14 de out de 2013

"De Repente é Amor"

 

11º Capítulo - Ta pegando a empregada? 

Pov Lua.
Acordei com o despertados exalando no quarto. Levantei, escovei os dentes e fui tomar banho. Em alguns minutos eu já estava vestida, sentada na mesa e tomando café. Assim que terminei fui para a casa da tia Kátia, como não era muito longe em alguns minutos eu já estava tocando a campainha. 

- Pois não, senhorita? - Chay abriu a porta fazendo graça, reparei que ele estava sem camisa, se eu não fosse meio tímida tinha o agarrado ali mesmo. Calma, Luinha!
- Palhaço - entrei e me sentei no sofá - Se arruma logo porque já estou atrasada. 
- Bom dia pra você também senhora simpatia. 
- Bom dia - sorriu - Agora anda logo Chay! 

Ele rolou os olhos e subiu as escadas correndo. Em poucos minutos já estávamos a caminho da escola e como não era muito longe, estávamos a pé. 

- Você vem sempre sozinha? - Chay me perguntou. 
- As vezes o Bê, meu amigo, vem me trazer, mas ele trabalha e eu não gosto de ficar tomando o tempo dele. 
- Bom.. Agora você tem uma companhia - ele sorriu. 
- Duvido você me acompanhar todos os dias - ri - Nos primeiros três dias é normal, mas depois você se cansa de mim - sim, eu fiz um biquinho. 
- Acho que não loirinha - ele passou o braço envolta de meu pescoço. Eu ri. 
- Você faz faculdade do que, Chay? 
- Medicina.
- Very good! - ele riu - Mais tipo, não te atrapalha? - o olhei - Porq você faz faculdade e tá aqui... Com certeza ta perdendo muita coisa. 
- Digamos que eu tenho alguns trabalhos para fazer.. E quando eu digo "alguns" eu quero dizer: Uma montanha. 
- Mesmo assim Chay.
- O pai do Arthur ele é importante e super respeitado por lá, por isso levamos esse crédito, mas quando voltarmos vamos ralar bastante.
- To vendo que o Dr. Leonardo não mudou nada - riu. 
- Conhece o Dr. Leonardo? - franziu o cenho. 
- Não, eu só.. Só ouvi falar nele.. - ficamos conversando durante um tempo - Chegamos. 
- Vai entrar agora? 
- Tenho 5 minutos até aquela linda senhora - apontei - fechar o portão. 
- Então é melhor você entrar logo - me virei ficando de frente pra ele - Te pego na saída!? 
- Hã? - gargalhamos - Ah.. Tá, ok!
- Boa aula - fiz careta e ele riu - Até depois. 

Chay se despediu com um beijo em minha bochecha.. Ok, foi um pouco perto da boca, deu um sorriso e saiu. As aulas foram bem chatas e adivinha.. Tenho um trabalho de História, minha matéria favorita #SóQueNão! 
Encontrei com Chay sentado no banco da praça, em frente a escola. Ele me deixou em casa e combinamos de fazer os trabalhos juntos. É.. Ele ia fazer o dele e eu o meu. 

Com Arthur... 

- E aí cara, esqueceu o caminho de casa? - Arthur disse assim que viu Chay entrar na sala. 
- Você que dorme demais cinderela - se sentou no sofá também. 
- Quem dorme é a Bela adormecida, cabeça - deu um 'peteleco' nele. 
- Eu tava com a loirinha - sorriu. 
- A empregada? - franziu o cenho. 
- Ér.. A empregada. 
- Ta pegando a empregada? - gargalhou - Até que ela gostosa.
- Não to pegando ela - riu sem graça - A gente é só amigo. 
- Amigo? - riu - Você é gay ou o que? Tá pegando a empregada e não quer dizer. 

Chay rolou os olhos e subiu para o quarto. Passou a tarde com Lua fazendo trabalho e jogando conversa a fora. Se divertiam juntos, isso era fato. 

Demorou mais chegou \o/

5 comentários:

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo