15 de jul de 2013

21º Capítulo: "Tudo por uma promessa"


POV NARRADOR
Os dois loucos ontem, apos se amarem como nunca, quase foram flagrados por Matilde, que chegou a casa antes das horas previstas.
FLASH BACK

Estavam os dois, cansados e suados, deitados lado a lado na cama, ainda recuperando o pouco folgo que tinham, quando sentem a porta de casa bater. Ficaram nas calmas, pois tinham a certeza de que era Matilde que estava chegando, e tinham razão.

O pior foi mesmo quando ela começou a subir as escadas e ai se aperceberam-se de que estavam ouvindo demais o barulho das passadas dela. Arthur ainda jogou a piadinha de que “ela é gorda, daí se ouve tudo”… mas não, ele estava errado.
A porta do quarto deles estava aberta e Lua so se apercebeu disso quando Matilde estava chegando ao canto de cima das escadas para ir para o seu quarto. Arthur ficou super aflito com a situação, pegou o lençol e correu em direção à porta, fechando ela, mas Matilde viu ele… ele fechou mais de metade da porta, deixando so a cabeça de fora, para poder falar com Matilde…

Matilde: Arthur – chamou ele, se apercebendo de que algo estava acontecendo – eu precisava de falar com vocês…
Arthur: sabe o que é que é? É que agora não dá e…

Parou assim que sentiu um tapa na sua bunda… quem foi a atrevida? A Lua claro!
A menina aproveitou a situação embaraçosa, levantou da cama embrulhada com o outro lençol, passou por Arthur, dando um tapa na bunda dele e de seguida correndo para o banheiro do quarto dando risadas.
Arthur ficou envergonhado, dado que parou de falar com Matilde e ainda por cima, o seu lençol ficou meio caído, mas felizmente ela não podia vez nada.

Arthur: … bom, agora não dá tá? Depois falamos…

Arthur fechou a porta, morreu de vergonha, mas depois ressuscitou enquanto ouvia as gargalhadas da Lua no banheiro.
Como é logico, Matilde percebeu tudo! T-U-D-O-!

FLASH BACK OFF

Mas hoje nada disso ia acontecer, não por agora, pois o casal decidiu levantar da cama para tratar de coisas importantes.
Enquanto Lua tratava do café da manha, Arthur tomava banho. Matilde aproveitou Lua estar sozinha, para falar com ela…

Matilde: bom dia Lua
Lua: oi, bom dia
Matilde: bom… eu não queria falar disso com voce… mas acho que se eu não falar, eu morro!
Lua: falar sobre o que? – disse ela levando o pao para a mesa
Matilde: é sobre ontem… eu percebi o que vocês estavam fazendo

Lua deixou cair o caneca do café no chao, deixando ela partir, assim que Matilde falou… ela ficou super vermelha, super envergonhada e super sem jeito!

Lua: droga! – reclamou
Matilde: calma Lua, é normal…
Lua: logico que não né? Desculpa, sei que é ruim e embaraçoso…
Matilde: vocês estão na vossa casa, é normal – Matilde juntou os cacos da caneca – mas disfarçaram super mal – ela riu, falsa
Lua: é… - Lua ficou super vermelha, sem saber o que dizer

Na hora da “aventura” foi super divertido e muito engraçado ver o Arthur chegar no banheiro de toalha na mao, com o rosto super vermelho, mas agora Lua entende a vergonha que ele passou.

Enfim, o que passou, não volta mais.
Os três tomaram o café da manha juntos na cozinha, e trocaram alguns dedos de conversa. De seguida, Matilde falou de novo que ia sair e Lua e Arthur fizeram o mesmo.

Arthur: é tudo culpa sua – disse ele rindo, enquanto ela contava o que aconteceu, antes de ele chegar à cozinha
Lua: nossa, acho que ontem exagerei… ontem eu era outra Lua.
Arthur: voce saiu um pouco da linha, isso é fato – ele riu – mas o que tem isso de mal?
Lua: eu não era assim… eu era quietinha, santinha no bom sentido logico. Ou melhor, eu não era louca, mas ai te conheci e…
Arthur ri: voce tá me chamando de louco? – riu, enquanto dirigia
Lua ri: indiretamente sim
Arthur ri: mas eu acho que voce faz bem sair um pouco da linha. Desde que não se meta em nada perigoso
Lua: já estou metida
Arthur: não entendi…
Lua: metida nessa promessa, que me faz mentir para tanta gente
Arthur: voce não tá mentido. Agente tá junto porque se ama
Lua: é mesmo? – ela sorriu para ele, de um jeito fofo
Arthur: é – ele sorriu, tirando a atenção da estrada
Lua: então fala pra mim de novo que me ama
Arthur: não Lua… - ele olhou para a estrada – eu quero falar as coisas, por consciência minha, e não por que voce pede
Lua: mas quem diz uma vez, consegue dizer sempre
Arthur: mas eu não consigo… - falou serio
Lua: mas ai eu vou pensar que voce disse isso sem sentir – falou seria também
Arthur: porr* Lua, não insiste! Eu não consigo falar e pronto! Não agora…
Lua: tá bom! – ela cruzou os braços e fez bico

Foram o caminho todo sem trocar uma palavra ou até ao menos um olhar. Nada de nada. Chegaram ao tribunal, saíram do carro e dirigiram-se até de mãos dadas, para dar o ar de “casal apaixonado”. Esperaram um pouco e depois entraram para uma sala, onde tinha um juiz e o advogado deles. Lá, eles falaram e entregaram duas das três provas que estavam a faltar. Receberam o aviso que tinham o prazo de 3 semanas para entregar o certificado de gravidez, caso contrario, o assunto ficaria difícil.

Após saíram do tribunal, sérios ainda, foram até uma agencia de viagens marcar as datas da Lua-de-Mel. Arthur queria que fosse surpresa, mas Lua insistiu em saber o destino da viajem romântica dos dois.

Lua: sabe o que agente podia fazer? – disse quebrando o silencio no caminho para casa
Arthur: ahh, voce fala?
Lua: não tá vendo que sim? – disse seria
Arthur: voce ficou esse tempo todo sem falar comigo so por eu não dizer que te amo
Lua: fiquei magoada, apenas isso
Arthur: eu to descobrindo novos caminhos agora, é difícil pra mim dizer essas coisas
Lua: ata, mas me usar…
Arthur interrompe: te usar? Eu não te uso
Lua: já usou
Arthur: isso foi no inicio para esquecer a minha ex-namorada, mas voce sabe que agora as coisas não são mais assim. Eu gosto de voce!
Lua: ARTHUR, CUIDADO, OLHA O CARRO

Arthur olhou para a frente e levou um susto enorme quando viu um carro na mesma direção que a sua, mas felizmente conseguiu se desviar a tempo, parando no outro lado da estraga, travando bruscamente.

Arthur: voce tá bem?
Lua: eu to – disse respirando fundo, apos o “quase acidente”
Arthur: desculpa…

Ficaram recuperando do susto e finalmente foram para casa. Chegando lá, trataram de ligar aos padrinhos do casamento deles, Sophia e Guga, para poderem jantar lá em casa.
A Matilde decidiu ficar no quarto e assim não estragar o clima deles. Ela percebeu perfeitamente que eles não estavam muito bem, e adorou isso!

Por volta das 8horas da tarde, os padrinhos foram chegando.
Todos se cumprimentaram e foram para a sala.

Sophia e ai casal, prontos para o grande dia?
Lua ri: sim – falou de mãos dada ao arthur, sentados de lado a lado no sofá
Guga: pronto para pisar o altar e esperar muitoooo tempo?
Arthur ri: acho que vou morrer por esperar tanto. Por que é que vocês demoram tanto hein?
Sophia ri: ahh, sei lá, apenas é tradição assim. Lua, vi o seu vestido, nossa, que coisa mais linda
Arthur: vou ter um ataque cardíaco quando ver ela né?
Sophia ri: na hora – ela riu – a Lua é perfeita, e com o vestido vai ficar ainda melhor
Guga: não se preocupa Arthur, qualquer coisa, to ao teu lado para te segurar
Arthur ri: canalha – ele riu
Sophia: mas agora falando serio, falta menos de 2 semanas, como vocês se sentem?
Lua: felizes – sorriu
Arthur: e apaixonados – ele riram e se beijaram

E assim passaram uma noite bem agradável com tantas risadas que fizeram o tempo passar voando.
Lua e Arthur esqueceram a pequena “briga” que tiveram antes e dormiram bem agarradinhos para um novo dia que ai vinha.

Ultimo do dia xD

7 comentários:

  1. posta nais!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. só tem amanhã néh!!!que pena...mesmo assim,posta mais(só pra não perder o costume)...=)

    ResponderExcluir
  3. Amanhã por que? Vai acabar a web? Não entendi, posta mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. acho que é porque ela só vai postar mais capitulos dessa web amanhã!!!:)

      Excluir
  4. Posta ++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo