10 de jun de 2013

[MiniFic] Ao pôr do sol..

 

Solução? (parte 1)
É quando nenhuma solução parece possível, que se chega a novas soluções.” 
 (Edgar Morin)



Desde que o Arthur voltou à cidade, que confusão me define. Ou ele tem o dom de me deixar confusa, ou a confusão está em mim. Eu não o entendo, e ele não me entende. Seu coração já pertence a alguém e o meu também. A vida deve estar querendo pregar uma peça na gente, só pode! Eu tenho certeza que na outra encarnação eu não joguei chiclete na cruz, ou joguei? Ok, eu nunca fui nem obediente, nem a pessoa mais compreensiva do mundo, mas minha vida que já estava nublada, agora virou escuridão total. 

- Lua, o Mica  está aqui! – minha mãe gritou lá de baixo.
- Manda subir! – eu gritei de volta e logo depois o Micael estava adentrando o meu quarto.
- Então a noite foi boa? – perguntei assim que terminei de abraçar ele.
- Mais ou menos – ele disse um cabisbaixo.
- Como assim mais ou menos? – perguntei.
- Não foi bem o que eu esperava, sabe? Poxa, eu pensava que ela gostava de mim, mas pelo visto ... – ele estava triste e eu com pena.
- Eu acho que ela gosta de você – eu disse sorrindo.
- Gosta nada. Ela teve a coragem de olhar na minha cara e dizer que gosta do Arthur – ele me olhou, e em seu olhar havia tristeza e principalmente raiva muita raiva.
- Ela e o Arthur não tem nada haver... Eu acho que ela está mentindo pra você – eu disse não conseguindo pensar na possibilidade do Arthur e da Sophia juntos.
- Não tem nada haver... – ele parou pensando. 
- Mica? – eu abanei a mão na frente dele o despertando de seus pensamentos.
- Aconteceu alguma coisa entre você e o Arthur? – Micael perguntou com meio sorriso, um meio sorriso malicioso.
- Eu e o Arthur? Até parece ... – eu estava rindo nervosa e isso me denunciou por completo.
- O que vocês fizeram, Lua? Caraca, o que você fez com o Arthur? – Chay estava espantado.
- O que eu fiz com ele? Como assim? – eu perguntei não entendendo.
- Lua, você não entende? O Arthur nunca quis saber de garota nenhuma desde que nunca mais viu a ‘garota dos olhos lindos e misteriosos’ – Micael disse me explicando.
- Que garota foi essa? - eu perguntei querendo saber mais
- Na verdade, ninguém sabe direito. Arthur sempre foi um cara reservado que guarda seus sentimentos pra ele. Ele só falou dessa garota uma vez, ele não é do tipo de cara que fala dos seus lances amorosos. – Micael disse.
- Porque ele falou dessa garota, então? – eu queria saber cada vez mais.
- Ele só falou dessa garota porque surgiu um boato de que ele era gay, porque ele não pegava nenhuma menina e muito menos dava bola pra alguma – Micael riu.
- Mas ele ainda é apaixonado por essa menina? – eu perguntei.
- Tenho praticamente 99 % de certeza – Mica disse.
- Porque sobra 1%? – eu perguntei.
- Esse 1% é você – ele disse como se fosse simples.
- Eu? – eu estava surpresa
- Você. Nenhuma garota havia mexido com ele a não ser aquela. Mas se você tem esse poder é porque ele não é tão apaixonado assim pela outra garota. – ele disse dando de ombros. 
- Acho que ele é sim – eu disse cabisbaixa
- Mas a final, o que aconteceu entre vocês ontem? – Micael perguntou.
- Não vou falar sobre isso com você, Micael – eu estava com vergonha e ele percebeu.
-Porque não? Não me diga que vocês ... – ele fazia gestos com a mão que me dava vontade de rir.
- Mica, pelo amor de Deus! – eu ria de nervoso.
- Caraca, você fizeram mesmo a parada? – ele estava perplexo.
- Fizemos a parada? – eu estava tentando ser sutil.
- É a parada...aquela parada... – ele dizia me incentivando.
- A parada? Nós ...a parada ... – eu estava sem graça. 
- É Lua! Fizeram ou não? – Mica estava curioso e ansioso

- Ai, você é muito insistente! – eu estava desesperada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo