29 de ago de 2013

Presos num 'inferno' - Penúltimo capítulo

  

25º Capítulo - O Reencontro 



- Arthur - Olhei pra ele espantada - O que faz aqui?
- Não vai me convidar pra entrar?
- Claro - Disse dando passagem pra ele entrar - Senta ai.
- Olha Lua eu vou direto ao ponto - Disse me sentando.

Me sentei no outro sofá para ouvi-lo.

- Desde da primeiro dia que eu te vi, eu me apaixonei perdidamente, eu me encantei pelo seu sorriso, pelo seus olhos, tudo em você me agrada, Lua eu sei que você me pediu pra mim seguir a minha vida, eu sei disso, mas não dava, eu não conseguia trabalhar, não conseguia, fazer mais nada, só pensa em você, Lua... a verdade é que... Eu te amo Lua – Eu não conseguia responder, não saia palavras na minha boca - Lua fala alguma coisa por favor, se você não sentir o mesmo tudo bem, eu vou tentar seguir com a minha vida, mas antes eu precisava tentar, saber o que você está sentindo... Lua? Ta me ouvindo?
- Eu... Ar... thur - Eu fiquei sem saber o que dizer.
- Eu sabia, você não me ama, ta bom Lua eu entendo, mas eu precisava tentar – Ele disse se levantando do sofá e saindo pela porta.
- Arthur - Disse impedindo ele de sair – Eu também te amo Arthur, eu nunca senti por ninguém o que eu sinto por você, quando eu estou perto de você é como se não existisse mais nada, somente eu e você, Arthur eu tenho Medo, Arthur, medo de sofrer, medo de ser abandonada, medo, de não ser correspondida, medo Arthur medo.
- Lua eu nunca vou te fazer sofrer.
- Arthur você tem a sua vida lá, não vai dar certo um namoro a distância.
- Lua EU TE AMO, e estou disposto a tudo pra viver esse amor, eu já pedi transferência, eu estou vindo morar aqui, ficar perto de você.
- Não é certo Arthur, você deixar a sua vida lá.
- Lua a minha vida agora é você, eu não consegui viver a minha vida lá, sabendo que você está aqui, eu te amo Lua – Não consegui acabei desabando na frente dele.
- Lua porque está chorando?
- Eu não quero que aconteça comigo o que aconteceu com minha mãe Arthur - Disse voltando a me sentar no sofá e chorando mais ainda.
- O que houve com a sua mãe Lua?
- Ela se apaixonou pelo meu pai, era louca por ele, eles estavam muito felizes quando do nada meu pai nos abandonou, deixando minha mãe sozinha, minha mãe sofreu tanto, tanto que nada fazia animá-la, ela ficava trancada no quarto o dia inteiro, não comia, não fazia nada, só ficava chorando, ela só foi emagrecendo, ficou desidratada, e foi assim até não ter forças para agüentar mais, e acabou falecendo - Falei logo de uma vez - Arthur eu não quero que aconteça comigo o que aconteceu com ela.
- Lua eu to sem palavras, eu nunca podia imaginar que isso teria acontecido com ela, Lua eu nunca vou fazer isso com você, Lua... – ele não conseguiu terminar e começou a chorar - Por favor Lua, vamos viver esse amor, não é porque o que aconteceu com a sua mãe, vai acontecer com você, Lua eu te amo. 
- Eu também te amo Arthur - Ele segurou meu rosto e me beijou, eu correspondi, já não conseguia lutar mais contra meus sentimentos, eu amava aquele homem e amava muito
- Lua... – Ele disse depois de partirmos o beijo - Quer ser a minha namorada?
- Quero Arthur, quero muito - Disse e o beijei, dessa vez sem medo, estava disposta a ser feliz, ele tem razão não é porque aconteceu com minha mãe que vai acontecer comigo, não posso deixar a minha felicidade ir embora, preciso correr atrás dela.

Paramos o beijo com selinhos e ele me pegou no colo e me rodou, eu nunca me senti
tão feliz, eu amo esse homem, não posso mais negar é ele que eu quero.

- EU AMO VOCÊ ARTHUR AGUIAR
- EU AMO VOCÊ LUA BLANCO, MINHA NAMORADA - Ele disse e me beijou, um beijo que começou calmo, e foi se intensificando, aos poucos ele foi me deitando no sofá...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo