8 de jun de 2013

[MiniFic] Ao pôr do sol - Capítulo

 


Tudo pode acontecer.. (Parte 1)
O amor é como fogo: para que dure é preciso alimentá-lo.”



- Claro, que não brother – Micael disse vendo a cara emburrada de Arthur.
- Até porque vocês estavam muito bem lá no canto, escondidinhos – eu disse não resistindo a ironia.
- E vocês muito bem ai, abraçadinhos – Arthur devolveu e eu fiquei de pé o olhando de cara amarrada.
- Algo contra? – nós nos encarávamos com raiva, ódio e desejo.
- Nada contra, muito menos a favor. – era um jogo de olhares e parece que o Micael e a Sophia também se olhavam, mas ao contrário de nós não diziam nada.
- Deixa, Lua. Discutir é pior. Até porque temos uma balada pra ir – Micael disse colocando a mão na minha cintura ele tava os chamando para o jogo.
- Todos nós temos – Arthur colocou a mão na cintura da Sophia, e daí em diante, o jogo começa ... estou começando a gostar disso.

Já estávamos na balada, o som tocava e a música era contagiante, eu e Micael estávamos em um canto enquanto Sophia e Arthur dançavam.

- Odiar dançar é um problema – Micael disse triste enquanto olhava Sophia e Arthur dançando
- Se é... – eu disse encostando o cabeça no ombro de Micael enquanto Sophia e Arthur vinham em nossa direção e eu ouvia a conversa de longe.
- Vou no banheiro, pega uma bebida pra mim? – Sophia disse parando.
- Pego sim – Arthur disse vindo em nossa direção enquanto ela ia para o banheiro.
- Lua, já volto – Micael disse me dando um beijo na testa e saindo me deixando sozinha enquanto Arthur vinha na minha direção.
- Você e o Micael, ein? – Arthur disse assim que chegou na minha frente, irônico como sempre.
- Eu e o Mica nada, somos bons amigos. Não se diz o mesmo de você e da Sophia.
- Eu e a Sophia somos somente amigos – ele disse. 
- Eu não tenho nada haver com isso – eu disse o olhando.
- Você nunca baixa a guarda? – ele disse irritado.
- Só quando me convém – a resposta parecia boa, mas não quando começou a tocar aquela música, que penetrou em meus ouvidos e nos dele também, e aquela música... era a que eu ouvia há anos, a minha música perfeita, não deu pra resistir ele me puxou pra pista e eu me deixei ser puxada, a única coisa que eu ouvia era o som da música e mais nada.

She's got a smile that it seems to me
Reminds me of childhood memories
Where everything
Was as fresh as the bright blue sky

(Ela tem um sorriso que me parece
Trazer a tona recordações da infancia
Onde tudo era
Fresco como o límpido céu azul)

Eu me deixava levar pela música, eu me deixava levar pelo Arthur, pelo desejo, pela paixão que eu sentia por ele.

Now and then when I see her face
She takes me away to that special place
And if I stare too long
I'll probably break down and cry

Oh, oh, oh
Sweet child o' mine
Oh, oh, oh, oh
Sweet love of mine

(Às vezes quando olho seu rosto
Ela me leva para aquele lugar especial
E se eu fixasse meu olhar por muito tempo
Provavelmente perderia o controle e começaria a chorar)

Oh, oh, oh
Minha doce criança
Oh, oh, oh, oh

Meu doce amor

Um comentário:

  1. ahhhhhhhhhhhhhhh mais *----------*. By: Paloma Passos

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo