31 de ago de 2013

Medo de Amar

Capítulo 4 - Touch me
 

Já faziam duas semanas desde o início das aulas. Todos já estavam começando a se acostumar com suas diferenças. Não aceitar, mas se acostumar. Sophia e Lua continuavam com suas discussões, quase que todo dia. Chay e Sophia eram o casal queridinho da universidade. Mel tinha uma secreta paixão por Chay. Micael, embora negasse até a morte, - principalmente para Roberta - achava Sophia muito atraente. E Arthur e Lua continuavam somente se olhando, porque se um puxasse dialogo, o outro cortava. Hoje era um dia um tanto quanto especial na Universidade, o professor de projeto estava definindo os casais para a nota do primeiro trabalho do semestre. Os casais deveriam contracenar uma cena romantica em frente a todos.
Narrado por Arthur:
   O professor estava enrolando para dizer os casais, algo me dizia que ele iria inovar, ele era assim, gostava de desafios. Teria desafio maior do que eu e Lua? Eramos o perfeito oposto. E eu queria contracenar com ela. Tinha que tirar ela, desejava seus lábios, mesmo que em um beijo técnico. O unico modo de passar por cima da armadura dela, era ficar sozinho com ela. Retornei dos meus pensamentos ao ouvir o professor.
- Os casais que vão contracenar são…. Sophia e Micael, Ana e Pablo, Chay e Melanie… - Cruzei os dedos por baixo da mesa, pois só faltavam quatro pessoas sem dupla, mas logo essa duvida de ficar ou não com ela, foi quebrada. - Juliana e Carlos, Lua e Arthur.
   Não pude conter meu sorriso, e assim que bateu o sinal da aula, iniciei uma conversa. Nossa primeira conversa a dois, sem mais ninguem dando palpite. Embora já fosse intimo de seus olhos, eu queria mais.
- Ei, Lua!
Lua se virou para trás, e revirou os olhos para ele. Ela não queria que ele percebesse o quanto mexia com ela. -Oi!
- Nós vamos ter que ensaiar, né? - Ele dizia com um sorriso transparente em seu rosto, como um anjo, era assim que ela o via.
- Ahn… Ah! É verdade. Vai fazer alguma coisa agora?
- É… Não. Por quê? - Arthur não estava entendendo nada, Lua estava diferente, sem sua armadura.
- Vamos pra minha casa? Quer dizer, o hotel onde eu moro… - A loira sorriu como uma criança, e foi andando na frente, sem esperar Arthur. Que por sua vez, estava parado, todo bobo com o sorriso dela.
   Eles permaneceram calados por todo o caminho até o hotel. Somente no elevador, iniciaram um dialogo. Arthur olhou Lua apertar o botão do seu andar, e quebrando o gelo, disse:
- E aí, como é morar no Copacabana Palace?
- Pratico.
- Hmmm… tendi. - Arthur disse, um pouco cabisbaixo, ele esperava uma resposta com mais de três palavras. Lua abriu a porta do quarto, e foi entrando, seguida por Arthur.
- Vamos ensaiar ou não?
- AGORA! - Ele respondeu empolgado, já pegando o texto e passando a cópia a ela.
- Nossa, é tão meloso… Eca! - Os dois riram e se olharam, dessa vez, apaixonadamente. Ficaram assim por uns trinta segundos, até que Lua desviou o olhar, e se recompôs. -Vamos tentar, então!

4 comentários:

  1. os opostos se atraem nao é isso q dizem então,
    não q eu queira mandar na web afinal to amandooooo, mas como so um poko impaciente tipo MUUUITO queria pedir se não tem como fazer ele ficarem juntos logo. por favorr plis.

    P.S amo amo amo seu blog.

    bjinhuz assinado: Naemy

    (eu sei q o comentario ficou um pokko grandimha mas nas regrinhas esta bem claro: seja criativa, bom esse acho q é o maximo q consigo ser criativa, kkkk desculpa, bjinhus).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkk é original mas vc entendeu oq eu quis diser né.

      assinado: Naemy

      Excluir
  2. mds, genti do céu! pq a Lua não tacou o bj na boca dele? Lesada! estamos falando de Arthur Aguiar, blz Blanco? Posta mais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. concordo.
      lua vc foi lentinha agora né gatinha.
      postamaisporfavor

      Excluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo