4 de jul de 2013

Uma lição de Amor - Capítulo 26. Parte 1


"Quantas pessoas tem no mundo, me diga? Quantas dela precisam de um único abraço"

N/a: Coloque para carregar Maroon 5 - Love Somebody Obs: Só ouça quando eu disser.

Eu não acredito que você tá fazendo isso comigo! - Murmurei na porta da casa da Sra Aguiar junto com Arthur. Eu estava de salto com um vestido rodado e ele de calça e blusa social e um allstar branco. Ele ficou falando o dia todo sobre isso, e eu não tinha como negar mais o fato de eu encontrar com a mãe do Arthur era realmente intrigante oque será que ela iria achar de mim? Que depois de ser dama de companhia do Arthur eu me arrastei pra ele? Ai meu Deus e agora... Eu quero fugir. Será que se eu sair correndo iria parecer muito louco da minha parte? É ia sim Lua.

- Tá tudo bem? - Arthur Perguntou abrindo a porta do carro e eu assenti com a cabeça meio nervosa
- Vem... - Ele pegou na minha mão indo até a casa. O Jardim era lindo não tinha como negar e a casa também... era grande e espaçosa. Mais tinha mudado muitas coisas
- Mamãe! - Arthur falou naquele jeito fofo abraçando a mãe me deixando com um pouco de vergonha. - Querido, a quanto tempo como você táááá! Ai que saudade de apertar essas bochechas. - A Mãe de Arthur brincou e eu ri baixinho.
- Mãe, menos por favor... - Arthur falou entredentes constrangido me fazendo rir – Mãe essa é a Lu – Ele me abraçou e eu sorri – Olá, como vai! - Cumprimentei a Sra Aguiar educadamente sorrindo.
- Oi docinho! Você não é aquela que...
- É mãe é ela! - Arthur me abraçou por trás e eu sorri
- Dois par de malucos? Eu descobri sobre o mel no exame de urina! - Ela brincou fazendo uma voz de zangada fazendo nós dois rir.
- Minha maluca preferida. - Arthur disse ainda me abraçando por trás me dando um beijo na bochecha me fazendo sorrir envergonhada. E quando eu dei por mim já estávamos no sofá rindo e falando coisas da viajem e sobre o colegial. Tinha falado a ela que estava fazendo faculdade de estilista e que pretendia desenhar pra todo o pais. Ela ficou deslumbrada quando eu mostrei alguns looks que tinha na minha bolsa desenhado no papel. Arthur falou que turnê que eles estavam viajando por todo o pais e como sentia saudade de mim e que também ficava deslumbrado por cada canto do mundo. Como o Arthur tinha dito a mim naquele dia no aeroporto no dia da viagem pra Itália, a mãe dele realmente tinha mudado. Ela não era mais arrogante como antes. Quando eu dei por mim já estava super confortável sentada no sofá junto com Arthur bebendo vinho junto com a mãe dele no outro sofá antes do jantar.

- Arthur, eu não acredito que você fez isso com o Micael! Coitado! - Sra Aguiar riu
- Ham, eu também acho... tadinho do Micael... - Eu ri
- Mais gente, a gente estava na França. E só tinha uma opção, ou só saia eu o Chay e o Will ou ficava todo mundo preso no hotel. Então como o Micael não queria ir pro pub e também não queria que a gente fosse o Will teve a ideia de prender ele no hotel.
- Mais ele deve ter passado fome! - Rebati
- Amor, na época o quarto tinha frigobar, vídeo game tudo oque ele presiva – Arthur zoou e nós ouvimos a campanhia tocar
- Meu Deus vocês não tem juíso – Ela riu, se levantando para atender a campanhia
– Mãe, tá esperando mais alguém? - Arthur perguntou curioso
- Vocês já vão saber... - Ela piscou indo em direção a porta deixando eu e Arthur sozinhos
- Quem será? - Arthur me olhou de rabo de olho em quanto eu estava com a cabeça em seu ombro brincando com uma das suas mãos. - Não sei... Deve ser alguém da sua família...
- Não sei não hein...
- Oque os meninos tão fazendo agora? - Perguntei baixinho pra ele ainda com a cabeça encostada em seu ombro – Chay e Mel foram sair... Will e Ane devem tá no apartamento aprontando, e o Micael e a Sophia foram no cinema.
- Hm...Falta pouco pra turnê né? - Mordi o lábio inferior e ele me olhou
- A Gente prometeu que ia aproveitar cada segundo lembra? - Ele sussurrou aproximando seu rosto no meu e roçando seu nariz no meu até me da um selinho.
- Aham... - Confirmei

- Queridos, esse é o Harry! - Sra Aguiar chegou abraçada com um cara da mesma idade que ela, pelo menos parecia,ele tinha mais ou menos uns 40 anos, era branco, cabelo loiro e um sorriso estampado no rosto. Levantamos rapidamente e eu logo vi o sorriso da cara de Arthur se desfazer..

- Prazer, Harry.. Lua namorada de Arthur! - O Cumprimentei sorrindo envergonhada com um apeto de mão e ele sorriu
- O mãe que é ele? - Arthur perguntou entredentes - eita isso não ia prestar.
- Meu namorado filho, Harry e eu vamos nos casar! - Ela sorriu, e eu apenas abri mau sorrisão orgulhosa por ela
- Han? Co-como é q-que é? - Gaguejou
- Vamos nos casar meu filho...
- O MÃE! - Arthur chamou a atenção ensinumado e eu apenas segurei no seu braço – Hey segura a tua onda ai... - Sussurrei baixinho em seu ouvido.
- Oque foi Arthur, eu já estou grandinha de mais pra da satisfação da minha vida pra você!
- Er.. Prazer Arthur... -Harry sorriu entredentes e Arthur apenas assentiu.. - Prazer – Respondeu com uma das suas piores caras do mundo.
- Bom crianças vamos jantar! - Sra Aguiar desconversou animada seguindo até a sala de jantar
- Trouxe esse pra gente amor... - Harry falou dando o vinho para a mãe de Arthur que sorriu boba e eu vi Arthur fazer uma careta
- Obrigada! - Respondeu

O Jantar todo Arthur não deu uma palavra. Ficou a maioria do tempo de cara fechada e ás vezes falava alguma coisa mais não deu uma palavra com Harry. Pelo visto o ciume do Arthur não era só comigo, mais cara era a mãe dele, ela tinha direito de se casar novamente ser feliz, já que o pai de Arthur tinha sumido no mundo a muitos anos atrás. Mais isso era que ele e a sua mãe tinham superado juntos. Oque me deixava muito feliz, por que mesmo eu não tendo meus pais ao meu lado eu sábia que eles estavam sempre comigo. No meu coração. Will e Arthur agora eram a minha vida. Com eles eu me sentia extremamente segura, e eu sábia que ninguém poderia tirar isso de mim. Não outra vez. Depois do jantar ficamos tomando vinho e conversando sobre algumas coisas na sala jogando baralho e conversando sobre a vida alheia. 

- Epa! Bati! - Sra Aguiar falou sorrindo e nós rimos
- Vem Lu... vamos ali na cozinha beber água.. - Arthur se levantou puxando a minha mão e fomos em silencio até a cozinha. A cozinha era bem grande e planejada com vários balcões armário, pia com fugão embutido no balcão... era realmente linda. Arthur se escorou no balcão me puxando para ficar no na sua frente entrelaçando nossas mãos.. E eu apenas suspirei.

- Tá bolado com o lance da sua mãe não é?
- Não consigo imaginar a minha mãe namorando – Ele fez careta ao falar e eu ri
- Arthur a sua mãe também e gente sábia? - Arquei uma das sobrancelhas e ele fez careta
- Mais sei lá é esquisito.. ver a minha mãe...
- Transando? - Eu ri
- É... - Ele soltou outra gargalhada
- Isso é machismo sábia? - Arqueei uma das sobrancelhas o encarando e eu ri olhando pra aquele par de olhos castanhos. E ele logo me agarrou me abraçando e separando nossos rostos pra me olhar. - É? Então eu quero ficar com você pra sempre pra nunca poder imaginar esse tipo de coisa com você. - Ele falou falou com aquela voz brincalhona me fazendo gargalhar.
- Como eu vou da o meu coração pra alguém se ele já tem dono? - Fransi uma sobrancelha o encarando. - Acho muito bom Lua Blanco – Ele sorriu com aquele sorriso galanteador antes de encostar sua boca na minha e me beijar profundamente nos seus braços.
Lutar pelo amor é bom, mas alcançá-lo sem luta é melhor. - Sussurrei entre dentes no seu ouvido e ele sorriu consigo mesmo até arquear uma sobrancelha - Willian Shakespeare?
- O próprio – Sorri
- Ainda lembra do trabalho?
- Lembro, você pelo jeito esqueceu dele interido, sua anta – Ele abriu a boca para protestar mais antes que disesse qualquer coisa o beijei lentamente – Alegrias violentas, tem fins violentos. - Sussurei
- Falecendo no triunfo, como fogo e povora - Falou beijando meu pescoço e eu senti meu corpo inteiro se arrepiar
- Que um beijo a consomem – Completei olhando para aqueles olhos castanhos e só eu pude ver que a minha vida toda rodeava a dele.
- Crianças? - Ouvimos a voz da Sra Aguiar e nos separamos um pouco e olhamos para a porta para fita-la. - Que foi mãe? - Arthur falou num tom derrotado que me fez rir
- Vamos ver um filme agora, já pra sala, e nada de ficar namorando na cozinha! - Falou num tom severo brincalhão e nós demos um suspiro derrotado a obedecemos a seguindo até a sala.

* * * * * * * *

- Oh ! Romeu e Julieta? Puta que paril,era coincidência de mais, ou não? A Mãe de Arthur sentou no sofá grande de frente pra TV com Harry, oque deixou Arthur mais puto ainda. Deitamos no chão em cima do tapete da sala com vários poofs, e me aninhei nos braços de Arthur que contornava minha cintura, dei um suspiro e sussurrei: 
- Será que a sua mãe viu a gente conversando sobre Shakespeare, ou é coincidência de mais? - Arquei uma sobrancelha e ele riu – Ela acabou de kiibar a gente – sussurrou de volta e eu comecei a rir baixinho para que nem ela e Harry escutasse. O Filme todo foi um verdadeiro drama, eu nunca tinha visto tanto soluço da Sra Aguiar em toda minha vida, pelo amor de Deus, oque era aquele filme? Tá bom a parte que o Romeu morria era trágica e eu confesso que saiu uma lágrima do meu olho, mais é claro que eu limpei rapidinho pra que o Arthur não visse, mais que coisa idiota! Mais shakespeare caprichou nesse filme, todo amor, e toda luta e drama para que eles ficassem juntos tinham valido a pena. Pensei se um dia eu faria essa loucura de amor por alguém... Quer dizer, eu daria minha vida para ver o amor da minha vida feliz, e eu tinha certeza que esse alguém era Arthur. Fechei os olhos lentamente , o sono já tomava conta de mim, eu queria dormir, mais Lua você não podia dormir. Dei um suspiro lentamente fechando os olhos e me aninhando no peito de Arthur que tinha a cabeça encostada na minha, é ele também tinha dormido.

* * * * * * *

- Lu? Amor... Lu acorda...!
- Oi...- Falei lentamente inclinando a cabeça olhando pra Arthur e levantei ficando sentada cosando os olhos
- Que que foi? - Perguntei confusa
- A gente dormiu...
- Cadê a Sra Aguiar e Harry? - Perguntei preocupada e ele fez careta
- Não quero nem imaginar oque eles tão fazendo agora, então levanta logo e vamo dormir – Ele me puxou para que eu levantasse me puxando e eu fui resmungando de sono até o seu quarto.


- Eu não posso dormir aqui! Não trouse roupa! E nem escovas de dente! - Falei resmungando sentando na sua cama grande de casal
- Não me importo de você dormir de calcinha e sutiã! - Ele riu trocando de blusa e colocando uma regata do mickey e tirando o shot ficando só de Box, AI PAPAI, Esse menino ainda quer me matar
- Idiota! Joga logo essa camisa ai! - Falei apontando pra camisa que ele tinha acabado de tirar e ele riu jogando na minha direção, e eu fui em direção ao banheiro do seu quarto e antes que eu fechasse a porta ele gritou – E Lu, tem encovas de dentes na gaveta! - Ele gritou e eu dei uma gargalhada fechando a porta e me trocando. Tirei meu vestido e a minha sandália, e vesti a blusa de Arthur que dava um belo vestido pra mim, curto mais dava. Soltei meu cabelo e tirei os brincos e as pulseiras e abri a gaveta que ele tinha falado e tinha um monte de escovas de dentes lacradas, abri uma e passei pasta escovando meus dentes e depois gargarejando, passei água no meu rosto e sequei tirando toda aquela maquiagem. Me olhei no espelho pela ultima vez e pensei ' linda e sexy' só que não. Sai do banheiro bocejando e despreguiçando em sua direção e vi Arthur arquear a sobrancelha com um tom malicioso. E eu gargalhei – Que que foi Aguiar? - Arquei as sobrancelhas deitando ao seu lado de brusso olhando pra ele – Já te disseram que você fica sexy com essa camisa?
- Já, no jogo de bascket quando o time de futebol masculino do 2° ano roubaram nossas roupas e eu e as meninas tivemos que nos virar pra arrumar outras roupas, e o Chay me emprestou uma camisa – Ri 
 - Não me lembra disso Lu, me da nojo lembrar aqueles idiotas olhando pra você
- Nossa , Arthur! Naquela época a gente não namorava lembra? E você tava com a Jhessy
- Lu, quer mesmo falar sobre isso?
- Não... - Sussurrei olhando pros seus olhos castanhos bem perto dos meus
- Oque a gente vai fazer amanha? - Perguntou e eu mordi o lábio inferior
- Acho que eu já sei..
- Oque?
- Amanhã eu te conto, boa noite bebê! - Sorri fechando os olhos
- Boa noite princesa!

* * * * * * * *

Bossegei sentindo meus olhos coçarem e levantei indo em direção ao banheiro, Arthur ainda dormia feito pedra na cama, escovei meus dentes e passei uma água no rosto e apoiei minhas mãos na pia olhando pro meu rosto, respirei fundo tentando desviar qualquer pensamento que essa casa me trazia, eram tantos.

#Flasback 4 anos atrás

- Como você consegue ser tão idiota assim? Quer dizer, porque fez com que as outras garotas fossem embora?- Perguntou sentada na cama de Arthur com as pernas cruzadas e ele suspirou
- Não sei... Sabe, desde quando eu era pequeno e tinha esses problemas, a minha mãe sempre me deixava com babás do tipo, e elas eram tão arrogantes... Não gosto de nem de pensar e elas nunca iam com a minha cara sabe?
- Sei... - Sorri triste
- Lu..
- Oi?
- Obrigada por entrar na minha vida
- Não tem que agradesser a mim... eu só..
- Shh não fala nada... - Ele me interrompeu colocando seu dedo na minha boca e eu apenas sorri
- Fica comigo? - Ele perguntou acariciando meu rosto e eu apenas sorri de canto
- Arthur... eu.. - Mais antes que ele falasse qualquer coisa, ele me beijou inesperadamente, o beijo dele era tão... diferente? Era uma sensação boa no qual você nunca quer que acabe
- Eu fico, pra sempre. - Sorri e o meu telefone começou a tocar quebrando literalmente todo o clima que tinha.

- Preciso ir no banheiro já volto – falei indo em direção a porta do quarto
- Lu, seu celular tá tocando... - Ele avisou
- Deixa tocar, depois eu retorno – Sai do quarto indo em direção ao banheiro

Alguns minutos depois.

- Oi voltei! - Sorri, e logo vi a cara de bravo do Arthur que nunca tinha visto
- Show da Miley Cyrus com uma tal de Sophia né?

FlasbackOf

Engoli o seco, lembrando de tudo oque tinha acontecido naquela noite, mais meu Deus do céu, como eu era louca. Senti alguém me abraçar por trás e me da um beijinho no ombro que me fez sorrir consigo mesma virei pra frente o olhando e sentei em cima da pia com as pernas cruzadas nas dele, respirei fundo antes de quebrar o silêncio

- Me promete uma coisa?
- Oque? - Perguntou confuso
- Que se um dia a gente terminar...
- A Não Lu por favor..
- Deixa e eu fala cassete! Quando a agente terminar, vai ser por um motivo, muito grande? Que a gente não vai terminar igual daquela vez por aquele maldito show?
- Lu..
- Promete droga!
- Tá prometo! Mais a gente não terminou lembra? Quer dizer.. a gente voltou...
- Arthur eu sai daqui quando eu tinha 16 anos, eu tenho 19 a gente ficou três anos separados.
- Eu sei.. - Ele suspirou e eu encostei a cabeça em seu peito
- Eu amo você pequena..
- Eu também te amo! - Sussurrei me aguentando pra não chorar. Esperei Arthur tomar banho, e fomos para a cozinha onde Sra Aguiar e Harry tomavam café, confesso que a cara de Arthur não foi uma das melhores quando olhou ele. Tomamos café, e em fim eu voltei pra meu apartamento que eu dividia com a Sô. Cheguei em casa e estranhei por ela está tão quieta, Sophia provavelmente estaria dormindo ou não tinha dormido em casa. Foi até o quarto peguei roupas limpas, sapatilhas, calça jeans blusa de manga branca com detalhes e moletom rosa. Acabei de sair do banho e liguei a TV e sentei no sofá em busca de alguma coisa pra ler, novelas, filmes, programas de auditórios... Nossa nada me interessava. Epa pera NÃO ACREDITO. Tava dando Hannah Montana, Hannah Montana era a serie ipe mega serie melhor do mundo pra mim. Eu amava o jeito que a Miley fazia pra ser famosa e te uma vida normal, claro que eu preferia mil vezes sendo a Hannah pra sempre, mais ela revelou o segredo dela pra todo mundo por causa do Jhessi, por causa do amor da vida dela. E essa era uma verdadeira lição de amor.

Um comentário:

  1. Islânia camily05/07/2013 13:52

    áh que meigo a mamãe de "Lua" disse meu docinho. Posta mais por favor eu gostei "Gabi" por favor de novo eu sou a prima de "ANA CLARA" :(

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo