10 de jul de 2013

Minha irmã Adotiva.



Capítulo 245.


Arthur: Eu só acho que não precisava disso tudo.(revirou os olhos, abrindo a porta de seu carro)

Sophiaa: Eu não to pedindo sua opinião, eu to pedindo pra vc me ajudar com as malas.(o alfinetou, empurrando  setes malas pra fora do carro)

Arthur: Pedindo com todo esse jeito é claro que eu não te ajudo.(repugnou , enquanto caminhava para dentro da casa de praia já familiarizada)

Micael: E é claro que vc não precisa dele pra isso , meu amor.(capturou o numero máximo de malas que suas mãos poderiam segurar)

Lua: Se fosse pra ele vir com esse mal humor, que ficasse em casa então.(bufou, pegando desajeitosamente as duas malas que havia trazido)

Mel: Pode deixar que eu mesma vou ter uma conversinha com ele, sobre esse “mal humor” dele.(saltou de dentro do carro) Amor,(mirou Chay) Leva as minhas coisas pra dentro?(indagou prestativa)

Chay: E como dizer não a minha “fofurinha”?(indagou lhe dando um selinho e recebendo um tapa do braço logo em seguida) Eiii, dói, viu?!

Mel: Era pra doer mesmo, seu audacioso.(fez bico) Não pode me chamar disso em publico.(o fuzilou com os olhos)

Chay: mas estamo..(foi interrompido)

Mel: Se vc acabar com a minha reputação eu acabo com o seu brinquedinho, ok?!(se mostrou seria, dando as costas e indo rumo a casa)

Chay: Só não arruma confusão, viu morena?!(a restringiu delicadamente)

Micael: Procura convencer o Arthur de que estamos de férias e não em uma “guerra civil”, “fofurinha”..(gargalhou divertido , escutando apenas o ranger da porta se fechar drasticamente e propositalmente)

Bom, Mel conversar com Arthur não tinha nada demais, mas Mel ter uma “conversinha” com Arthur era outro assunto completamente diferente, afinal a morena não dosava sua sinceridade e muito menos a forma com qual dirigia elas.

Arthur: Será que é pedir muito ,falar pra vcs não me amolarem.(resmungou , saindo do banheiro)

Mel: Que eu saiba vc não é faca.(revirou os olhos, ainda esmurrando a porta do quarto onde o moreno havia se instalado)

Arthur: Ah claro! Só podia ser a senhorita Melanie e suas “piadinhas” horríveis.( fez pouco caso, e se quer se levantou da cama)

Mel: Ah e senhor Aguiar com seus dias de TPM. Faça o favor néh bundudo, vc já passou dessa fase de trancar a porta do quarto pra fugir das pessoas.(pigarreou)

Arthur: Me erra Mel.(resmungou, se levantando)

Mel: Vc não vai abrir a porta?(indagou se certificando)

Arthur: Eu só vou avisar que se o que vc quer é dormir aqui, sinto te informar mas não temos o Chay entre nós.(comentou divertido abrindo a porta)

Mel: (entrou no quarto de imediato e fechou a porta a suas costas) Vc vai continuar com esse joguinho até quando?(indagou intolerante)

Arthur: Do que vc ta falando?(um sorriso sínico brotou nos lábios do mesmo)

Mel: Arthur, meu lindinho, eu sei que vc não é feito apenas de uma carinha de bebê, e sei também que seus pais se preocuparam em fazer um celebro pra colocar ai dentro, ok?! Agora me fala, será que é tão difícil pedir perdão?(indagou incoerente)

Arthur: Será que tem como vc falar na minha língua, por favor? Eu tenho que pedi perdão pra quem?(indagou, franzindo o cenho)

Mel: Pro Chapolim Colorado.(usufruiu demasiadamente da ironia)

Arthur: Melanie.(a repreendeu)

Mel: Qual é o seu próximo passo? Fazer de conta de que nada aconteceu já foi, e quando vc ver ela com outro? Vai fazer o que? Apontá-la e dizer que ela é sua?Sair aos socos com o “escolhido”? (indagou sucessivamente)

Arthur: De quem vc ta falando?

Mel: Para de ser imbecil e se liga que estamos falando da Lua, Lua Maria, aquela sua irmã que vc enche a boca pra dizer que é “adotada”, mas mata e morre por ela.(cuspiu as palavras de forma limpa)

Arthur: A só podia ser a “adotada” (cruzou os braços, sorrindo com sarcasmo) Foi ela quem te pediu pra viu aqui, não foi?(indagou com intolerância)

Mel: E vc acha mesmo que a loira ta perdendo o precioso tempo dela pensando em vc?(revirou os olhos) Ela tem mais o que fazer do que lutar por alguém que traiu não somente sua confiança, mas traiu sua felicidade, traiu seu corpo, traiu seus sentimentos...

Arthur: Ah! Então vc veio aqui jogar na minha cara que eu fui o errado por trair a “adotada”?(arqueou uma das sobrancelhas) Se for só isso pode sair.

Mel: Arthur, deixa de ser orgulhoso, será que vc não ta percebendo que vc ta acabando é com a sua vida? (levou as duas mãos a cabeça) Será que vc não nota o cara ridículo que vc ta se tornando, audacioso, pretensioso, lindo, mas te falta uma coisa essencial na vida de qualquer pessoa.. Sentimento, amor... Vc tem olhado tanto pro próprio “umbigo” que a única mulher que cai aos seus pés é a Carla.(Negou com a cabeça)

Arthur: Eu posso ter qualquer mulher que eu quiser.(Deu de ombros)

Arthur sabia que Melanie, tinha seus “fluxos de realidade” de vez em outra, mas também tinha a consciência que tinha se centrado tanto em Carla que se esquecera completamente de seus dons “conquistadores”

Mel: E isso é o problema, sua auto confiança te cega e não te deixa que vc ta perdendo quem te quer mais bem.(persistiu em sua sinceridade)

Arthur: Estranho esse jeito da Lua querer me ver bem, néh?!(revirou os olhos)

Mel: Ela só ta se defendendo, vc jogou as cartas , ela só ta jogando conforme você (o apontou) a ensinou.

Arthur: OOhhh! Tadinha da menina indefesa, tome cuidado morena eu sou o lobo mal.(usufruiu ridiculamente da ironia)

Mel: Não (negou com a cabeça) Vc não é o lobo mal, vc é um metade homem , metade menino, persistindo na idéia de que as pessoas são suas.

Arthur: Essa conversa ta me cansando.(bufou)

Mel: Claro “senhor eu sou o melhor”. Ah! E só mais uma coisa , tira essa cara de “sai de perto de perto de mim que eu nasci pra matar” que estamos de férias e queremos um pouco o tempo, ok?! E já que vc veio , tente suportar ver a Lua feliz sem a sua presença, táh?!( advertiu, saindo do quarto e batendo a porta fortemente)

Porra! Melanie , suas insinuações, e suas insistentes conversas serias que diziam tudo e nada ao mesmo tempo, aquela interrogação.. A felicidade de Lua sem a presença do mesmo?! Como assim? Será que tinha algo haver com a surpresa? Será que tinha homem envolvido? Será que tinha destino em caminho oposto?



Meleca mandando super bem u.u

Um comentário:

  1. Nossa,adorei o que a Mel disse!!!foi d+!!!

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo