4 de set de 2013

53ª Capítulo: "Tudo por uma promessa"


POV NARRADOR
Um dia após a tarde de “modelos” tipo bem profissionais, hoje era de novo um dia de festa para Lua e o Rodrigo, seu bebé. Eles iam fazer aquela festinha tradicional que as mães sempre fazem dos filhos nascerem. A festa foi organizada pelas meninas, como é obvio, e tudo seria na casa da Lua.



Mas antes disso, o dia começou cedo para o casal, já que Lua não conseguia dormir mais… ela acordou às 7horas da manha, acordando também o Arthur.

Arthur: devo ter feito muito mal numa outra vida… né? – ele disse meio irritado – Poxa Lua, voce podia fazer menos barulho!
Lua: eu fiz pouco barulho, voce é que tem sono de formiga
Arthur: sonho de formiga? – ele a encarou – Porra, me poupa! – ele entrou do banheiro, batendo a porta
Lua: aff, era o que mais faltava

Lua vestiu uma roupa que considerava confortável para o dia de hoje, e saiu do quarto. Foi para a cozinha, pegou um copo com leite e foi para a sala, ver desenhos animados, ou melhor, o seu fiel bob esponja.

Lua: culpa sua bebé – ela pos a mao na barriga – Eu não conseguia mais dormir, dai acordei e acabei acordando o seu pai, que acordou de mau humor, depois eu é que pago né? – ela suspirou – Enfim, fazer o que né?!

Lua desabafava com o seu filho, já que não tinha outra pessoa com quem conversar naquele momento.
Uma hora depois, Anne chegou e estranhou a patroa já estar acordada, às 8horas da manha.

Lua: por acaso eu levantei bem mais cedo… acordei por volta das 7horas. O rodrigo não me deixa mais dormir
Anne: pois é Lua… ele quer nascer – Anne riu
Lua: pior que o Arthur acabou discutindo comigo
Anne: depois isso lhe passa… ele tem de entender que voce não consegue agora ter uma posição boa para dormir
Lua: os homens nunca vao entender uma mulher gravida
Anne: acredite que da próxima vez, o Arthur já vai estar mais acostumado
Lua ri: a próxima vez que eu tiver gravida ainda vai demorar… eu nunca quis ser mae tao cedo
Anne: não? então porque razão vai ser mae com 20 anos?
Lua: ahh… uns problemas que teve ai – Lua não queria dizer, não agora
Anne: foi descuido?
Lua: não… nem foi. Agente sempre se cuidou. Um dia voce saberá
Anne: está bom – ela sorriu – Bom, vou preparar os cafés da manha
Lua: obrigada – ela sorriu

Então, que a Lua engravidou porque assim tinha de ser, no testamento, vocês já sabiam. O que talvez vocês não se lembrem, é que ninguém além da Lua, do Arthur e do advogado deles, sabe disso. Ou seja, todo o mundo pensa que Arthur e Lua se juntaram porque descobriram que se ama e esse bebé que ai vem, irá nascer porque assim o destino quis. Mas não, não foi bem assim. Mas em breve, todo o mundo irá ficar sabendo desse segredo.

Arthur, no banheiro, se mentalizou que brigou com a mulher gravida e ficou meio que de consciência pesada, por isso, assim que saiu do quarto, a primeira coisa que ele fez, foi ir até à mulher e fazer o que achava mais certo…

Arthur: desculpa, desculpa e desculpa – disse, beijando a mao ela, entre cada palavra
Lua: ahh claro, depois de fazer a borrada toda, é que voce vem com essa de desculpa né? – perguntou, super irritada
Arthur: voce tem de entender que…
Lua interrompe: não, voce é que tem de me entender! – Ela se levantou do sofá - Eu estou gravida e não tenho mais como me sentir à vontade com essa barrigão! Não sei se voce sabe, mas o seu filho aqui – apontou para a barriga – Tem quase 9 meses, quer sair e não pára de chutar!

Do nada, após Lua ter acabado de “deitar tudo para fora”, ela sentiu uma quebra de pressão, e teve de se sentar logo no sofá, ou então, caia no chão…

Arthur: amor – ele começou a chama-la – Lua, fala comigo!
Lua: aii Arthur, me deixa – ela dizia de olhos fechados – A minha barriga está doendo… - ela colocou a mao na barriga
Arthur: Anne, por favor, vem aqui – ele pediu

Arthur segurava a mao dela, aflito por ver Lua meia pálida e de olhos fechados, meio que tanto fazer pressão para que aquela dor passa-se.
Até a própria Lua não sabia o que se passava. Lua falta de “energias” a desmotivava e só lhe apetecia fechar os olhos, ou então, caia. Depois, começaram as dores na barriga, algo que nunca tinha acontecido…

Arthur: serão contrações? O meu filho vai nascer? – ele ficou aflito
Anne: não… eu acho que foi falta de alimentação. Lua, voce o que comeu?
Lua: bebi leite apenas…
Anne: está explicado então! Eu já volto…

Anne foi à cozinha, e voltou com um soco de suco.

Anne: tome isso por favor… eu estou acabando o café e já trago para vocês.
Arthur: obrigado…

Anne saiu e Lua ficou bebendo o suco sobre o olhar atento de Arthur. ele estava meio que com culpa, pois eles estavam discutindo na hora que Lua ficou daquele jeito.

Arthur: tá melhor?
Lua: não graças a voce
Arthur: deixa de ser assim… sei que me portei mal, mas também não é um erro do outro mundo
Lua: olha Arthur, não me enche tá? – Ela pousou a cabeça sobre a sua mao, que por sua fez, estava pousada no sofá.
Arthur: as dores passaram?
Lua: mais ou menos – ela respirou fundo de novo
Arthur: é agora que voce tem de fazer o que a medica de preparação de parto te ensinou…
Lua: eu sei muito bem o que fazer! Não enche! – ela disse ainda irritada
Arthur: não falo mais então…

Arthur foi para a cozinha, ver se Anne já tinha o café pronto.

Arthur: tá chatinha ela… - reclamou – Espero que com a festa, ela fique melhor
Anne: desculpe Arthur… mas as mulheres gravidas são assim. Elas ficam stressadas com qualquer coisinha e são elas que sempre têm razão. Voce não pode dizer que ela está errada, quando ela pensa que está certa. Não pode gritar com ela, pois ela fica ofendida. Mulheres gravidas são assim. Pensei que, depois desses 8 meses, voce já soubesse…
Arthur: eu sei que é assim… - ele suspirou – Mas é que tem dias que fica difícil aturar ela assim
Anne: vocês se casaram, e isso significa que têm de ser aturar, como voce diz, eternamente… ou melhor, enquanto esse amor durar. Cade o amor que voce sente por ela?
Arthur: aqui – ele sorriu, e pôs a mão no peito – Amor como eu tenho por ela, ninguém mais tem
Anne: então utilize esse amor, para a fazer feliz…

(…)

Na hora da festa do enxoval, a casa estava pronta para receber algumas amigas que Lua fez, as meninas e a mãe do Arthur que também quis participar na festinha, como é claro.
Lua recebeu de tudo, tanto para ela, quanto para o bebé. Recebeu toalhas para com banho com capuz para o bebé, pente para o bebé, meias, mantas, mamadeiras, loções cremosas, jogos de lençóis, fronhas, bodys, cabides, roupas de algodão, colchas, chocalhões, outros brinquedos e entre outras tantas coisas.
Alem do mais, teve direito a desenhos na barriga…

A festa tinha sido um sucesso. Para além da harmonia entre todas as meninas, houve também aquela partilha de desabafos, duvidas e receios.

Lua: só tenho medo de não ser uma boa mae
Katia (mãe do Arthur): todas têm esse medo. Mas é super normal, principalmente para uma jovem como voce
Rita (amiga dela): voce vai ver que com o tempo voce vai se acostumar a todos os jeitinhos que precisa de aprender a ter com o bebé e vai ser que ele vai te amar
Lua: o Arthur já me falou isso – sorriu
Mel: é para voce ver como temos razão
Sophia: o que mais voce precisa?
Lua: de paciência – ela riu – É serio! agora por tudo e por nada, eu me irrito
Mel: tá chateada com o Arthur?
Lua: é… estou!
Anne: apesar de eu falar que não precisa de ficar assim. São fases apenas
Sophia: ahh, por isso ele estava com aquela cara de tristinho
Tânia (amiga): coitadinho amiga, não fica assim com ele… ele não deve saber ainda como se comportar com uma gravida, afinal, é o primeiro filho
Lua: é… mas quando o Rode estiver aqui, tudo ficará melhor
Katia: esperemos que o meu neto seja forte e saudável  como o pai e lindo com a mae
Lua ri: esperemos sim – riu – Estou louca para ver ele.
Lucia (outra amiga): bom Lua, te desejo as melhores felicidades para essa nova vida que ai vem – pos as mãos na barriga da loirinha – ele vai dar muita mais alegria a essa casa com certeza. Esperemos que nasça o mais saudável possível. Bom, agora tenho de ir embora
Lua: obrigada Lúcia

As pessoas começaram a ir embora, menos Sophia, Mel, Anne e a dona Katia que ficaram a ajudar a arrumar a confusão que se fazia na sala. Enquanto arrumavam as coisas, Lua apreciava com atenção cada pormenor dos bodys e dos sapatinhos que recebeu. Era um mimo cada peça de roupa. Um mais lindo que o outro…

Lua: obrigada pelos presentes que me deram também… eu adorei essa festa
Mel: viu como foi bom fazer?
Lua: eu não estava com muita desposiçao para tratar de festas, vocês sabem que eu estava cansada depois do dia de ontem.
Katia: por causa da sessão de fotos não foi? Quando sai o livro?
Lua: acho que daqui a uma semana. Faltavam apenas as fotos e editar as copias.
Katia: em breve, voce e o Arthur serão famosos
Lua ri: não precisamos de fama, não mais…
Sophia: como assim não mais?
Katia: deve ser por causa das noticias em que falavam mal do Arthur e do Leo… mas isso tudo é passado. Felizmente, aos poucos, o Leo está recuperando as empresas e não irá mais cometer aqueles erros que foram fatais para o nosso trabalho

Elas continuaram falando.
Pouco depois, chegou Mica, Guga, Chay, Arthur e Leo. Eles tinham ido assistir uma partida de futebol dos Corinthians, que por sinal, ganhou!

Chay: OLÉ, OLÉ, OLÉ, OLÉ, CORINTHIANS, É QUE É! – gritava por toda a casa
Sophia ri: SERIO? EBAAAAAA – festejou também
Arthur: perdemos! – disse o flamenguista

*Não sei se o Corinthians pode jogar com o Flamengo, mas na vida web, eles podem jogar sim! KKKKKKKKKKKKKK*

Lua ri: bem feita!
Leo: foi injusto! – disse também destroçado
Katia ri: claro, sempre é…
Mica ri: pior que desta vez não foi
Guga: claro que foi! ele nem deve saber o que é uma bola para apitar vermelho contra os flamengos! – falava mal do arbitro
Mel ri: não vamos falar mais disso… Arthur, olha o que fizemos na barriga da Lua
Arthur: o que fizeram com a minha princesa?
Lua: nem vem com essas palavrinhas… - ela disse seria
Sophia: Lua… - encarou a amiga
Arthur: pelos vistos o mau humor ainda continua… - ele sentou no sofá
Lua: tá… - ela suspirou – Olha só o que elas fizeram – ela puxou a blusa para cima e mostrou o que a Mel escreveu na barriga de Lua
Arthur ri: “príncipe em formação” – Leu – Que lindo! – ele riu – Tá lindo amor… perâ que eu vou tirar uma foto e publicar no instagram
Katia ri: isto é so um começo de um pai coruja
Lua: esperemos que assim continue – ela riu

Um comentário:

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo