20 de ago de 2013

Presos num 'inferno'


16º Capítulo - Planos em Ação



Eduardo Pov
Bom já se passaram um mês que os agentes Lua Blanco e Arthur Aguiar estão presos, sob minha vigilância. Agora o FBI, estão loucos atrás deles, os procurando por todas as partes, agora poderei colocar meu plano em ação, com o FBI, loucos atrás dos dois, poderei fazer que eu pretendo, sem chamar muita atenção. De acordo com os meus informantes em Nova York, o FBI só estão atendendo os casos em que os policias normais não dão conta, eles estão totalmente focados no sumiço de lua e Arthur, como eu pensei, e isso é muito bom.

Marquei a data do meu lindo atentado a cidade de Nova York, não está muito longe, não quero demorar muito, porque eles são capazes de acharem eles aqui, mesmo eu tendo planejo tudo nos mínimos detalhes, eles são espertos. E quando querem uma coisa, não sossegam até achá-la. Por isso não posso demorar muito, em menos de um mês, colorei meu plano definitivamente em ação.

Arthur Pov
Acordei já era era mais de 20 hrs resolvi acordar a Lua para fazermos a janta.

- Lua - Disse beijando seu pescoço.
- Hum - Ela disse sonolenta.
- Levanta, vamos fazer a jantars- Disse espalhando beijo por todos seu rosto e pescoço até ela acordar.
- Ok, ok - Ela se lavantou deu uma ajeitada nos cabelos e na roupa e levantou, eu fiz o mesmos e descemos as escadas de mãos dadas, fizemos uma lasanha para jantar, comemos e fomos assistir Televisão. 

Estávamos abraçados ela deitada em meu peito e eu alisando seu rosto, levantei o rosto dela e a beijei, um beijo calmo e apaixonado, pra de alguma maneira mostrar pra ela que eu não quero só ficar com ela, o beijo foi ficando intenso, fui a deitando no sofá e ficando 
por cima não paramos de nos beijar, até que ficamos sem ar e comecei a beijar seu pescoço

- Arthur... – Eu disse, mas ele não deu importância e continuou a beijar seu pescoço – As câmeras – Eu disse.

É verdade eu tinha me esquecido disso, sai de cima dela rapidamente, mas eu estava excitado, ela reparou e começou a rir.

- Arthur vai tomar um banho frio, olha isso.

Mas ela queria o que? Com uma mulher dessa na minha frente como não ficar excitado?

- A culpa é sua, quem mandou ser assim tão gostosa - Ela começou a ri, me levantei e fui no banheiro melhorar isso aqui.

Depois de resolver a minha situação, voltei para a sala e encontrei Lua deitada no sofá.

- Hum, quero deitar também – Disse me sentando no braço do sofá.
- O outro sofá está vazio – Disse sem olhar para ele, prestando atenção na televisão.
- Mas eu quero deitar nesse aqui com você – Disse fazendo carinho em sua perna.
- Ah não, deita no outro – Disse sem olhá-lo.
- Não vou deitar no outro não, vou deitar nesse aqui – Disse a olhando
- Não vai nada.
- Quer ver? – perguntei e ela assentiu – Não vai olhar para mim mesmo não?
- Não o filme está bom – Disse ainda sem olhá-lo.
- Não vai me dar atenção mesmo não?
- Não, quero ver o filme.
- Prefere ver o filme do que me beijar?
- No momento sim.
- Então vamos ver – Disse a olhando malicioso e ela finalmente me olhou.
- O que você vai fazer? – Perguntei, enfim o olhando.

Não disse nada e simplesmente deitei em cima dela, me apoiando em meus braços, para não colocar todo o meu peso em cima dela e comecei a beijar seu pescoço, subi até sua orelha e sussurrei em seu ouvido.

- Tem certeza que não quer me beijar? – E depois mordi o nódulo da sua orelha.
- Arthur... – Disse mais saiu como um sussurro.
- Ainda vai negar que me quer aqui? Que quer me beijar? – perguntei olhando em seus olhos
- Não – Disse e o beijei.

A gente estava se beijando e o beijo foi ficando cada vez mais quente e intenso, ia levantando a blusa dela quando me lembrei das câmeras, sai de cima dela e ela me olhou sem entender, com uma cara frustrada. Me apressei em dizer.

- As câmeras - Disse e a peguei no colo comecei a beijá-la e a levei para o quarto.

chegando lá eu a deitei na cama, passei os beijos para o pescoço e ela suspirou, comecei a tirar a blusa dela, tirei e a mandei longe sem nem me importa pra onde tenha ido, ela também não ficou por trás não, travava as mãos em meus cabelos intensificando o beijo, tirou minha blusa e passou a mão em meu peitoral e costas, dando leves arranhadas que me levava a loucura, levei minhas mãos as suas 
coxas e as apertei, ela gemeu. E eu tomei sua boca, a beijando, um beijo intenso, cheio de desejo. Quando já não tínhamos mais fôlego, paramos os beijos com selinhos e ela começou a beijar meu pescoço, enquanto dava leves arranhadas em minhas costas, me deixando louco. Levei minhas mãos até seu short e depois fui abrindo a deixando somente de calcinha e sutiã, comecei a beijar seu seios, ainda por cima do sutiã, até tirá-los e mandá-los para longe, fui beijando seus seios, mordendo e apertando, enquanto ela se arqueava. 
Ela tirou minha calça e minha cueca, pra não ficar pra trás rasguei sua calcinha sem tirar a atenção dos seios, ela gemia de prazer, e aquilo me excitava cada vez mais. Sem nem pensar duas vezes peguei uma camisinha no criado mudo, coloquei e a penetrei com força, a fazendo gemer alto. Fui fazendo movimentos de vai-e-vem, intercalando entre rápido e devagar, mas sempre com força. Depois de algum tempo chegamos ao ápice do prazer e caímos suados, depois de recuperar o fôlego, sai de dentro dela, me deitei ao seu lado e a puxei para perto de mim

- Você é perfeita - Disse e ela apensar sorriu, fiquei alisando seu rosto até pegarmos no sono.

4 comentários:

  1. Que fofos! Finalmente juntinhos!

    ResponderExcluir
  2. +++++++++++++++++++++++++++++

    ResponderExcluir
  3. Owt q gracinha eles assim juntos by;BEATRIZ

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo