5 de jul de 2013

Minha irmã Adotiva.



Capítulo 238.

Lua: Do que vc ta falando?(indagou, arqueando uma das sobrancelhas) Eu não tenho nada pra falar com vc.

Arthur: Mas eu tenho.( a puxou pelo braço até o final do corredor)

Lua: Solta meu braço(buscou se soltar) Vc ta me machucando.(resmungou)

Arthur:  Chama seu namoradinho pra vir te salvar das garras do “lobo mal”, chama..(usufruiu sarcasticamente da ironia)

Lua: Arthur vc bebeu, foi?(arregalou os olhos)

Arthur: Nunca tive em melhor estado.(um sorriso sarcástico brotou nos lábios do moreno, puxando a loira para que se encaminhasse pelo jardim da imensa faculdade)

Lia: O que vc quer comigo?(indagou já sentindo sua respiração se tornar ofegante)

Arthur: Isso.( a jogou contra a arvore, se aproximando o máximo possível dos lábios da loira a mirando) Eu sei que vc quer isso também, táh?!

Lua: Eu quero o que?(indagou, procurando se livrar da pouca distancia que selavam os dois)

Arthur: Isso.(passou a mãos direita sobra a coxa desnuda da loira com grande voracidade)

Lua: Arthur tira essas suas mãos nojentas de mim.(o advertiu sentindo seus olhos arderem)

Arthur: Qual é “adotada”, meses atrás eu não era nenhum nojento, néh?!(lhe roubou um selinho)

Lua: Meses atrás eu se quer conhecia vc.(cuspiu aquelas palavras da forma mais fria)

Arthur: Conhecia sim(Afirmou com a cabeça, pressionado a loira contra a árvore e lhe beijando seu pescoço)

Lua: É pelo última vez que eu te aviso, sai de perto de mim.(concluiu entre os dentes)

Arthur: Tudo bem (se afastou dois passos da mesma, mas não permitindo que fosse embora) Não te trouxe aqui pra isso mesmo.(Deu de ombros)

Lua agradeceu mentalmente por ouvir aquelas palavras sendo infiltradas em seus tímpanos.

Lua: O que vc quer?(indagou, preocupada)

Arthur: Quero te fazer uma proposta.(concluiu com um sorriso safado pairando em seus lábios)

Lua: Proposta?! A única proposta que eu aceito vinda de vc é que vc fique a cem metros de distancia minha e eu nunca mais falo com vc.(o alfinetou)

Arthur: Vc não agüentaria ficar sem falar comigo pro resto da sua vida, “adotada”. Vc é minha dependente.(se convenceu)

Lua: Não me faça rir.(gargalhou ironicamente)

Arthur: Aceite como quiser, mas a proposta que tenho a lhe oferecer e a seguinte, (voltou a se aproximar da loira) Antes a Carla era a amante, hj vc pode ser a próxima.(lhe roubou outro selinho)

Lua: Que?(arregalou os olhos, idgnada) O que vc disse?(indagou procurando dar oportunidade de Arthur reparar o estrondoso mal que fez a Lua ouvir aquilo)

Arthur: Eu ainda te quero “adotada”, te quero de todas as formas possíveis.(se aproximou ainda mais da mesma) Mas já que não posso te ter como primeira posso te ter como segundo, não?!(passou mais uma vez sua mão entre a coxa da Lua)

Lua concentrou toda a raiva que tinha, todas as frustrações, todos as magoas na mão direita a rodopiando e acertando em cheio o rosto de Arthur.

Arthur: Fico louca, foi? (indagou se afastando e lavando a mão onde sentiu um imenso ardor)

Lua: Vc pensa duas vezes antes de voltar a fazer essa proposta pra mim ou pra qualquer outra menina, vc pensa muito bem antes de voltar a colocar essa sua mão em mim, ok?! Pra mim vc não existe mais. (não conteve a uma lágrima fujona que simplesmente rolou como pedregulho em sua face) E o que tivemos pra mim não passou de uma brincadeira boba de adolescente. (Deu de ombros, dando as costas para o mesmo que se manteve calado e saindo daquele lugar, sem se que Arthur lhe impedir)

Como pudera ser tão cega ao ponto de não enxergar aquele “ser” em sua real forma, tinha se apaixonado por um idiota, perturbado, tinha nojo de si mesma, tinha nojo de Arthur, tinha nojo de ter acreditado naquelas palavras jogadas ao vento..

Arthur socou o ar... Bem que Micael havia lhe avisado que nada seria fácil, mas por incrível que pareça a resistência da loira atiçava seu lado aventureiro, e se ela pensou que o moreno havia simplesmente de lhe te-la da forma mais ridículo impossível, estava muito enganada.

Tudo estava errado, os amores, as amizades, as companhias, os pais, a vida, tudo, completamente tudo conspirava ao lado oposto de Lua. Estava farta de ter de agüentar tudo sozinha, mas principalmente de ver seus sonhos e seu futuro se desmanchando como um castelo de areia, não podia e nem queria acreditar naquele lado Arthur de ser.

Pedro: Lua o que aconteceu? (indagou ao vê-la caminhando pelo corredor desordenada) Aonde vc estava?


Arthur é um FDP 

3 comentários:

  1. totalmente FDP!!!putz',eu ainda não tô acreditando que ele disse isso!!!pelo jeito ele não presta mesmo...e Lu é quem sofre por isso!!!o amor causa muita dor..=(

    ResponderExcluir
  2. FDP é pouco pro q Arthur tá fzd. Quem ele pensa q é? #momentoputzrevoltznovamente O Arthur tá me fzd ter muita raiva dele, cafajeste! by: Paloma Passos

    ResponderExcluir
  3. Nossa demorou pra lu da um tapa na cara do Arthur.queria q ela desse um tapa na frente da Carla.

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo