13 de jul de 2013

13ª Capítulo: "Tudo por uma promessa"


POV NARRADOR
Um dia depois àquele jantar perfeito, Lua acordou sorrindo feita boba. Aquela dança, após o jantar, não saia da sua cabeça. Aquelas palavras lindas que o Arthur dizia pra ela enquanto dançavam ficariam para sempre na sua memoria. Porque é que ele é assim? “Por quê tao perfeito Aguiar?” – pensava ela.
Lua agora pensava… se ele diz que apenas gosta dela, mas já faz tudo isso, imagina se o Arthur então amasse ela… meu deus, seriam presentes e palavras lindas à toda a hora. Mas isso não aconteceria com Lua, pois esta pensa que não tem sorte na vida e que nunca ira encontrar alguém que lhe ame e que seja capaz de trocar tudo para ficar ao seu lado.
Pode ser que Lua se engane, e que esse ano, seja um ano de sorte para ela.

Lua acordou, foi ao banheiro, colocou uma roupa confortável e foi fazer o café da manha. Hoje ela caprichou. Panquecas, suco natural, frutas e entre outros doces agradáveis. Arthur merecia por ter feito aquele jantar ontem.
Lua decidiu mudar um pouco e organizou o café da manha no jardim, para apanhar um pouco de ar logo pela manha, aproveitou que não estava frio.
Arthur acordou, deu pela falta da Lua ao seu lado e desceu. Encontrou a menina, bebendo suco natural, sentada na mesa da rua.

Arthur: bom dia – disse ele ainda com cara de sono
Lua: bom dia – ela sorriu – dormiu bem?
Arthur: feito anjo – ele riu – e voce?
Lua: também – ela sorriu de novo – tenho de te agradecer por aquele jantar de ontem, estava perfeito
Arthur: voce merece princesa – ele beijou ela
Lua: mereço?
Arthur: hum hum – ele disse comendo uma panqueca – nossa, que delicia
Lua: foi a minha avó que me ensinou
Arthur: voce vai ter de me ensinar também
Lua ri: fica combinado
Arthur: Lua, estava pensando…
Lua: no que?
Arthur: no nosso casamento
Lua: c-c-casamento? – ela se engasgou
Arthur: sim… nós temos de casar o quanto antes.
Lua: eu sei – ela suspirou – parece uma loucura
Arthur: vai ser legal, confia em mim – ele sorriu – vamos tratar disso hoje?
Lua: assim do nada?
Arthur: nem é do nada…
Lua: ok, vamos hoje

Sorriram um para o outro. O sorriso da Lua não era totalmente verdadeiro. Não que ela não quisesse casar, porque não real queria e muito, mas parecia cedo. Afinal, ela so tinha 19 anos. Mas pronto, tem de ser. É assim que a promessa era realizada.

Terminaram o café, se arrumaram e foram para o carro.

Arthur: e agora?
Lua: e agora o que?
Arthur ri: agente se arrumou, para tratar do casamento, mas eu não faço a mínima ideia do que fazer
Lua: bom – Lua se acomodou no assento do carro – primeiro, voce tem de me pedir em casamento – ambos riram
Arthur ri: que noivo desnaturado sou eu né?
Lua ri: é…
Arthur ri: ok. Então já sei onde vamos – ele sorriu

Arthur levou Lua até à casa dos pais dele. Lá estava Mel, e era ela quem o ia ajudar.
Enquanto Lua ficou na sala, esperando, Arthur e Mel subiram para conversar rapidinho.

Arthur: é o seguinte – ele disse – eu quero pedir ela em casamento
Mel ri: mentira!
Arthur ri: logico que não! quero muito casar com ela
Mel: mas Arthur, vocês se conhecem a tao pouco tempo
Arthur: e dai?
Mel: e dai que…
Arthur interrompe: voce me ajuda ou não?
Mel: ajudo!
Arthur: ótimo. Segura ela pra mim enquanto eu trato de umas coisas? Sei lá, leva ela no cinema, leva ela a conhecer novas pessoas…
Mel: tá, eu levo.
Arthur: ótimo – ele sorriu – para te compensar, te convido para voce ser a madrinha do casamento
Mel ri: AHHHHHHH, EU QUEROOOO – eles se abraçaram – Mas Arthur, e os seus pais?
Arthur: eles vao ficar sabendo de tudo hoje
Mel: voce tem a certeza?
Arthur: não… - ele riu – mas vai dar tudo certo
Mel: ok – Mel sorriu

Mel e Arthur desceram, até à sala. Lua estava lá e se levantou quando o jovem foi ter com ela e pegou a sua mao.

Arthur: voce agora vai ficar ao cuidado da Mel – ele sorriu – volto logo tá?
Lua: tá… mas onde voce vai?
Arthur: surpresa – ele sorriu – gosto muito de voce – abraçou a menina, fazendo ela tremer – não esquece. Beijo

Arthur beijou ela, sorriu e saiu porta fora. Lua ficou tremendo, ficou nervosa e com muitas borboletas na sua barriga. Aquela frase permanecia na sua cabeça “Gosto muito de voce” ...“Gosto muito de voce”…

Mel: bom, vamos?
Lua: onde? – ela “acordou”
Mel: eu ia sair com uma amiga minha, e voce vem comigo
Lua: não, deixa pra lá, não quero incomodar
Mel ri: por favor Lua, voce não incomoda nada
Lua: ta bom então – ela sorriu

Mel e Lua saíram de casa e foram até ao portão, esperar Sophia, amiga da Mel. Foram ambas no carro da amiga, até ao shopping. Até lá, foram falando da carreira da Mel e da futura carreira da Sophia. Ambas se conheceram no colegio, em crianças, junto com o Arthur.
Lua ficou ali, meio que, boiando, mas logo a Mel tratou de por ela no assunto. Ficaram falando de looks e estilos diferentes.

Sophia: então está decidido
Lua: não, não está!
Mel: tá sim
Lua: eu não quero trocar de estilo
Mel: mas Lua, assim voce vai ficar muito melhor
Sophia: e acredita princesa, eu sou 10 na moda
Lua: acredito que sim, mas…
Mel interrompe: voce acredita na gente?
Lua: sim…
Sophia: então pronto! Vem, voce vai ficar perfeita. O Arthur não te vai reconhecer

Mel e Sophia levaram Lua para um local que ela nunca tinha entrado antes. Coisas novas, diferentes e estranhas.

Sophia: senta aqui – ela pediu – o meu cabeleireiro é dos melhores
Mel: e aposto que a senhora ali – apontou para a mulher loira – vai deixar as suas unhas lindíssimas
Sophia: vou marcar massagem de relaxamento para voce
Mel: e agora, enquanto voce fica aqui, agente vai tratar do seu armário
Lua: as minhas roupas?
Mel: sim. Voce vai se livrar delas todas. Nos vamos arrumar um visual super fashion para voce
Lua: vocês são de mais – sorriu – obrigada
Sophia: não precisa agradecer Luinha – ela sorriu – posso te tratar assim?
Lua ri: pode
Sophia: sei que agente se conheceu hoje, mas pronto, eu sou assim
Lua ri: não tem problema

Mãos ao trabalho…

Resultado?

Mel: meu deus – ela disse olhando para Lua
Sophia: não to acreditando nisso – ela disse com os olhos brilhando – minha nossa senhora
Mel: Lua… voce tá perfeita
Lua ri: eu não to acreditando nisso meninas, eu não sou mais a Lua…
Sophia ri: voce é a nova Lua princesa, voce tá linda
Lua: so tenho de agradecer vocês
Mel: de nada princesa – ela sorriu – deixa eu tirar uma foto a voce com o celular, vou mandar para o Arthur
Lua: aii, esqueci dele – ela disse preocupada – não devíamos estar com ele? Que horas são?
Sophia ri: eu acho que voce não vai ver ele hoje não – ela riu – agente vai jantar para comemorar
Lua: mas e o Arthur?
Mel: o Arthur já sabe de tudo, fica descansada

Troca de visual, nova Lua, novas amigas, novos conhecimentos, jantares com risadas… que mundo é esse? Lua nunca na vida sonhou estar tenho uma vida dessas e do nada *PLIM* … tem tudo o que uma garota normal da sua idade sempre sonhou.

Mas o mais lindo, foi quando ela chegou a casa e viu um papel preso na geladeira. Ela pegou o papel e apenas se emocionou, fazendo com que o seu rímel borrasse…



Nesse momento, Arthur entrou pela porta da cozinha, sorrindo. Segurou Lua pela cintura, fazendo ela ficar de frente para ele e de seguida ligou as lagrimas da moça.

Arthur: então princesa, vai ser minha pra sempre?
Lua ri: eu to sem palavras… - riu, emocionada
Arthur ri: tenho esse feito para com as pessoas – ele riu – mas essa não é a resposta…
Lua ri: eu sei – ela riu – e sim, eu sou sua para sempre – eles se beijaram
Arthur: ainda não acabou…

Foi ai que ele tirou do bolso duas alianças lindas, de noivado…
Tem como não ficar boba com um jeito desses?


Perfeito? Sim ou Claro?

3 comentários:

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo