28 de jun de 2013

One short fic - Especial #LuArDay.


( ATUALIZADO )

E mais uma vez eu me pego pensando em você. Pensando em tudo que vivemos, todos os momentos em que você estava aqui do meu lado, momentos felizes e tristes, momentos do qual eu não esquecerei jamais.. Já faziam 6 meses desde que você terminou comigo, e eu me pergunto: Porque ainda ainda penso em você?
Eu não posso ficar pensando em você, não podia ficar nessa angustia a cada foto que eu vejo sua e daquela.. daquela.. mulher. Não podia chorar a cada vez que escutar seu nome. Simplesmente, não podia!

- Posso saber no que tanto pensa essa minha namorada? - Perguntou Roncato. A alguns meses a gente namora. Eu to namorando ele para esquecer o Arthur e ele sua ex-namorada. Gosto muito do Fernando, mas já deixei mais que claro que só estou com ele para esquecer um Amor e que não crie ilusões e expectativas. 
- Pensando na vida - recebi um selinho dele.
- Pensando na vida ou no Arthur? - Fernando sentou na cama ao meu lado. 
- Feh a gente já conversou sobre isso - suspirei já sabendo o rumo daquela 'conversa'.
- Eu sei mais eu quero entender o porque de amar tanto aquele cara - falou cansado, triste - Poxa Lua, pra que ficar se machucando? 
- Eu não to me machucando.
- Ta sim. Você acha mesmo que ele ainda gosta de você? - negou com a cabeça - Se ele te amasse ele estaria aqui, estaria ao seu lado, est.. - o interrompi. 
- Chega Fernando, você já falou isso milhões de vezes - levantou - Eu já cansei disso. 
- Desculpa, mas antes de ser minha namorada você é minha amiga. Eu me preocupo com você, meu amor - levantou e foi em direção a ela.
- Então para de bancar o sensível, para de tentar me fazer acreditar que ele é feliz com ela, para de tentar me fazer esquecer ele. Para! - dei um passo pra trás - Não adianta mais continuar nos enganando, eu ainda sou louca por ele e não tem mais porque continuar isso.
- Então você vai terminar comigo pra se humilhar pra ele? - sorriu irônico - Lua ele não te ama, coloca de uma vez na sua cabeça ele ta com outra e é feliz com ela. Pequena, não faz isso com você. Não faz isso com a gente - se aproximou de novo.
- Não tem a gente Fernando, nunca teve e nunca vai ter - peguei minhas coisas - Desculpa.

Sai do apartamento dele entre lágrimas, lágrimas de alivio e arrependimento, sim, arrependimento. Eu era feliz com ele e não tinha como negar, mas a cada beijo que eu dava, a cada noite que eu passava com Fernando é como se eu estivesse traindo Arthur e eu me sentia mal. Não sabia porque mais eu simplesmente, sentia. 

Fui para um lugar bem conhecido e pouco frequentado, Arthur me levava lá quando tínhamos folga ou quando não saíamos muito tarde do rec9. Já estava de noite e as ondas do mar era iluminadas pela lua que brilhava no céu. Sentei na areia e fechei os olhos sentindo as lágrimas virem novamente. Era como se sentisse sua presença, seu perfume e sua voz.. pera. 

- Porque ta chorando? - aquela voz rouca soou nos meus ouvidos e eu me arrepiei. Abri os olhos devagar e pude vê-lo sentando ao meu lado e me olhando atento. Em um movimento rápido e automático eu sequei minhas lágrimas e levantei de pressa, estava pronta pra sair mais ele me puxou de volta - Não vai embora, por favor - foi como um súplica e eu me sentei novamente. - Porque estava chorando? 
- Nada. - falei sem olha-lo. 
- Lua, olha pra mim - desviei o olhar para olhar Arthur. Olhava ele nos olhos e podia ver que ele estava triste - O que foi? 
- Você - suspirei - Não sai da minha cabeça e já não aguento mais isso. 
- Desculpa. - disse sincero.
- A culpa é minha - Arthur franziu o cenho - Eu que criei expectativas demais e acabei quebrando a cara. Você ta feliz com a sua namorada e eu tenho que aceitar isso.
- Não! - quase gritou - Claro que não. Eu não sei como fui trouxa o suficiente pra terminar com você e ir atrás dela. Eu sou um idiota - suspirou. 
- Um idiota apaixonado - sorriu de canto.
- Apaixonado por você - passou a mão pelo meu rosto e eu instantaneamente fechei os olhos.
- Arthur...
- Eu te amo, Lua. Eu te amo muito e fui idiota, bobo, trouxa.. - suspirou pesado - Eu fui muito, muito bobo por perder você minha pequena, eu não sei onde tava com a cabeça - colou suas testas - Meu coração ainda dispara quando te vê, me perdoa por tudo, por favor - senti as lágrimas virem e me separei dele. 
- Não sou idiota Arthur. Eu te amo - ele sorriu - Mas não quero ser seu passatempo, não quero que me procure só pra tirar uma lasquinha e sair fora - uma lágrima rolou e Arthur secou.
- Não Lua. Você nunca foi meu passatempo. Eu era um pirralho imaturo sim, mas sofrer a sua ausência me fez crescer, perceber que não te tinha mais ao meu lado me fez perceber o quanto eu fui idiota por ter perdido uma mulher maravilhosa que você é. 
- Se me ama ta com a Giovanna porque? - sentei de volta na areia e Arthur fez o mesmo. 
- Ela gosta de mim e quando a gen.. quando eu terminei o namoro a gente se encontrou e acabou rolando. Desde então a gente namora, mas não conseguia mais me enganar e enganar ela. Então terminei o namoro tem algumas semanas. 
- Hum.. - não sabia o falar.
- Me perdoa? - suspirou - Volta pra mim princesa? Não aguento mais ficar longe de você, do seu sorriso, do seu abraço. Não aguento mais.
- Nem eu - falei por impulso.
- Então. Vamos dar mais uma chance pra nós dois? - aproximou nossas testas novamente.
- E se não der certo? 
- Não tem como dar errado, a gente se ama - sorriu selando nossos lábios. 

Sentia falta daquele beijo, daquela boca. Ambos se completavam e isso todos nós sabemos. Ali recomeçava uma linda história de amor onde o Feliz para Sempre está escrito..


1 Ano depois..

Arthur e Lua estavam cada vez mais unidos e apaixonados. Arthur sempre muito carinhoso e atencioso com Lua, e a loirinha adorava. Depois de alguns que se reconciliaram Arthur a convidou para morar junto com ele, ela hesitou em aceitar, mas acabou aceitando e amando a idéia. 

Os dois caminhavam de mãos dadas pelo shopping quando Arthur parou em frente uma loja de jóias. Lua negou com a cabeça olhando o moreno que sorriu. 

- Nem pense, Aguiar - já sabendo o que ele tinha em mente.
- Quero te dar outro presente, não posso? - a segurou pela cintura.
- Pode me dar um beijo - Arthur sorriu e lhe deu um selinho rápido. 
- Quero te dar um anel, pra oficializar nosso namoro.
- Você já me deu um - sorriu olhando para o objeto em seu dedo.
- Eu sei, mas eu quero dar outro. Vem - a puxou pela mão entrando na loja. 

Compraram os anéis e estavam caminhando mais um pouco pelo shopping e pararam na praça de alimentação para comerem alguma coisa. 

- Tenho uma surpresa pra você - Lua disse sorrindo sapeca.
- Oque? - Arthur franziu o cenho.
- Você sabe que semana passada eu e a Mel viemos ao Shopping, né? 
- Sei. O que tem? 
- É que eu passei em uma loja e comprei .. - olhou para os lados - Umas lingeries- cochichou no ouvido de Arthur - E quero saber se você gosta.
- Com certeza vou adorar - depositou um beijo no pescoço dela.
- Comprei umas cinco - Arthur sorriu malicioso. 
- Quero ver você vestindo todas - apertou a cintura dela.
- Hoje? 
- Assim que a gente chegar - A beijou com desespero e Lua sorriu entre o beijo. 

Pediram o que comer e beber. Arthur estava com pressa para chegar em casa e Lua dava risada com seu desespero. Já estavam no elevador e Arthur beijava Lua apertando de leve sua cintura. 

- Thur, alguém pode entrar - tentando se separar. 
- Não vai não - continuou com os beijos.
- Modos Aguiar - falou autoritária - Quando chegar eu juro que recompenso.
- Adora provocar, né? - bufou e Lua riu. 

Chegaram ao apartamento e Arthur a agarrou lhe beijando com desespero entrando no ap e fechando a porta atrás de si sem interromper o beijo, Lua lhe empurrou para  a cama e se afastou. 

- Eu já volto - cochichou e mordiscou o pescoço de Arthur. 

Ele suspirou e tirou a camiseta e os sapatos. Lua demorava e Arthur se segurava para não levantar e ir atrás dela. Demorou mais alguns minutos e ela apareceu usando isso. Arthur ficou admirando as curvas da loira, ela estava muito linda. 

- Gostou? - disse sedutora passando a mão pelo peito de Arthur. 
- Você ta perfeita - sorriu se levantando e a puxando pra si colando seus corpos.
- Que bom que gostou - sorriu - O que acha de estrear ela? 
- Ótima ideia - sorriu e a beijou deitando na cama.

Enquanto se beijavam Arthur abaixava a alcinha da "blusinha" dela e Lua passava a mão no peito dele descendo pro botão da calça e abrindo bem devagar. Ela riu quando ele mesmo tirou a calça e voltou a deitar por cima dela descendo a calcinha dela e jogando pra trás.

- Que pressa - Lua disse e riu. 

Arthur apenas esperou que ela tirasse a cueca dele e fez com que as pernas dela passassem por sua cintura e entrou nela arrancando gemido dos dois. Ele entrelaçou os dedos nos dela e a beijou devagar. Lua gemia no ouvido dele bem baixinho enquanto ele tentava controlar seus gemidos.

Lua arranhava as costas dele e Arthur apertava a perna dela. Quando chegaram no máximo do prazer ela apertou os ombros dele e ele mordeu a boca dela e apertou a perna dela. Arthur puxou o lençol para se cobrirem e a puxou apertando seu corpo contra o dela.  Lua passava as unhas de leve na barriga de Arthur e ele estava de olhos fechados sentindo a carícia. 

- Eu amo você.
- Amo você - Lua disse se ajeitando para poder vizualizar o moreno.

Ficaram em silêncio um instante e Lua resolveu se pronunciar. 

- Arthur, posso te perguntar uma coisa? 
- Até duas - sorriu e lhe deu um selinho. 
- O que você acha de ter mais uma pessoa morando com a gente? -  sorriu de canto esperando respostas de Arthur. 
- Co..como assim? - se afastou de Lua para poder olha-la. Lua apenas pegou a mão de Arthur e colocou sobre a barriga e sorriu como ninguém - Você ta grávida? - sorriu largo. 
- Descobri tem alguns dias - sorriu e Arthur lhe abraçou e ela retribuiu. 
- Eu vou ser pai - sorriu - Eu vou ser papai - repetiu a frase sorrindo ainda mais - Eu te amo, eu te amo, eu te amo.. 

Lua sorriu e se beijaram, se beijaram como não houvesse amanhã, como se fosse o primeiro. Seria uma nova etapa na vida de ambos, uma etapa onde os dois estavam felizes em viver. 


FIM

8 comentários:

  1. Imagina Fanny, ficou perfeito <3
    Rafa

    ResponderExcluir
  2. gostei so achei pequena podia motrar exemplo daqui a 1 ano como eles tao e tal e acabasse assim fora isso ta linda

    ResponderExcluir
  3. Amei, Não so na historia mais na vida ainda Acredito em "FELIZ PRA SEMPRE"....

    ResponderExcluir
  4. LINDA bem q podia ser assim na vida real né.

    VIVA LUAR DAY

    ResponderExcluir
  5. Amei....muito legal...
    Fany posta Addicted pfv...
    Jhe Blanco Aguiar

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo