8 de jul de 2013

7ª Capítulo: "Tudo por uma promessa"


POV NARRADOR
Quando eu disse que a Lua tinha se fechado no seu mundo, falei mesmo a verdade…
A garota ao invés de aceitar dormir na casa do Arthur, preferiu ir para sua casa, onde morava com a mãe, e lá permanecer no quarto de Cláudia, chorando a noite toda.
Chorou ate não conseguir mais…



Hoje acordou com uma força estranha; os pressentimentos; umas energias… ela não sabia bem o que era. Mas os seus instintos so davam força a ela para continuar a lutar pela promessa que fez e seguir o caminho das duas mulheres guerreiras que teve na vida: a mae e a avó.

Do outro lado, e muito preocupado, estava Arthur. o jovem acordou ao horário normal e foi se encontrar com o Guga, seu melhor amigo. Arthur queria contar tudo o que tem acontecido nos últimos tempos: conhecer a Lua, “participar” na promessa da Lua, se APAIXONAR pela Lua e quem sabe constituir família e casar com a mesma, mas a verdade é que não podia. Tudo se tratava de um segredo…

Guga: cara, não entendo… voce parecia gostar tanto da sua ex-namorada e do dia para a noite fica encantado por uma loira? – disse o amigo confuso – voce sempre preferiu morenas
Arthur: eu já tive namoradas loiras
Guga: tá mas… é diferente.
Arthur: a Lua é diferente – sorriu – voce tinha de ver ela. Por mim, eu casava logo com ela
Guga ri: casar? Perai… quem é voce? O que fez com o meu amigo Arthur Aguiar?
Arthur ri: deixa de ser idiota… eu to falando para voce que ela me mudou muito. Não sou mais o arthur convencido, que não se importa com nada e so pensa em diversão…
Guga: quer dizer que acabaram as diversões?
Arthur: logico que não… mas não vou ser tao louco como antes
Guga: e quando é que eu vou conhecer ela?
Arthur: não sei…

Arthur sentiu o seu celular vibrar e foi ver do que se tratava. Era a Lua mandando mensagem

“Oi, bom dia. Acabei de acordei e estava pensando em irmos dar uma volta por ai, pegar uma praia quem sabe… vamos?”

“Oi Lua, bom dia. Como voce ta? E sim, alinho… que horas te pego e onde?”

O moreno não conseguiu evitar o sorriso. E  claro, que o amigo percebeu a diferença ligeira no seu rosto.

Guga: posso dizer uma coisa?
Arthur: o que?
Guga: acho que essa garota é um anjo. Nunca te vi sorrir para um celular…
Arthur ri: ela tem esse efeito em mim. E por falar nisso, tenho de ir embora
Guga: tá – disseram se levantando da esplanada do café à beira-mar – vai ter com ela?
Arthur: vou – sorriu – vou pegar ela agora, mas antes tenho de passar em casa
Guga: tá. Boa sorte no encontro – ele riu – depois fala alguma coisa.
Arthur: tá cara, abraço

Se despediram e seguiram os seus destinos.
Arthur foi com rumo a sua casa, pegar a sua sunga e outras coisas para a praia e logo de seguida, foi para casa da Lua. Até lá, ele se viu cinco vezes pelo espelho do carro, vendo se o seu topete estava bem arrumadinho.

Não que Lua quisesse sair para a praia, porque na verdade queria ir ver a sua mae no hospital. Mas era ir à praia, que ela sentia que tinha mesmo de fazer. Ver novas coisas, falar de assuntos diários e quem sabe saber mais algo sobre o seu futuro marido.
Lua entrou no carro, cumprimentou arthur com um beijo no rosto e foram em direção à praia. Pelo caminho, foram conversando.

Arthur: já arrumou as malas para irmos para a nossa nova casa?
Lua: ainda não… e voce?
Arthur: ainda não, mas tive separando umas coisas para não me esquecer a levar. Voce tá pronta para viver comigo?
Lua: é ruim?
Arthur ri: não… logico que não. – permaneceram calados – Lua…
Lua: hum? – disse ajeitando o seu cabelo
Arthur: nós vamos dormir no mesmo quarto?
Lua: não é o que os casais fazem?
Arthur: vamos dormir na mesma cama?
Lua: não é o que os casais fazem?
Arthur: e vamos dormir de conchinha?
Lua ri: não sei
Arthur: mas é o que os casais fazem – encarou ele
Lua ri: não sei, logo vemos…
Arthur: voce tem a certeza que quer levar essa promessa para a frente?
Lua: tenho… é pela a minha avó, ela merece
Arthur: ela realmente te conhecia muito né?
Lua: hum hum, como ninguém. Ela era como uma melhor amiga para mim
Arthur: ela até sabia que voce gostava de mim
Lua: ela percebia só pelos meus olhares nas festas em que voce ia com o seu avô
Arthur: o meu avô também era muito legal…

Finalmente chegaram na praia. Saíram do carro, com as mochilas e encaminharam-se até ao areal da praia da Copacabana do Rio. Estava um dia repleto de sol, perfeito para um bom mergulho na agua.
Arthur pensou que talvez fosse bom hoje se comportarem como verdadeiros namorados, então, enquanto escolhiam um lugar para porem as toalhas, arthur pegou a mao de Lua. Ela ficou nervosa, mas sorriu e continuou procurando um lugar perfeito para ficar.

Arthur: e o que voce acha se for ali? – apontou para um lugar na areia calmo, sem muita gente
Lua: perfeito

Foram até lá de mãos dadas. Assim que chegaram, se puseram à vontade e ficaram tomando sol.

Arthur: deixa eu passar creme em voce – disse pegando o protetor solar que estava na sua mochila
Lua: ta bom – ela segurou o cabelo e se virou de costas para arthur – voce já disse à sua mae que ia mudar de casa?
Arthur: eu falei com ela ontem… mas não foi uma conversa muito agradável. Não sei como ela vai aceitar a ideia. Mas hoje vou tornar a falar
Lua: e o seu pai, o que pensa de tudo isso?
Arthur: ele está numa viajem de trabalho, não sei como reagiu, não falei com ele, mas acho que a minha mae já falou disse com ele

Arthur acabou de passar o creme nas costas de Lua e depois eles trocaram as posições.

Arthur: voce fica incomodada se agente andar de mãos dadas por ai?
Lua: não – sorriu – claro que não
Arthur: e se agente se beijar?
Lua: eu não sei… - ela ficou sem jeito
Arthur: é que casal que é casal, beija, né?
Lua ri: logico – ela tapou o creme – vamos na agua?
Arthur: vamos linda

Arthur levantou e ajudou a sua “linda” a levantar da toalha também. Foram novamente até à agua de mãos dadas e assim que chegaram e sentiram aquela agua fria, se abraçaram de forma a se aquecerem um ao outro. Quando mais se afastavam, nadando, mais gargalhavas eles davam. Arthur sentia que lua estava triste por tudo o que tem acontecido à sua mae, então achou que a única maneira de fazer a Lua esquecer um pouco tudo, era fazendo ela sorrir.

Arthur ri: já imaginou ver uma baleia chegar aqui?
Lua ri: uma baleia chegar aqui? – ela riu – arthur, onde voce esta com a cabeça?
Arthur ri: aqui uê… mas já pensou?
Lua ri: não, nunca – ela riu de novo – voce é tao tolinho
Arthur: mas voce gosta né? – ele olhou bem para ela e nadou para mais perto dela
Lua: gosto – ela sorriu envergonhada

Lua sentia necessidade de ter arthur so para ela. Não da maneira que provavelmente vocês estão pensando, mas sim de uma maneira totalmente diferente. Simplesmente queria o abraço dele… mas o que acontece, é que esse abraço se tornou em algo mais… sim, eles se beijaram.
Foi um beijo calmo, muito suave e um quanto apaixonado. Assim que pararam, sem folego, sorriram um para o outro e depois nadaram por de baixo de agua.
Arthur agarrava Lua pela cintura, debaixo de agua, e ai iniciavam um novo beijo. Lua estava nas nuvens com toda aquela simpatia do jovem…

(…)

Após o longo dia deles, Lua aceitou ficar de novo na casa do arthur. o jantar lá em casa, foi um pouco estranho pois arthur voltou a falar no tema “mudar de casa”. Katia não gostou da ideia, mas aceitou, pois o jovem já é maior de idade e sabe muito bem tomar conta de si.

Após o jantar, os dois jovens foram até ao quarto em que Lua ia ficar.

Arthur: tenho de te apresentar para o meu melhor amigo
Lua: quem é ele?
Arthur: é o Guga. Assim que agente for para a nova casa, eu vos apresento
Lua: arthur… posso te fazer uma pergunta?
Arthur: pode
Lua: como voce consegue ficar esse tempo todo comigo? Como é que voce consegue mudar a sua vida de um dia para o outro e começar uma relação comigo e ainda aceitar o facto de termo de morar juntos, casar e ter filhos?
Arthur: pensei que seria só uma pergunta – ele riu – mas eu respondo
Lua: fala a verdade por favor
Arthur: eu vou falar. Entre nós não vai haver mentiras
Lua: acho bem mesmo
Arthur: eu entrei nisso com voce para esquecer a minha ex-namorada, porque ela me machucou muito. No inicio desses dias, eu meio que te usei para esquecer ela, mas agora eu juro que estou com voce porque quero… sinto muito a sua falta quando não te vejo e so me sinto bem do seu lado. Acho que sim, to gostando de voce… digamos que meio que foi amor à primeira vista – ele disse o mais sincero possível

Lua ficou sem palavras, sem palavras mesmo.
Apenas se emocionou com as palavras do jovem e o abraçou bem forte, sorrindo, feliz.

E ai, o que estao achando dessa web?

2 comentários:

  1. Amor à primeira vista é tão d+++...a Arthur é fofo d+ nessa web...e tá muito linda Fanny <3....

    ResponderExcluir
  2. Essa web é incrivel. To adorando.
    Ela e d++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++ KKK e deu pra notar que eu gosto dela mesmo dela né?
    Greicy K.

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo