10 de jun de 2013

[MiniFic] Ao pôr do sol..

 

Parte 2.


- Fala logo, minha filha! – ele disse curioso.
- SIM, fizemos a parada Ok? Fizemos! AFF – eu disse praticamente gritando.
- Não acredito! Caraca, você tudo bem, mas o Arthur... – ele estava boquiaberto.
- Micael! Eu tudo bem? Tá me chamando de que? – perguntei nervosa.
- Nada, Lua. Não me entenda mal é que... – ele tentou se explicar e eu ri.
- Tava brincando, eu entendi – eu disse rindo.
- Você estava zoando comigo? – ele perguntou incrédulo enquanto eu ainda gargalhava.
- Um pouco – eu disse já chorando de rir.
- Miojinho chata – ele fez bico.
- Falando sério agora, vamos ver a Mel? – perguntei.
- Pra correr o risco de encontrar com a Sophia? Não sei se é uma boa idéia – ele disse cabisbaixo.
- Porque a Sophia vai estar lá? – eu perguntei curiosa.
- Então você não sabe? – Micael me perguntou.
- O que eu não sei ? – estava começando a me assustar.
- A Sophia ta passando uma temporada lá na casa da Mel e do Artur... – eu quase tive um treco com o que ele acabou de falar.
- Posso saber o porque? – eu estava irritada.
- Sei lá. Parece que os pais dela tiveram que viajar pra ver a avó da Sophia que estava mal.. uma coisa dessas – ele disse. 
- Pois então agora mesmo que nós vamos. Vamos ver a Mel e não esses dois ai – eu disse decidida.
- Lua, acho que não é uma boa idéia.
- Porque não? Eu sou amiga da Mel e você também, além do que você também é amigo do Arthur. E a Sophia é só ignorar – eu disse simples.
- Falar é fácil. Quero ver na hora da ação – ele disse pensativo.
- Ação a gente faz na hora – eu disse decidida.
- Mas, Lu... – Micael começou.
- Vai comigo ou eu vou ter que ir sozinha? – perguntei irritada.
- Eu vou com você, mesmo achando uma péssima idéia – ele disse sorrindo.

Eu e Micael chegamos na casa da Mel rindo e a própria abriu a porta abraçada com o Chay. Meu susto foi total.

- Mel e Chay? Tá rolando alguma coisa que eu não sei? – eu estava assustada e rindo de mim mesma.
- Não está na cara? – Mel disse sorrindo.
- Está, mas eu queria ouvir da sua boca – eu disse.
- Ok, eu e o Chay estamos namorando – ela disse olhando pro Chay.
- Nossa, porque será eu não fiquei surpresa? – eu disse irônica.
- Vão ficar na porta? – pela primeira vez o Chay se meteu na conversa e pude ver sua cara envergonhada.
- Nós vamos entrar sim, mulheres são difíceis de entender...meu Deus – Micael disse me puxando pra dentro.
- Nós mulheres, né? Vocês homens são bem fáceis. – eu disse irônica enquanto sentávamos no sofá.
- Somos sim, vocês que gostam de complicar – ouvi a voz de longe, tinha que ser ele.
- Nós complicamos? Vocês são um livro aberto com toda certeza – eu disse me virando pra ver o Arthur descer as escadas de levavam ao andar de cima.
- E não somos? Se vocês não entendem o que posso fazer? – ele tinha mágoa na voz.
- Ainda nos chama de burras? – eu me irritei.
- Se a carapuça serve... – pronto começou a frase feita, tinha que ser esse idiota.
- Quer saber? O Micael tinha razão, não devíamos ter vindo – eu disse me levantando.
- Micael tinha razão? Então vocês já estavam juntos antes de virem aqui? – Arthur disse explodindo de raiva na hora que a Sophia descia ao encontro deles.
- Qual é o problema? A Sophia não vive com você agora? – eu estava tão irritada que não reparei que nós dois estávamos praticamente no meio da sala gritando um com o outro, enquanto nossa platéia assistia boquiabertos.
- Ela não vive comigo, é minha amiga – ele disse como se fosse a coisa mais simples do mundo.
- Amizade colorida? – eu fui irônica e ele percebeu.
- Igual a que você e o Micael tem? – ele devolveu a ironia, ah esse garoto ta mexendo com a pessoa errada.
- E se for? – eu ameacei e o rosto dele começou a ficar mais vermelho se é que isso era possível.
- Então verdade? – ele disse olhando nos meus olhos.
- Claro que não. Mas mesmo se fosse não seria da sua conta – eu disse desviando o olhar
- Não seria mesmo. Até porque não temos nada – a tristeza em sua voz era aparente
- O que é uma pena – Mel se intrometeu.
- Como? – eu e o Arthur estávamos confusos.
- Todo mundo vê que vocês se gostam menos vocês mesmos. – Mel disse sorrindo.
- Não tem nada disso, Mel. Você está meio pirada ultimamente – eu disse rindo fraco.
- Eu que estou pirada? – Mel estava incrédula.
- Lógico, você adora ver coisa onde não tem – Arthur disse emburrado.
- Então eu sou pirada. Vocês ficam no meio da sala, brigando um com o outro por ciúmes e a pirada sou eu. – Mel disse irônica.
- Quem está com ciúmes? – eu e Arthur dissemos ao mesmo tempo.
- Vovó Mafalda – Sophia se intrometeu usando uma ironia.
- Quem pediu sua opinião? - fui grossa mesmo e daí?
- Não fala assim com a Soph – Arthur estava com raiva.
- Ela fala do jeito que ela quiser – Micael me defendeu.
- Defendendo ela? – Sophia disse irritada.
- E se for o que você tem haver com isso? – Micael retrucou.
- Não fala assim com a Soph – Arthur disse sério pra Micael.
- Então também não fale desse jeito com a Lua – Mica devolveu.
- CHEGA! – Chay se pronunciou novamente.

- Que foi? – nós quatro dissemos juntos.

5 comentários:

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk' Amei*-*. By: Paloma Passos

    ResponderExcluir
  3. muito legal kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  4. kkkk....a discussão foi a melhor!!!

    ResponderExcluir
  5. To lendo essa so hoje e....
    OLHA AAAA TRETAAAAA

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo