23 de ago de 2013

Presos num 'inferno'


21º Capítulo - Libertados



Chegou a hora de agirmos, preparamos tudo, Suede e Falcone já haviam chegado, nós os contamos tudo sobre o plano, e que eles só agiriam depois que tudo estivesse resolvido. Alertamos que não sabemos como é a tal bomba, e eles nos tranquilizaram falando que eles trouxeram os equipamentos necessários para desarmarem qualquer tipo de bomba.

Chegou a hora de agir, nos preparamos para a ação, disse Sophia para me dar segurança, assim ela não correria tanto perigo. E assim começamos a agir, tentamos não, machucar ninguém mais foi impossível. Eles vieram com tudo para cima de nós e nós retribuímos a altura.

Arthur Pov
Eu e Lua estávamos no sofá abraçadinhos até que escutamos barulhos de tiros, mas...

- Arthur? – O chamei.
- Oi Lua – Disse a olhando.
- Está rolando um tiroteio lá fora.
- Sim, será que nos acharam?
- Acho que sim e você o que acha?
- Eu acho que nos acharam, mas vamos sair daqui, vamos para a cozinha, é mais seguro lá – Disse a puxando para a cozinha.

Sophia Pov
Conseguimos matar todos, afinal não tínhamos escolha, era nós ou eles. Abrimos o portão, com a chave que pegamos no bolso de um segurança, e agora era hora de Suede e Falcone entrarem em ação. Eles disseram que era fácil desarmar aquela tipo de bomba, porque eles possuíam um equipamento, no qual eles descobrem qualquer senha daquele tipo de bomba, e rapidamente eles abriram a porta, entrei por ela desesperada, precisava ver Lua.

- Lua, Lua – Entrei na casa a chamando.
- Sophia – Corri a seu encontro a abraçando.
- Senti tanto a sua falta.
- Eu também Soph, muita – Disse e nós separamos do abraço.
- Mica meu irmão – Disse indo o abraçar.
- Fala Arthur, que saudades meu irmão.
- Sabia que poderia contar com você.
- Sempre – Nos separamos do abraço.
- Arthur essa é Soph minha melhor amiga, Soph esse é o Arthur.
- Prazer Arthur – Disse Sophia.
- Prazer, Lua falou muito de você.
- Lua esse é o meu melhor amigo Micael, Mica essa é a Lua.
- Prazer Lua, pode me chamar de Mica.
- Prazer Mica – Disse o abraçando.

Arthur Pov

- E vem cá como conseguiram nos descobrir aqui?
- Longa história, mas agora não temos tempo, precisamos pegar o jatinho no aeroporto e voarmos para NY agora, o mais rápido possível – Disse Mica.
- Mas quem está por trás disso? – Perguntou Lua.
- Eduardo Ravelo, ele queria tirar vocês do caminho, porque ele fazerá um atentado em NY nesta manhã, por isso não temos tempo, temos que ir para lá ajudar, depois contamos tudo a vocês.
- Aqui estão suas fardas e armas, vão se trocar, porque temos que irmos pra lá o mais rápido possível - Dessa vez quem disse foi Mica e nos entregaram as roupas. Subimos, trocamos de roupas, colocamos nossas armas na cintura, uma outra na mão e munição e saímos em direção ao aeroporto.

Depois de alguns minutos na estrada, chegamos ao aeroporto, fomos direto pegar o jatinho, entramos, chegamos até o aeroporto de NY o FBI ligou dizendo que eles estavam no centro de Manhattan e que alguns homens já estavam lá, mas eles estavam em numero maior, então tínhamos que correr contra o tempo, saímos do aeroporto em uma van, as ruas estavam paradas, mal tinha carros particulares no caminho, as pessoas já e as pessoas já estavam sabendo do atentado pela TV, e a FBI pediu para ficarem em casa, que lá estarão mais seguros. me distrai preocupado com a Lua, percebi que ela não estava do meu lado, com isso acabei lavando um tiro no braço, encostei no carro, estava com muita dor, os médicos também não tinham chegado, vi Lua vindo em minha direção.

- Arthur, Arthur seu braço - Ela disse mirando meu braço
- Calma Lu eu to bem, me distrai e levei um tiro, e você? Como você ta?- perguntei
preocupado.
- Eu estou bem, vem vamos ali, estará mais seguro ali dentro - Eu disse o ajudando a levantar e indo a caminho de uma garagem de uma casa, nenhum dos inimigos nos viu.
- Temos que fazer alguma coisa pra tirar essa bala dai - Ela disse eu não pude deixar de sorrir com a preocupação dela.
- Ta rindo de que? Não tem graça nenhuma isso.
- Desculpa, só fiquei feliz por estar se preocupando comigo.

Ela olhou nos meus olhos e deu um sorrisinho torto e voltou o foco para meu braço ela pegou um pano que estava ali e amarrou no meu braço.

- Isso vai ajudar um pouco, é só para não perder muito sangue.
- Fica aqui vou la ajudar os outros e assim que os médicos chegarem pedirei pra vim aqui.
- Obrigado, e se cuida ta?
- Pode deixar - Disse e sai.

Eu fiquei ali sem me mover, mas eu não podia ficar ali enquanto ela ta lá correndo perigo, preciso arrumar um jeito de sair daqui.

Quem vai sentir falta deles presos? \õ/ 

8 comentários:

  1. ahhhhh eu vou sentir falta :/

    ResponderExcluir
  2. Um pouco, pq agora eles vão participar de missões juntos oq será BEM LEGAL! Chay, Bernardo, Mel e Carla vão fazer ´parte ativamente na história, tipo Sophia e Mica?

    ResponderExcluir
  3. Ai eu vou sentir muita falta deles presos

    ResponderExcluir
  4. AH, JÁ LI ESSA WEB, ELA VAI DIZER PRA ELE QUE ELES NÃO PODEM CONTINUAR JUNTOS, MAS DEPOIS ELES VÃO FICAR SIM, NÃO TEM MUITA GRAÇA O FIM NÃO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se já leu a web, fica na sua! Pessoas que não leram tem o direito de não querer saber o final agr! Deixe de ser idiota blz?

      Excluir
    2. se vc ja leu veio aqui ler denovo pra que hã??? aff's

      Excluir
  5. ++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

    ResponderExcluir
  6. Ai, que lindo :') ele tá realmente gostando dela! Ele vai ficar bem? posta mais!

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo