14 de jun de 2013

[MiniFic] Ao pôr do sol..


O segundo pôr do sol..
O pôr do sol foi nosso guia para amar, agora juntos nós formamos o Luar



Eu fui pra debaixo da laranjeira no parque que tinha perto da minha casa. Não era a mesma coisa que da casa da minha avó, mas me trazia as mesmas lembranças. Eu já não sabia o que eu realmente gostava, eu não sabia quem eu realmente amava. O meu pensamento nos últimos dias era o mesmo... Arthur ou o cara do pôr do sol? Quem eu realmente amo? Se é que eu amo alguém? Eu estou confusa e perdida, como todos os dias desde que Arthur chegou à cidade.

- A Lua olhando o pôr do sol? Isso é raro de se ver. – a voz dele empesteou meus ouvidos e arrepiou minha nuca .
- O que você está fazendo aqui? – perguntei assustada.
- Tive uma ligeira impressão de que você estaria por aqui – ele disse sorrindo.
- E porque esta repentina impressão, Arthur? – eu disse não acreditando no que via.
- Porque eu venho aqui todo o dia desde que cheguei nesta cidade – ele disse agora sério, mas porque ele viria neste parque, justo neste parque?
- Tem tanto parque na cidade porque você tem que vir nesse? – perguntei.
- Porque me trás como lembrança uma certa menina que conheci ao por do sol e nunca mais há vi. – ele disse olhando no fundo dos meus olhos, eu gelei.
- Menina do por do sol? – eu estava assustada, aquilo não podia ser verdade, ou podia?
- É, uma menina de olhos lindos e encantadores, a quem eu jurei amor eterno debaixo de uma laranjeira. Você a conhece? – ele estava sorrindo aquele sorriso lindo que me encantava, parece que eu estava voltando no tempo, o reconheci, sim era ele não havia dúvidas.
- Conheço sim, melhor do que ninguém. Mas ela está perguntando se você já sabia que ela era a menina do pôr do sol – eu disse ainda encantada.
- Não. Mas horas atrás eu saquei tudo. E também teve uma ajudinha da Mel e da Soph. Eu achava que ela viria aqui também e estava certo. – ele disse me fitando com os seus lindos olhos cor de chocolate.
- Os seus olhos não mudaram nada – eu disse o observando.
- E os seus continuam lindos, assim como desde a primeira vez que te vi – ele disse.
- Acho que o mistério está resolvido – eu disse. 
- E o sol já vai se por novamente, e debaixo de outra laranjeira nós descobrimos que nunca deixamos de nos amar – ele disse sorrindo.
- E que eu não sou louca de amar duas pessoas diferentes, mas sim uma só. E que pessoa! – eu disse rindo.
- Eu te amarei eternamente – ele disse pondo a mão no meu rosto.
- Eu nunca deixei de te amar e nunca deixarei, nosso amor é infinito. Nada o destrói – eu disse e uma lágrima solitária caiu de meus olhos.
- Você me ama? – ele fez a pergunta que eu reconheci ser minha há tempos atrás e eu dei a mesma resposta que ele havia me dado. Selei nossos lábios quando o sol estava se pondo, numa incrível mágica natural.
- Eu amo te amar – ele disse rindo e o céu que antes estava alaranjado agora já estava praticamente negro, com a lua brilhando mais uma vez nele.
- Idem – foi a única coisa que eu disse antes de nos beijarmos novamente, um beijo cheio de desejo, paixão e principalmente alivio, alivio de poder amar sem culpa, alivio de ser amada, e alivio do sol ter se posto mais uma vez da mesma maneira de anos atrás, os guiando para um conto de fadas só deles e que tinha um final feliz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo