm.. Deixa eu pensar. Eu gosto de Pietro e Raul ( É LuAr ao contrario) 
Arthur: Se for menino depois a gente faz uma votação entre os nossos amigos e eles decidem! 
Lua: Uhum.. - fechou os olhos.
Arthur: Vamos dormir.. Boa noite amor!

Lua: Boa noite! - me beijou. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo