14 de jun de 2013

Minha irmã Adotiva.

 


Capítulo 192.



O raios solares insistiam em invadir o quarto de Lua, que buscou se esconder debaixo de seu travesseiro, ação que fora concluída sem nenhum êxito, fazendo assim com que a mesma se rendesse ao lindo dia ensolarado que reinava.Coçou seus olhos, e levou sua mão ao criado mudo ao lado de sua cama apalpando um objeto que ali se concentrava, sorriu ternamente ao senti-lo.Era o presente que ganhara de Arthur logo de madrugada, a mesma agradeceu por resistir a noite anterior à aquela “tentação”, afinal receber uma gargantilha toda trabalhada e minúsculas pedrinhas de brilhantes, e logo ao centro um coração com as letras L&A gravados logo ao centro, era algo que impulsionava a loira a possibilitar ações das quais a mesma estava restrita de realizar, tal que em resposta a Arthur a mesma apenas se limitou a dizer.

“Até que gostei do presente, mas não uso gargantilha, táh “maninho?!”

Não poderia dar o braço a torcer, não agora.Embora se sentisse cada vez pior por não trata-lo a altura que de fato merece, tinha a consciência que estava fazendo o certo. Sentiu seu coração apertar ao se recordar daquela tal de Pérola pra cima de seu Arthur. Seu!? Não..não e não, Lua teria de controlar até mesmo seus pensamentos.

Depois de uma banho demorado, a loira se encontrava com os cabelos molhados, com uma calça de moletom cinza e uma regata branca.Checou seu relógio de pulso que acabara de coloca: 12:54. Óh céus! Havia dormido mais do que deveria.

Marchou até a escada, cogitando a hipótese de bater na porta com a plaquinha “Não Entre!” Mas não o fez, resistindo mais uma vez ao seu ponto fraco.

Arthur: Lua (a voz rouca do moreno soava da sala a baixo, fazendo com que a loira se assustasse)

Lua: Que foi?(se pronunciou simpática)

Arthur: Quero te mostrar o que meus pais me deram de Natal, venha ver( parou de frente a escada esperando com que Lua o encontrasse)

Lua: Aonde está?(indagou curiosa)

Arthur: Venha (a puxou pela mão a induzindo até a porta das casas Aguiar)

Na garagem se concentrava a figura de um carro, para ser mais exato uma Ferrari 612, embora fosse uma carro que atrais olhares indiscutíveis por onde passasse o que mais chamava a atenção era a peculiar cor do automóvel : Azul. Isso mesmo azul.

Lua: É lindo(comentou deixando transparecer um sorriso cativante nos lábios da mesma) Parabéns Thur (mordeu seus lábios inferiores se controlando mais uma vez)

Arthur: O que achou da cor, hein?(arriscou)

Lua: Exótica e completamente perfeita(comentou humilde)

Arthur: E sabe por que eu escolhi essa cor?(indagou)

Lua: Não(a ruiva o mirou ternamente)

Arthur: Qual é a sua cor favorita mesmo?(arqueou uma das sobrancelhas)

Lua: Azul(Se limitou a dizer , cabisbaixa e envergonhada)

Arthur tinha dado mais uma dentro, e Lua sabia com qual intuito o “retardado convencido” fazia tanto o quanto para agradá-la..

Arthur: O que me diz, hein?(acariciou levemente a face da mesma, que apenas fechou os olhos, sendo aquela caricia)

Lua: (engoliu a seco) Que..que..(se afastou quatro passos do mesmo) todos vão gostar do seu carro.(molhou seus lábios com a língua)

Arthur: Lua, vc sabe que não é disso que eu t..(foi interrompido)

Carla: Meu bebê lindo e minha cunhadinha predileta, cheguei(se pronunciou dando um selinho em Arthur e abraçando Lua de lado) Perdão por ontem à noite não ter estado presente, mas vc conhece meus pais, néh Thur?(indagou solidaria)

Carla?! Incrível como a ausência daquele “ser” não fizera a mínima diferença na noite anterior, tanto que os “irmãos” tão pouco deram sua falta.

Lua: Se me derem licença vou deixar vcs a sós(não pode deixar de transmitir uma onda eletrizante de “irritação” ao casal)

Sophia: Luuuh amiga, preciso conversar urgentemente com vc.(se pronunciou a loira, adentrando em meio a pulos a garagem)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo