7 de set de 2013

54ª Capítulo: "Tudo por uma promessa"


POV NARRADOR
Após esses dias de surpresas e algum cansaço, hoje o dia teria de ser diferente. Para começar, Lua e Arthur queriam ficar na cama até tarde. A loirinha ainda continua irritada com o Arthur, ou melhor, continuava porque nessa noite, ela não resistiu em chegar mais perto do marido e dormir grudada nele.,



Hoje, por volta do meio dia, quando Arthur acordou, ele sorriu ao ver Lua pegando a sua mão e pondo ela na sua barriga. Barriga não, barrigão! Está cada vez mais e em poucos dias, aquele ser maravilhoso vem para fora com tudo. Arthur está desejoso que esse dia chegue. Qualquer dia, esse desejo não cabe em si.
Arthur começou a passar de leve a mao pela barriga da Lua e foi nsse momento que deu para sentir mais um chute do Rodrigo. Ele vai ser um jogador de futebol, com certeza.

Arthur: voce vai ser muito melhor que qualquer jogador do Corinthians – Arthur sussurrou – Vai ser um jogador do Flamengo, isso sim!
Lua: ele não vai ser jogador não senhora… - disse a menina, ainda com aquela cara de sono
Arthur: acordou linda?
Lua: não, eu sou sonâmbula, daí que falo dormindo – disse irónica
Arthur ri: tolinha – ele deu um beijo na bochecha dela – Pensei que já estivesse tudo bem entre agente
Lua: pensou mal – disse, mantendo a pose de forte
Arthur: serio? – ele disse cansado de esperar pelo seu beijo de bons dias
Lua ri: não amor, claro que não – Lua se virou, na cama, para o lado de Arthur e abraçou bem forte o moreno – Eu estava morrendo de saudade de voce, voce é lindo, sabia? – olhou nos olhos dele – Eu é que sou uma boba?
Arthur ri: mas eu amo essa boba – eles se beijaram

E era assim… estas são as taus fases das gravidas.
Hora então bem, hora então mal. Os homens têm de ser forte para aguentar isso…

Lua: vamos comer ou eu morro de fome de novo
Arthur: não, não quero mais ver voce passar mal, que nem ontem
Lua: passei mal por sua causa! – atirou na cara dele
Arthur: e também por não ter comigo… mas eu aprendi a lição. Nunca mais vou brigar com voce, nunca, nunca e nunca! – ele prometeu
Lua: tá, tá, quero so ver – ela se levantou da cama – O que vamos fazer hoje?
Arthur: acho que tenho fisioterapia
Lua: ahh, é verdade. E voce precisa de ir mesmo
Arthur: eu sei amor – ele sorriu para ela – Amo quando voce se preocupa comigo
Lua: eu me preocupo sempre com voce
Arthur: por isso é que te vou amar para sempre!

Arthur levantou da cama e mesmo com o seu andar meio de lado, porque uma perna, após o acidente, ainda lhe doi, ele foi até à sua loirinha e a beijou de um beijo amoroso. No final do beijo, ele fez um carinho na barriga dela e deu um beijo para finalizar.

Quando os dois desceram para tomar o café da manha, viram que para alem do café da manha, tinham também de almoçar, pois já eram mais que horas para fazerem isso.

Lua: eu estive a pensar, e quero fazer um lanche, ou jantar com todos os nosso amigos, incluindo os seus pais, para eles saberem de toda a verdade
Arthur: Lua, mas porque é que não deixamos tudo com esta? Ninguém precisa de saber que estamos ricos!
Lua: olha lá, não se aproveita do dinheiro daminha avó, hein? – ela fez cara feia – E eu quero contar sim. Todos eles me ajudaram e eu não quero ficar com essa mentira entre nós. Vai ser hoje mesmo! – ela decidiu
Arthur: como voce acha que eles vao reagir?
Lua: pior que não sei mesmo… voce acha que devemos de ficar com medo?
Arthur: não… eu acho que não.
Lua: espero que assim seja… a Anne vai ficar a saber também.
Arthur: tá bom…

Enquanto comiam, organizavam o jantar para hoje. Eles chamariam todo o mundo para saberem a verdade. Verdade essa que já à muito tempo deveria ter sido descoberta. Desde que o Thiago e a Matilde foram presos que todos deviam saber de toda a verdade.

(…)

Enquanto Lua e Arthur se arrumavam para receberem os convidados, eles conversavam no quarto ainda sobre o mesmo assunto da hora do almoço. Eles estavam nervosos com a reação de todos. Esperemos que todos fiquem bem apos essa descoberta.

Arthur: amor, vamos relaxar e mudar de assunto – ele sentou na cama, para poder esticar a perna
Lua: tá, como foi a fisioterapia? Voce ainda agora chegou e não me falou como foi
Arthur: eu só vou ter mais uma semana de fisioterapia… o medico diz que eu já estou bom
Lua: mas voce ainda não anda como antes
Arthur: tá, mas aos poucos eu to evoluindo e tem doentes pior que eu lá para serem tratados
Lua: voce vai ver que vai conseguir ficar bem – sorriu, dando a mao ao maridinho – Vamos ver o quarto do nosso bebé?
Arthur ri: vamos lá

Os dois passaram pelo corredor e entraram na segunda porta à esquerda. Aquele quartinho creme dava acesso ao lugar mais precioso da casa: o quarto do rodrigo.
À entrada, na parede do lado direito, tem um quadro bordado, enorme, com o nome do Rodrigo, feito pela dona Katia.

Lua: depois eu vou querer outro quadro com o peso, tamanho e data de nascimento dele
Arthur: vai encher o quarto de quadros é?
Lua: e se for? – encarou ele
Arthur: voce é que sabe! – ele levantou as mãos em forma de defesa – Só acho que um já está bom
Lua: ahh, mas voce não entende nada! – Lua foi para as gavetas, onde tinha a roupinha dele arrumadinha – To louca para poder vestir estas roupinhas nele
Arthur: já imaginou o chorinho dele? – Arthur ficou a abraçando, por de trás, segurando a sua barriga
Lua sorri: pior que já. Eu inclusive sonhei com isso
Arthur: to desejoso para poder ouvir na real
Lua: não vai cansar?
Arthur ri: cansar do meu filho? Jamais! – Arthur riu – Estou louco para trocar as fraldas, dar a mamadeira…
Lua interrompe: trocar as fraldas? – Lua riu – Voce sabe?
Arthur: não… - ele respondeu sem jeito – Mas voce ensina, né?
Lua: humm – Lua riu – Não sei não hein…
Arthur ri: claro que ensina – ele deu um beijo no pescoço dela
Lua: voce vai me ajudar nas noites em que ele chorar muito, né?
Arthur: claro amor, claro que vou… - ele observava Lua passando a mao sobre as roupas do Rode

Batem na porta, despertando a atenção dos papais.
Arthur vai até à porta e abre, vendo Anne, que dizia que os convidados já tinham chegado.
Sendo assim, Lua e Arthur desceram para cumprimentar os convidados e darem um pouco de conversa, antes da GRANDE CONVERSA!

Katia ri: ele disse mesmo isso? mas o Arthur nunca trocou fralda
Lua ri: mas ele disse que eu vou ensinar, né amor?
Arthur ri: claro que vai… se os outros pais conseguem, eu também consigo
Leo: é preciso muita coragem meu filho – disse o pai de Arthur
Chay ri: quero so ver isso
Guga ri: Lua, quando o Arthur pegar na fralda do bebé, por favor, grava!
Lua ri: pode deixar…

Conversa vai, conversa vem, e em uma troca de olhares, Arthur decide dar inicio à grande conversa.

Arthur: bom, mas vocês terem vindo aqui jantar, tem uma razão
Mica: que razão?
Mel: já sei, voce não vive sem agente, dai que convidou pra gente vir cá, certo?
Arthur ri: também… mas não é so isso! eu e a Lua temos uma coisa importante para vos confessar…
Lua: espera Arthur, vamos chamar a Anne também
Arthur: claro. Anne, por favor, venha aqui – chamou ela
Anne chega: chamou Arthur?
Arthur: sim, sente aqui – ele apontou para o sofá ao seu lado – Temos de conversar.
Anne: claro – ela obedeceu
Lua: é que existe uma coisa que vocês não sabem… mas que hoje finalmente vao saber. É tipo um segredo que agente tinha, que ninguém sabia e não podia saber, até o dia de hoje
Mel: segredo? Que segredo?
Sophia: vocês não devem estar dizendo coisa com coisa
Arthur: pior que estamos… bom, é o seguinte
Lua: vamos ser breves arthur – Lua pediu
Arthur: tá! Eu e a Lua estamos junto por causa de uma promessa… no inicio, foi tudo por uma promessa, mas agora é amor, eu juro!
Katia: como assim? – ela disse, sem entender nada
Lua: à uns tempos atrás, quando a minha avó morreu, ela deixou um testamento que deixava todos os bens dela a um dos seus netos, eu ou o Thiago. O facto é que tanto o dinheiro, como as casas e terras que ela tem espalhados pelo brasil, era para ser tudo meu, quando ela morresse, mas o Thiago, falou que tinha direito e que queria parte disso, mas a minha avó não concordava.
Arthur: então, a dona Maria propôs uma coisa. Ou a Lua casava e tinha um filho, e assim recebia toda a herança, ou tudo era do Thiago. Mas ele sempre falou mal da avó, nunca ligou nada para ela, não era justo ele ficar com todo esse dinheiro.
Lua: então eu decidi aceitar essa missão que eu tinha para com a minha avó. Para alem de eu ter de casa e ter um filho, teria de ser com alguém que ela quisesse. Eu viu o Arthur nas festas que o avô dele tinha com a minha avó, e desde ai sempre conheci ele e sempre que lhe via, os meus olhos brilhavam, mas não tinha coragem de me declarar, porque o Arthur era de outras famílias mais ricas…
Arthur: a avó da Lua conhecia ela perfeitamente e sabia que ela estava apaixonada por mim, então, o cara que ela tinha que casar, e ter filhos, era eu!
Sophia: PAROU TUDO! – ela disse seria – Quer dizer que voce começaram a namorar, a viver juntos e tals sem se amarem de verdade?
Arthur: exatamente… - ele respirou fundo – Eu concordei porque na altura pensei que nada se ia realizar, mas hoje, graças à Lua, eu vou ser pai e estou muito feliz com isso. à medida que agente ficava junto, agente ia descobrindo novas coisas sobre agente e hoje estamos apaixonados
Leo: meu filho, quando voce falava que amava ela e que ela era a mulher dos seus sonhos… voce simplesmente, mentia
Arthur: era difícil pra mim mentir a todos vocês, mas tinha de ser assim. Nós não podíamos contar nada a ninguém. Agente tinha de fingir que se amava, para que uma injustiça não fosse feita.
Lua: tivemos muitos problemas em tribunal, porque eu me juntei com o Arthur, casei e fiquei gravida. Quando o Thiago descobriu que não ia receber nada, ficou puto da vida e foi ele quem teve por de trás do acidente do Arthur
Chay: filho da mae! – falou com raiva
Lua: mas agora ele está preso, agente tem tudo o que pertencia à minha avó e estamos apaixonados…
Sophia: eu estou sem saber o que falar… - ela dizia seria
Mel: somos duas… - ela disse também seria – Voces passaram por tanta coisa e mesmo assim preferiram não contar nada para agente
Sophia: para alem disso, agente te ajudou tanto Lua e voce apenas mentia pra gente – ela disse irritada
Lua: mas Sophia, me entende por favor… eu não podia contar. E eu e o Arthur falávamos para vocês, às vezes, que havia algo por de tras disso tudo…
Guga: disso eu me lembro do Arthur me dizer. Mas mesmo assim cara. Agente sofreu tanto pelas coisas que aconteceram com vocês, como o acidente do Arthur, e à final vocês próprios é que brincaram com a vida de vocês. Esse Thiago deve ser louco para provocar tal acidente e tenho a certeza que ele um dia vai se vingar
Lua: tudo o que fizemos foi para o nosso bem e para o vosso bem
Anne: eu estou sem palavras
Leo: assim como eu
Katia: Lua, eu vou te ser sincera! – ela olhou seria para a Lua – Eu não sei se consigo desculpar alguém que foi a causadora de quase por fim à vida do meu filho!
Lua: não, eu não fiz nada disso… eu não tive culpa – As lagrimas de Lua começaram a cair
Arthur: mae, não fala assim com ela! – ele disse irritado – Ela não tem culpa de nada. Ela não me obrigou a fazer nada, eu aceitei essa porra porque eu quis!
Katia: mas essa porra que voce tanto fala, quase dava cabo da sua vida, sabia?
Arthur: mas o que importa é que não deu! Eu não admito que voce fale assim com ela, não admito! – ele disse irritado
Mica: calma cara… mas voce tem de entender que não é fácil para agente saber isso tudo agora.
Chay: parece historia de filmes bicho
Lua: eu não queria que nada fosse assim… - ela dizia chorando
Arthur: calma amor, não fica assim – ele tentou a acalmar
Sophia: olha – ela levantou do sofá – Eu vou embora! E olhem aqui vocês os dois, eu estou muito chateada com voce
Lua: Sophia, não, por favor… - ela pedia
Mel: eu estou com a Sophia! – ela levantou do sofá – Espero que, um dia, o vosso filho nunca pergunte como é que vocês se conheceram né? Porque ai vao ter de responder que foi por causa do dinheiro que hoje estão juntos… serio, to muito desiludida com vocês… - ela foi em direção até à porta
Chay: Mel, não fala assim com eles. Queria ver se estivesse no lugar deles
Mel: vai defender Chay Suede?
Chay: não vou defender… apenas vou esquecer que ouvi isso, porque se à momentos atrás agente estava bem, é assim que vamos continuar a ficar. Se eles estão juntos e se amam, é o que interessa. Não importa o que aconteceu no passado
Sophia: vemos mesmo que são homens e que não entendem nada de nada!
Mica: Sophia, a vida é deles…
Sophia: eu considero eles como família e a minha família, eu trato como a minha vida! Eu to chocada com o que eles fizeram e muito chateada também…

Mel e Sophia abandonaram a casa deles e foram embora.
Mica e Chay, apos se despedirem que Arthur e Lua, foram atrás das namoradas.

Arthur: voce também pensa como elas?
Leo: é difícil aceitar uma coisa dessas… mas vocês é que sabem! São maiores de idade e sabem resolver os vossos problemas.
Katia: mas eu vou ficar sim. Estou muito desiludida com voce Arthur Aguiar. Voce mudou de uma hora par a outra, mas mudou para pior. Se antes voce chegava em casa tarde, pegava todas e bebia todas e para alem disse era irresponsável, agora não tem nome nenhum no mundo que justifique o que voce fez. – a mae disse incrédula na ação do filho – Engravidar uma menina, casar com ela e prometer ama-la, sem amar, é grave! Imagina que vocês não se apaixonavam… imagina que tudo corria para o torto… como iria ficar esse filho? Como? Me respondam! – pediu – Dinheiro não é tudo na vida, sabiam?

Lua e Arthur ficaram sem saber o que falar.
Katia até podia ter razão ao dizer que o dinheiro não era tudo, mas não tinha o direito de falar sobre o amor que esses dois sentem um pelo outro. 

Um comentário:

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo