12 de jul de 2013

A garota do intercâmbio - Cap 29





- Mãe! Chegamos! - Arthur berrou assim que Lexi girou a chave. Quando entramos, a casa estava escura e silenciosa , quando Arthur ia berrar de novo , eu e Lexi tapamos a sua boca ao identificar Kátia dormindo tranquilamente no sofá da sala com um porta retrato em mãos, e encolhida no sofá. Depois de uma breve discussão decidimos por fim não acorda-la, retirei lentamente o porta retratos de sua mão o colocando novamente na mesinha de centro, Lexi subiu para pegar um cobertor e Arthur um travesseiro. Em quanto fiquei a espera dos dois afastei um pouco a mesa de centro de vidro e puxando mais o sofá para abrir mais aquela área na qual deitávamos. Quando acabei reparei melhor na foto que estava em suas mãos, duas crianças todas lambuzadas de chocolate e sorrindo, um homem também rindo sujo de farinha e chocolate com um chapéu de cozinheiro e por fim ela com uma colher de pau em uma das mãos e na outra o recipiente cheio de doce, seu cabelo estava sujo apenas de farinha, mas em sua testa estava escrito AMOR, com bastante chocolate. Sorri com a foto Arthur já havia me contado do ocorrido. Ele e Lexi decidiram fazer um bolo surpresa no aniversário de Kátia, o pai deles ajudou, mas era um desastre na cozinha, por fim no meio a barulheira Kátia desceu as escadas e Arthur que passava correndo com a farinha nas mãos caiu no chão jogando farinha por todos os cantos. Novamente pus a foto em seu devido lugar e olhei meu celular 04h00min da manhã. Lexi desceu cobriu a mãe lhe deu um beijinho na testa, me abraçou fez o mesmo com o irmão e nos desejou boa - noite indo dormir. Arthur se aproximou me abraçando por trás me dando uns selinhos gostosos e arrepiantes no pescoço, e depois subindo para a boca, trocamos um beijo calmo e apaixonado durante alguns minutos (muitos minutos por sinal)pos Lexi desceu as escadas saltitando só de pijama, com o cabelo molhado e sem um pingo de maquiagem da cara e nos olhou com uma cara engraçada.

- Deus! Como conseguem ter tano fôlego? Cruzes... Tadinha da minha velha, ta de vela - Ela riu e foi para a cozinha, eu e Arthur trocamos um olhar cúmplice e subimos de mãos dadas.

- Ta entregue princesa - Ele me deu mais um selinho segurando minha nuca com cuidado, novamente sua língua pediu passagem e eu cedi facilmente, nunca me cansava do gosto de sua boca, do seu beijo... Era completamente viciante...

- Hm, até amanhã príncipe - Abracei-o pelo pescoço e o senti encostando seu nariz frio no meu ombro passando por ali, indo e voltando. Fazendo um carinho gostoso e delicado 

- Vou sentir sua falta... Hm escuta, amanhã vamos sair? Só eu e você? - Ele falou com uma carinha fofa e eu de pronto assenti com a cabeça sorrindo e ele retribuiu 

- Que horas? - Perguntei me deixando ficar entre suas pernas, em quanto ele se encostava a parede.

- Hm , não sei , prefere sair de dia ou de noite?

- De dia - Sussurrei encostando minha cabeça em seu peito recebendo um cafuné 

- Ta bom hm, Meio dia tá bom pra você? A gente almoça com a minha mãe e com a Alexa e passamos o dia fora, só eu e você - Ele riu no meu ouvido me deixando novamente arrepiada, senti seu nariz voltar a passear no meu pescoço e ombros... - Você se arrepia muito fácil princesa - Ele me deu um selinho e eu ri

- Seu carinho é gostoso... Mas só o seu carinho, você não - Fiz bico e ele arqueou as sobrancelhas rindo. 

- Ah eu não sou gostoso, ok, vamos ver - Ele inverteu nossas posições me pressionado na perde e me beijando avidamente e desesperadamente, mesmo sem fôlego continuei retribuindo seu beijo, o senti passar as mãos na minha cintura  e subir para minha nuca lentamente me deixando completamente arrepiada, passei as unhas no seu abdômen e o senti soltar um gemido baixinho me pressionado mais ainda até que um barulho de algo se quebrando nos assustou e nos separamos.

- Que porra é essa! - Ele se virou encarando Lexi catando uns cacos do que provavelmente já foi um copo 

- Culpa de vocês casal hot! Quer saber, Thur você limpa... - Ela levantou e ele gargalhou 

- No way! 

- Então tá eu te deduro amanhã , digo pra mamãe que foi você que quebrou o vaso chinês que a tia Melissa deu pra ela no casamento dela, lembra aquele que você ainda esconde os cacos enterrados no jardim, esse mesmo... Tem certeza que não vai limpar - Ela sorriu sarcástica e ele xingou, depois riu e se virou para mim voltando a me beijar como antes de Alexa interromper.

- Pronto, agora eu limpo - Ele falou e ela bufou entrando no seu quarto e eu acho que só não bateu a porta porque a mãe dormia.

- Que deu nela? - Sussurrei e ele riu 

- Do jeito que eu conheço minha irmã ela ta de TPM e brigou com algumas das amigas roqueirinhas dela - Ele deu de ombros começando a catar os cacos de vidro.

- Quer ajuda? - Toquei seu braço e ele negou com a cabeça 

- Vai dormir princesa, amanhã temos um dia cheio. 

- Ok, dorme bem... - Beijei sua bochecha e ele riu fofo 

- Sonhando todas as noites com você, sempre princesa - Ele piscou e eu senti meu rosto esquentar, abri a porta do quarto, pegando uma camisola e um lingerie limpa e sem chuva óbvio, e entrando na água quentinha do chuveiro, É Lua Blanco, você está apaixonada, falei suspirando e sorrindo ao mesmo tempo... O que esse garoto conseguiu fazer uh...



Continua ...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo