14 de jul de 2013

Minha irmã Adotiva.

Mulher perfeita! *--*

Capitulo 262.



Chay: Apenas acho que é  uma data pra não se passar em branco.(deu de ombros, retirando seu tenis)

Mel: Mas acho difícil a Luh aceitar qualquer tipo de comemoração.(se sentou sobre a cama do namorado, observando Pedro que se mantinha lendo um livro deitado em sua cama)

Chay: Mas morena, a Lua merece uma festinha, néh?!(concluiu enquanto jogava seu tênis debaixo da cama)

Mel: Eu se..(foi interrompida)

Pedro: Aniversário da Lua?(indagou, fingindo pouca importância)

Chay: Final de semana que vem.(deu de ombros se deitando ao lado de Melanie)

Mel: Mas isso não te interessa, néh!? Desde que vc resolveu ignorar a Lua por motivos totalmente sem nexo algum, acho que a vida da minha amiga não te diz respeito mais,néh?!(usufruiu demasiadamente do cinismo)

Pedro: Eu tenho meus motivos.(se limitou a dizer)

Mel: Motivo dos quais já foram esclarecidos e vc já sabe muito bem que quem te passou o sms no celular da Lua foi o Arthur, então não me venha com mais desculpas esfarrapadas.(levou as duas mãos a cintura)

Pedro: Como se o Arthur fosse meu maior problema.(ironizou)

Mel: Na boa, Pedro, eu te acho um gatinho e tudo mais, mas vc é uma pessoa anti social , que se fecha em seu "circulo orgulhoso".

Pedro: Melanie, vc não sabe o que eu to passando.(argumentou)

Mel: Claro que eu não sei, em vez de vc dividir o que ta sentindo ai com alguém, vc prefere a solidão..

Pedro: Não é por falta de companhia que eu to assim, até porque eu to saindo com a Rayana.(deu de ombros)

Mel: Com a “Tampinha de Xarope”?(arregalou os olhos surpresa) Olha aqui, garoto não decepciona minha amiga, se não dessa vez eu juro que te mato.

Pedro: Ela é uma boa pessoa.

Mel: Mas ta com ela pensando na Lua, néh?!(revirou os olhos)

Pedro: Não (Se levantou jogando seu livro sobre a cama) To com a Ray, pensando na Ray.(abriu a porta) Vc é capaz de compreender qualquer ser humano Melanie. (revirou os olhos, saindo do quarto e batendo fortemente e propositalmente a porta)

Chay: Eu vo quebrar a cara desse idiota que acha que pode falar de qualquer jeito com a minha namorada.(se levantou se encaminhando até a porta)

Mel: Oh meu palhacito , (o puxou pelo braço) as pessoas me julgam pela minha sinceridade.(Deu de ombros, puxando Chay pra cima da mesma) E eu sou incapaz de julgar qualquer pessoa por sua estupidez. (passou sua mão por debaixo da camiseta amarela de Chay, passeando suas mãos pelo peitoral do mesmo)

Chay: E sabia que é esse seu jeito “estrapolado” que me seduz?(deu uma piscadela para a mesma, dando-lhe um beijo folgoso)

Palavras? Pra que palavras se gestos, olhares e sentimentos podem falar mais alto?!

Óhhh! Estavam sim, famintos um do outro, embora sua ultima relação tivesse ocorrido a exatos 13 dias, os corpos dos mesmo já se desejavam.

Pressa? Claro, Melanie, se auto prontificou a retirar a camisa do mesmo , a arremessando no canto do quarto, entrelaçou suas pernas no quadril do namorado enquanto arranhava suas costas nuas sentindo que Chay acabara de retirar seu vestido e seu sutiã de uma só vez, deixando seus fartos seios, a mostra..

Enquanto Chay distribuía caricias , beijos, e mordidas naquela região, sentia um suportável ardor, em suas costas . Óhh Aquilo era gratificante! A morena queria mais.. Sentiu que a mão da mesma “voou” no botão e zíper de sua calça, a retirando da forma mais rápida possível e a arremessando perto da porta.. Óh a porta!

Mel: Chay...(fechou os olhos, sentindo as caricias do mesmo em suas coxas) A porta, meu amor.. Ta aberta..(suspirou ofegante)

Chay: Ninguém vai entrar aqui meu amor..(Resmungou enquanto voltava a beijá-la nos lábios e permitia que sua mão fosse até a calcinha vermelha da morena e a retirasse lentamente)

Óhh! Ele também a desejava com grande sagacidade. Melanie em meio ao “proibido” desejo acompanhou o mesmo e retirou as vestes intimas do namorado, enquanto sentia Chay lhe beijando o pescoço.. Enfim Chay a penetrou... os movimentos frenéticos se iniciaram em meio a gemidos abafados de ambos, movimentos que simplesmente os levavam a um transe de prazer inigualável.. E não bastou mais que alguns minutos para que ambos atingisse o ápice daquela deliciosa sensação e se jogassem suados sobre a cama.

Chay: Sabia que a cada dia que passa eu tenho mais certeza que vc é a mulher da minha vida? (acariciou as madeixas escuras de Melanie)

Mel: Até porque se estivesse outra eu já tinha jogado ela pela janela do 15º andar de um prédio.(advertiu divertido)

Chay: (gargalhou alto) Te amo, minha “fofurinha”..(lhe deu um selinho)

Mel: Também te amo , meu “perfeitinho imperfeito.”

6 comentários:

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo