17 de jul de 2013

Minha irmã Adotiva.

Capítulo 278.
#Maratona



Arthur: E porque não me avisaram logo?(indagou repugnante enquanto pisava fundo no acelerador)

Sophia: Porque a gente te avisou logo.(revirou os olhos, enquanto observava a loira no banco de trás)

Arthur: Se vcs tivessem me avisado com mais antecedência talvez minha Pequena não tivesse passando mal.(resmungou enquanto manobrava o carro de forma inesperadamente ágil)

Mel: Arthur, meu amigo, deixa eu te lembrar uma coisinha(levou sua mão a sua franja a retirando de seu rosto) A Lua ta sentindo uma “porrada” de contração aqui e vc vai ficar discutindo com a gente porque não usamos nosso poder de telepatia pra te informar?(arqueou uma das sobrancelhas) Ta bem Lua? (olhou para a ruiva ao seu lado)

Lua: O que vc acha?(revirou os olhos, levando sua mão ao seu ventre procurando interromper aquele incomodo) Arthur eu não vou agüentar chegar ao hospital.(admitiu, enquanto sua respiração se tornava ofegante)

Arthur: Meu amor, calma, a gente já está chegando. (disse procurando distorcer a onde de adrenalina que seu corpo sofria naquele momento)

Lua: Calma Miguel.(fechou seus olhos, procurando se concentrar)Vai ficar tudo bem.(engoliu a seco)

Arthur: O que vcs estavam fazendo, hein?!(indagou arqueando uma das sobrancelhas) Porque acho muito improvável que a bolsa dela rompa aos seis meses de gestação sem que tenham feito nenhum tipo de exercício.(as alfinetaram desconfiado)

Mel: Claro que ela fez um exercício, alias ela vem fazendo.(molhou seus lábios com a língua)

Sophia: Vem?(arregalou os olhos surpresa)

Mel: Não sei se vc conhece, Thur, mas a Lua vem vivendo uma reprovação por parte do Victor, o conhece?! (usufruiu demasiadamente da ironia) Então , uma das recomendações para as grávidas é repouso e nenhum estresse, acho que seu pai não sabe disso.(negou com a cabeça)

Óh céus! Se Lua sofresse, ou se quer perdesse o filho, Victor sofreria as conseqüências.. Óh se sofreria.Prometeu Arthur a si mesmo.

Lua: AAAAIIIN.(sentiu uma apontada aguda em suas costas)

Aquilo realmente era algo insuportável, certificou a loira.

Arthur: Calma meu amor, só falta estacionar e pronto.(argumentou o moreno estacionando o carro o mais próximo da porta de entrada do hospital) Venha (disse abrindo a porta do carro) Eu a levo em meus braços.

Lua: Thur, deixe de bobeira (se levantou) Eu consigo andar.(o assegurou)

Arthur: Mulher minha não sofre, ok?! (a pegou no colo entrando na recepção do hospital)

---: Posso ajudar? (indagou uma recepcionista de olhos azuis, cabelos loiro, perfeitamente alinhados e escorridos até a altura do umbigo)

Que tipo de hospital contrata funcionarias como aquelas? Owwwn mais uma dor aguda lhe acertou em cheio...

A loira sentia suas mãos tremulas, enquanto aquele longos segundos que Arthur apresentava o estado clinico de Lua a recepcionista. E se Miguel não estivesse bem? E se estivesse morrid..Não! Não podia pensar naquela hipótese. Mas se isso acontecesse com certeza a culpa seria sua, somente sua, afinal fora a mesma quem escondeu a gravidez, foi a mesma que se envolver com o “irmão”. Não poderia culpa ninguém além dela mesmo.

Vania: Óh Lua?! Vc por aqui?(indagou a médica enquanto vinha coincidentemente em sua direção) Como está a futura mamãe?

Mel: Eu diria a preste mamãe.(a corrigiu)

Vania: Como “a preste”? (franziu o cenho, enquanto colocava sobre o balcão a ficha do ultimo paciente atendido) Além do mais, porque está no colo de Arthur?(fez careta)

Lua: A minha bolsa rompeu.(concluiu nervosa) Eu vou perder meu filho.(sentiu seus olhos arderem)

Vania: Claro que não.(a assegurou) Vamos logo.. Temos um parto a fazer.(ordenou) Se Lua permitir apenas Arthur poderá acompanhar, sinto muito meninas.(visualizou Melanie e Sophia)

Mel: A gente fica aqui, sem problemas.(se sentou em uma poltrona da recepção)

Lua: Thur, eu to com muito medo.(sussurrou ao mesmo)

Arthur: Vai da tudo certo,eu estou com vc, ta ok?!(a certificou-se, enquanto caminhava desta vez rumo a sala de cirurgia)

Era incrível como Arthur nunca reparara como era o vai e vem dos enfermeiros e pacientes naquele local, enquanto aguardava ser feita a aplicação de anestesia em Lua.

Lua: Thur, me promete uma coisa?(indagou, deixando uma lágrima escapulir por seu rosto)

Arthur: Claro, tudo o que quiser.(a beijou na testa)

Lua: Que vc não vai deixar nada acontecer ao nosso filho, e ..e que se acontecer não permita que eu sobreviva, por favor.(o implorou)

Arthur: “Adotada” vai dar tudo certo.(a alfinetou divertido, procurando entretê-la)

Vania: Muito bem Lua..(entrou a mesma na sala) Vamos começar, preciso que faça força, ok?! o máximo que puder.(deu uma piscadela para a mesma enquanto se posicionava)

A loira seguir a indicação da mesma, procurando exercer a maior força que poderá, mas era em vão...

Vania: Vamos, vc é capaz.(a incentivou)

Lua: Eu não vou conseguiu.(disse entre mais um impulso)

Vania: Vai, claro que vai...( persistiu) Vamos Lua, mas um pouco..

As gotas de suor já começavam a estampar o rosto da mesma, enquanto enfermeiros a rodeavam.

A cada gemido, a cama grito, fazia Arthur se sentir um lixo, por não poder fazer nada pra auxiliar, teria de fazer algo , teria de ter algo a fazer.

Vania: Muito bom Lua, já estou o vendo, estamos quase lá.(prosseguiu)

Lua: Eu to no meu limite, não agüento mais.(admitiu, mirando Arthur) Não vou conseguir.

Arthur: Vc não, mas nós vamos.(lhe esticou sua mão direita) Toda a força necessária eu te darei.

Óh céus! Arthur era indiscutivelmente sua escolha perfeita... Como pudera?! Ah sim! Aquele homem seria o pai de seu filho.

Arthur: Vamos?(indagou se agachando ao lado da loira)

Um impulso, dois...três.. e gemidos e gritos.

Vania: Isso , muito bom...Mas um pouquinho.(a incentivou)

Arthur: Miguel está chegando.(sussurrou o moreno a Lua)

Miguel.. Óh, o anjo de sua vida estava chegando e só dependia dela pra ele estar ao seu lado, somente dela.Um ultimo impulso e...

Óh céus!Um choro estridente soava por todo ambiente, arrancando um sorriso casando e realizado de Lua.

Arthur: Vc conseguiu meu amor.(concluiu lhe dando um selinho)

Lua: Nós conseguimos.(o corrigiu) Thur, ta tudo bem com ele?


Faltam dois capítulos  =/ 

2 comentários:

  1. Aaaaa passou tão rápido esses treze capítulos queria mais by:BEATRIZ

    ResponderExcluir
  2. ah que fofo!!!quando ele disse que ela não ia conseguir,mas,eles iam conseguir,eu quase chorei!!!tá d+++

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo