13 de jul de 2013

15ª Capítulo: "Tudo por uma promessa"


O prometido foi 24horas e assim foi…
A dona Claudia não teve melhoras nenhumas, sinais nenhuns que impedissem os médicos de desligar as maquinas.



Hoje, 16 de Março, pelas 3horas da tarde, as maquinas da dona Claudia foram desligadas. O ceu recebeu mais um anjo. Uma pessoa lutadora, guerreira e amada do mundo.
Lua foi informada do que aconteceu, hoje, e ficou arrasada. Caiu em depressão profunda e se fechou no quarto a manha inteira. Arthur quase se viu forçado a arrombar a porta e tirar a Lua de lá, pois ela não comeu, não bebeu, nem falou durante o dia inteiro. Ela estava assim desde ontem, que voltou do hospital. Arthur estava arrasado também. Odiava ver a Lua assim e não conseguir fazer nada.
O máximo que ele fez, foi às escondidas, deitar um calmante no copo de agua e dar a Lua, para que ela parasse de chorar durante um tempo…
Após ela beber a agua, caiu no sono.

Arthur: oh pequena, odeio ver voce assim – disse passando a mao no cabelo dela

Um celular tocou. Era o da Lua. Ele não queria atender, pois o celular não é dele. Mas teve de atender, antes que a Lua acordasse. No ecrã, tinha o nome de “Matilde”.

Arthur: atendo… não atendo… - ele estava indeciso

LIGAÇAO ON

Arthur: oi?
Matilde: Lua, é verdade o que aconteceu?
Arthur: bom, não é a Lua… é o Arthur.
Matilde: Arthur? que Arthur?
Arthur: o namorado da Lua…
Matilde: desculpe, devo ter me enganado no numero…
Arthur: ahh, tudo bem…

LIGAÇAO OFF

Pouco depois, o mesmo número volta a ligar.

LIGAÇAO ON

Arthur: pelos vistos, voce não se enganou não
Matilde: é mesmo o celular da Lua?
Arthur: sim, é. Ela agora está descansado. Ficou muito abalada com o que aconteceu
Matilde: então é mesmo verdade que a mae dela morreu?
Arthur: sim, é…
Matilde: nossa… bom, eu sou a prima da Lua.
Arthur: e eu o namorado, futuro marido
Matilde ri: desculpa, repete isso
Arthur: desculpa, mas não vejo motivos de riso
Matilde: a minha priminha Lua namorando? Mais!! Noiva? Nossa… como esse mundo anda… bom, fala pra ela por favor, que eu vou para o Rio agora, quero estar amanha, na hora do funeral.
Arthur: tá, eu aviso
Matilde: adeus
Arthur: adeus

LIGAÇAO OFF

Assim que Lua acordasse, Arthur trataria de dar o recado a ela. Enquanto isso, ele desceu até à sala e ficou vendo Tv. A campainha tocou e ele foi atender. Era a Mel e a Sophia, de rostos tristes, e roupa meia escura.

Arthur: oi lindas – ele cumprimentou elas
Mel: como a Lua está?
Sophia: meu deus, ela deve estar muito mal
Arthur: e está. Mas agora está dormindo, porque dei um comprimido para ela
Sophia: nossa… eu falei que vinha dar apoio a ela, afinal, conheci ela à dois dias e isso acontece agora… mas não sei se vou conseguir, acho que se eu ver ela chorar, vou chorar junto
Arthur: não aguento mais ver alguém chorar
Mel: voce parece tao abalado também – disse fazendo um carinho no rosto de Arthur
Arthur: feliz é que eu não estou, né?
Sophia: agente entende… isso veio em péssima altura. Poxa, voce pediu ela em casamento à dois dias e isso acontece agora…
Arthur: eu vou ajudar ela, vou apoia-la muito e fazer ela esquecer um pouco esse assunto
Mel: esquecer ela nunca vai esquecer Arthur. Mãe é Mãe!
Arthur: e voce acha que eu não sei? Sei que ela vai lembrar disso sempre… so espero que isso não abale a nossa promessa…
Sophia: que promessa?
Arthur: hãn? Promessa? Não falei nada disso! – disse nervoso
Mel: falou sim! – disse ela curiosa – que promessa é essa?
Arthur: eu não posso contar
Sophia: ahh, então tem mesmo promessa! Mas é de que?
Arthur: não posso falar…

A promessa, envolve muita coisa, muitas pessoas e muitas histórias. Alem do mais, se isso se espalha-se, seria o caus pois podia chegar aos ouvidos do Thiago e ele descobrir que todo esse casamento não passa de uma farsa.

Felizmente, o efeito do remedio conseguiu por sossego à Lua durante umas belas horas. Arthur até tava preocupado, pois a menina nunca mais acordava.
Ele fez o jantar, preparou tudo como a Lua gosta, e pos numa bandeja. Levou para o quarto e esperou a Lua acordar. Não demorou muito tempo para a loirinha começar a mexer as mãos e pouco depois abrir os olhos…
Arthur deitou ao lado dela, fez um carinho no seu rosto e Lua do nada lembrou de tudo e uma lagrima escorreu novamente pelo seu rosto…

Arthur: não princesa, de novo não – ele limpou a lagrima – vamos jantar?
Lua: não Arthur… to sem fome
Arthur: mas Lua, voce não comeu nada
Lua: eu não to com fome
Arthur: por favor, come por mim – ele pediu
Lua: não Arthur, não insisti por favor… to sem forças pra nada
Arthur: por favor Lua, por mim, é a única coisa que eu peço para voce. Come um pouco

Depois de muito insistir, Lua provou a comida que Arthur fez para ela. Ele está cada vez melhor na cozinha. O jantar ficou uma delicia. Lua comeu tudo e voltou a deitar na cama, ficando virada para a janela do quarto.
Olhando para o ceu, ela lembrava dos momentos bons com a sua mae e a sua avó. Serão momentos que jamais irá tirar da sua memoria.

Arthur: uma prima sua ligou…
Lua: quem?
Arthur: a Matilde…
Lua: aff, so faltava essa agora – disse ela meia irritadinha
Arthur: que tem ela?
Lua: porque ela ligou?
Arthur: falou que vinha pra cá…
Lua: pra cá? Pra casa?
Arthur: não, logico que não… pro Rio apenas
Lua: deve vir amanha ao… - ela não conseguiu falar a palavra “funeral”, simplesmente baixou o rosto
Arthur: voce não gosta dela?
Lua: não… nem ela gosta de mim. Ela sempre foi superior a mim e me irritava por isso. Além do mais, ela era muito amiguinha do Thiago
Arthur: não se preocupa, eu vou ficar aqui com voce, ela não te vai fazer mal – Arthur abraçou a Lua e deu um beijo na testa dela.


5 comentários:

  1. Ahhhhhhh ++++++++++++++++++++++++++++++++

    ResponderExcluir
  2. ele é muito fofo...posta mais...

    ResponderExcluir
  3. Mais por favorrrr
    By:BEATRIZ

    ResponderExcluir
  4. Onw ele é muito fofo com ela. Tomara que ela supere isso e que nada separe eles dois.

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo