27 de jul de 2013

34ª Capítulo: "Tudo por uma promessa"

POV NARRADOR
Dá para acreditar que esses cinco dias passaram como duas horas vendo um serie de entretenimento? É que passou tao rápido, que ninguém tem essa noção.
Arthur e Lua muito menos, pois foram eles que ficaram em lua-de-mel aqui nesse lugar encantador que é Nassau.



O voo era às 8horas da manha, o que era suposto estarem no aeroporto às 7horas e acordarem às 6horas da manha, visto que o hotel fica perto de lá.
Assim que o despertador tocou, Arthur nem conseguia acreditar na reviravolta que a sua vida ia dar agora. Adeus ferias, adeus aguas lindas, adeus Nassau!

Arthur: amor, acorda, acabou o descanso – disse ele, passando a mão pelas costas nuas dela, enquanto dormia – foi muito bom enquanto durou – desabafou ele, depositando um beijo na loirinha – amor, acorda
Lua: serio? – disse ainda virada para o lado, de olhos fechado, mas depois virou, se cobrindo com o lençol – jura que temos de ir?
Arthur: juro – riu, junto com um sorriso lindo – quem toma banho primeiro?
Lua: eu – disse se espreguiçando
Arthur: não, eu tive uma ideia bem melhor – disse, à segurando pela cintura – vamos os dois
Lua ri: não bebé, isso vai demorar mais
Arthur ri: não vai não… eu prometo não ser safado
Lua: que nem ontem né? – falou o encarando

Ontem, após o casal chegar da piscina, Lua entrou no quarto e correu para o banheiro, para ser a primeira a tomar duche e se refrescar em agua fria. Enquanto a loirinha tomava banho, Arthur entrou no banheiro com a desculpa que “estava aflitinho” e entrou no duche junto com ela.
Depois, o casal saiu junto do banho e foram para o quarto, enroladinhos… se amaram e caíram na cama, acordando hoje.

Mas agora, não podia ser assim. Eles tinham tarefas para fazerem, alem de tomarem banho. Tinham de arrumar umas ultimas coisinhas, e ter o cuidado de nada ficar no hotel; tinham ainda de pagar a conta do hotel e ir para o aeroporto. Abandonado assim, para sempre ou não, Nassau.

(…)

Em plena viajem…

Lua: Arthur… Arthuuur – chamou ele, que dormia
Arthur: hum? – disse abrindo os olhos – que foi? Tá passando mal? – disse preocupado
Lua: não… pelo contrario – sorriu – to muito bem – segurou o braço dele, doce – eu só queria agora mesmo, sorvete de chocolate
Arthur: de novo sorvete de chocolate? Voce comeu ontem… sabia que vai ficar gorda assim?
Lua: affff, que ridículo voce – cruzou os braços – eu aqui falando doce com voce, e voce me tratando desse jeito
Arthur ri: amor, eu estava brincando com voce – tento abraçar a loirinha irritadinha – mas olha amor, estamos no meio das nuvens agora, como voce quer que eu arranje sorvete agora?
Lua: se vira, o filho também é seu!
Arthur: é nosso! – olhou ela – não fica bravinha comigo – pediu, fazendo bico
Lua: fico sim! Voce me chamou de gorda
Arthur ri: eu disse que voce iria ficar gorda e não que voce era gorda
Lua: o que vai dar o mesmo
Xx: precisam de alguma coisa? – disse a aeromoça
Arthur: não, obrigado, está tudo bem! – a moça saiu e o Arthur olhou ela de cima a baixo
Lua: juro que voce fazer greve com voce! – disse, dando um tapinha leve no rosto dele
Arthur: ãhn? – lhe dando atenção
Lua: GREVE! – quase gritou
Arthur: hoje é greve no brasil? – interrogou
Lua: e na sua cama também será! Aff – olhou a janela e ficou o resto da viajem sem falar com ele

Mas algumas horas passaram e finalmente os moçinhos chegaram ao brasil. Receberam as malas, verificaram se tudo estava certo e de seguida foram para a parte das chegadas, onde foram recebidos por Mel, Sophia, Guga e os pais do Arthur.

Mel: seus lindos – gritou, correndo na direção de Lua e Arthur
Arthur: ahww, que saudades – abraçou ela
Sophia: Luaaa, sua linda – abraçou a menina – voce tá mais morena moça – riu
Lua ri: aii Sophia, aquele sol me fez tao bem – riu de novo
Guga: e ai cara? – abraçou Arthur
Arthur ri: Guga, e ai?
Lua: olá dona Katia – cumprimentou – como está senhor Leo (pai do Arthur)?
Leo: por favor, só Leo
Lua ri: tá, vou tentar
Katia: estou muito bem e voce Lua? Como foi a lua-de-mel?
Lua: muito linda. Adorei tudo! – sorriu
Leo: ainda bem. Vocês merecem aquele lugar. É super lindo para um jovem casal como vocês
Arthur: é, eu também achei – pôs a mão na cintura da Lua
Mel: bom, vamos?
Sophia: antes de ontem, agente passou na vossa casa e deixamos tudo arrumadinho e limpinho para vocês
Arthur: obrigado de novo
Guga: cara, mais voce não sabe dizer outra coisa?
Lua ri: obrigada meninas. Realmente no dia de ir para Nassau, agente deixou a casa numa confusão por causa de fazer as malas.
Katia: mas bom, agora vocês vao poder relaxar dessa viajem. Venham até à nossa casa, vamos jantar e depois o nosso motorista deixa vocês na vossa casa.
Arthur: tá, vamos embora!

E assim foi. Durante o caminho até à grande casa dos pais do Arthur, percebia-se um certo nervosismo da parte deles e da Mel também, que sabia a razão daquela agitação toda.
Enfim, Arthur ignorou, pensou não ser nada e foram para casa deles. Chegando lá, viu Leo abrir a porta normalmente e entrarem em casa como se nada de diferente se notasse.

Arthur: mae, cade a empregada daqui?
Katia: foi demitida
Arthur: mas porque? – ele estranhou
Leo: foi incompetente… mas não vamos dar importância a isso. – disfarçou
Arthur: mas ela trabalhava aqui à tantos anos, porque razão ela foi despedida?
Katia: Arthur, vamos deixar de falar disso ok?
Arthur: claro… bom, eu e a Lua vamos subir para o meu quarto… quero dizer, ainda tem aqui né?
Leo ri: claro filho. Aquele quarto sempre será seu
Guga: quer dizer, vocês vao prá lá e agente fica aqui é?
Sophia ri: é preciso ter lata
Arthur ri: é só um pouco…

Arthur pegou a mao de Lua e os dois subiram para o quarto. Lua estranhou a reação de Arthur, mas mesmo assim se deixou ser guiada por ele. Entrando lá no quarto, ela sentou na cama, deixando ele de pé, ao pé da janela.

Lua: quis subir porquê?
Arthur: queria falar com vocês sobre a gravidez mas agora também outra coisa – disse misterioso – é estranho a empregada ter sido despedida. O que será que ela fez?
Lua: não sei… vai que não fez algo direito ou então, tirou algo daqui
Arthur ri: voce não conhecia mesmo ela – riu de novo – era impossível ela ter feito uma coisa dessas porque ela era amiga da minha mae à muitos anos… é estranho!
Lua: mas qual é a outra coisa que voce queria falar?
Arthur: é sobre agente… ou melhor, a gravidez – sentou ao lado de Lua, na cama e pegou a mao dela – acho melhor não contar nada hoje.
Lua: mas porque?
Arthur: chegamos hoje de viajem e casamos na semana passada… não é estranho?
Lua: tá… se voce diz – ficou triste
Arthur: que carinha é essa?
Lua: nada… - mentiu ela – apenas pensei que voce ia tirar a toalha e botar todas as cartas na mesa
Arthur ri: tirar a toalha?
Lua ri: ahh, voce sabe o que eu quero dizer – riu com a própria babaquice que disse
Arthur: tá, mas eu sei. Voce queria que eu contasse para todo o mundo que vamos ser pais e que estamos felizes e bla bla bla, né?
Lua: bla bla bla? – ela não entendeu – voce tá achando que isso aqui é uma idiotice né?
Arthur: claro que não… foi apenas maneira de dizer!
Lua: tem dias que voce consegue ser fofo, mas tanto é fofo como também um verdadeiro idiota! – brigou e dito isso, saiu fula do quarto
Arthur: Lua… - tarde de mais, a menina já tinha saído

(…)

O jantar foi normal, animado e uma delicia.
Apesar da briguinha do casal, eles conseguiram disfarçar perante todos que ainda continuavam aquele casal apaixonado de Nassau. Logico que ela apaixonados, mas apenas brigados, ou melhor, a Lua irritada com o Arthur.

Após o jantar, Leo deixou eles em casa.

Lua: casa, finalmente – se deitou no sofá, super cansada
Arthur: vamos subir amor? Tá tarde!
Lua: não me chama de amor! – replicou, irritadinha
Arthur: Lua, serio?
Lua: muito serio!
Arthur: será que voce vai ficar assim os 9 meses?
Lua: assim? Assim como?
Arthur: irritante e burrinha – deitou tudo para fora
Lua: como é que é? – não quis acreditar
Arthur: aii meu pai – pos as mãos à cabeça, quando se apercebeu da borrada que disse
Lua: olha Arthur Aguiar, fica sabendo que voce não vai dormir na mesma cama nem quarto que eu!

Lua subiu para o quarto, super irritada com o comentário infeliz dele e se trancou lá. Arthur respirou fundo, varias vezes, para não se exaltar e sair de casa como fazia com todas as outras suas namoradas, pois agora a Lua não é apenas namorada e sim mulher, alem disse, está gravida o que faz com que ele não cometa uma loucura dessas.
Ele se limitou a dormir no quarto de hospedes e desejando que chegasse o novo dia para cuidar à seria do seu “amor”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo