27 de jun de 2013

Minha irmã Adotiva.

 

Capítulo 219.



Óh céus! Arthuur e Carla?! Não... aquilo só poderia ser uma alucinação retardante da fértil imaginação de Lua. Não, não e não.A loira se negava a acreditar em que os seus olhos não suportavam em ver. Arthur e Carla, juntos, na mesma cama e compartilhando os mesmo beijos segundos atrás.

Arthur: Não é isso o que vc ta pensando.(alegou com os olhos arregalados)

Carla pouco caso fazia da cena,já que uma vez não soubera do que se passava entre Arthur e Lua, mas era improvável que a loira não se entonasse diante da mesma que se fazia odiada por ela naquele momento. E embora Lua procurasse palavras certas e diretas a serem expulsas por sua boca, nenhuma frase se forma com grande exatidão em sua mente. Nada fazia sentindo...

Estava tão bem com Arthur, estavam unidos, estavam tão felizes juntos, e por que? Por que aquilo?

O amava incondicionalmente, mas vê-lo semi-nu na cama com outra, e que essa outra fora Carla, o único sentimento da loira em direção a Arthur era nojo..Nojo daquele a quem declarou seu amor eterno, mesmo que em um silêncio profundo..

Faltavam as ações tanto ao moreno quanto a Carla e Lua, o trio se mantinha imóvel, o silêncio começava a pesar, e apenas o barulho de alguns sabias cantando lá fora se fazia ritimo no quarto.

Lua: (levou as duas mãos aos rosto prometendo a si mesmo não se desabar em lágrimas) Desculpa se incomodei vcs ..(fechou os olhos procurando não olhar o casal ridículo ainda sobre a cama) dói, mas é q..(foi interrompida)

Arthur: Lua eu posso explicar.(argumentou se levantando apenas de boxer)

Lua: Vc não me deve satisfação, néh “retardado convencido”(o mirou friamente)

Como aquela frase não soava legal aos tímpanos de Arthur, que notou a frieza drástica na voz doce da loira.

Arthur: É q..(foi interrompido)

Carla: Voltamooos Luaaa (pulou sobre a cama feliz)

Lua: Ah! Voltaram?(observou a loira apenas assentir) Juro que pensei que estavam jogando xadrez e que estavam se odiando trancados aqui no quarto(usufruiu rigorosamente da ironia)

Carla: (gargalhou lentamente e sonoramente) vc é muito engraçada Lua, vc não acha amor?(indagou feliz)

Arthur: Não(se limitou dizer, vestindo ligeiramente sua camiseta vermelha) Carla não saia d..(foi interrompido)

Lua: Ér..ér.. Vo ser muito breve e Arthur ,(mordeu seus lábios inferiores) Não se dê ao luxo de perder seus preciosos minutos comigo, ok?! Eu só..eu só..(não tinha o que ser dito naquele momento) Nada (torceu seu calcanhar sobre a sapatilha que usava e se projetava a sair daquele ambiente, mas sem antes deixar de uma lágrima teimosa fugir e traçar dolorosamente o rosto de Lua)

Arthur: Lua eu e a Carla só estavamos..estavamos..(que argumento usar a seus favor?!)

Lua: Eu vou embora.(deu seus primeiros passos “cegos” rumo a porta de saída)

Arthur: Lua nós dois voltamos juntos a faculdade.(concluiu se virando a Carla) Carla, tem comida o suficiente pra vc passar uma semana, e qualquer coisa me liga.(fechou a porta do quarto seguindo Lua)

Cafajeste. Arthur era um belo de um..de um.. As lágrimas era inevitáveis naquele momento. Que porra era aquela? Arthur estava abrigando Carla ali?! Por quanto tempo? Não..não queria acreditar que aquilo fora real.. Não..

Arthur: Lua me espera..(pediu, enquanto pegava a chave da casa sobre o sofá, e observando a loira abrir a porta e se virar para o mesmo)

Lua: Não perca mais seu tempo comigo, ok?!(arqueou uma das sobrancelhas, levando seu dedo as lágrimas que ainda insistiam em cair)

Arthur: Lu..(foi interrompido)

Lua: E eu não vou pra lugar nenhum com vc(concluiu rígida) E eu não vou pra lugar nenhum com vc, alias não é da sua conta, mas o Pedro me trouxe sabe?! E é ele quem vai me levar de volta.(concluiu com desdém)

Arthur: Ah!(levou as duas mãos a cintura revirando os olhos) Tinha que ter o dedo do Pedro.(bufou e ouviu a porta ser fechada e a figura de Lua desaparecer)

Droga..Mil vezes droga. Fora uma tola ao acreditar que Arthur poderia ter mudado, e que a dona dessa mudança tinha o nome de Lua Maria. Arthur não tinha solução em companhia alguma.

Era difícil acreditar,o por que daquilo tudo. Era difícil aceitar...

E o mais engraçado de tudo , era que Arthur ainda se dava ao luxo de dois quesitos, o primeiro de querer explicar a cena explicita da qual Lua presenciou e a segunda , mas não menos importante, era o moreno ainda se sentir no poder de julgar Pedro.

Idiota. Retardado. Estúpido. Lua sentia uma raiva interminável em seu coração, suas mãos formidável, seus olhos ainda ardiam..

Aquilo não voltaria a se repetir. Não mesmo, prometeu a loira a si mesmo, entrando no carro de Pedro.

9 comentários:

  1. caracaaaaa veeeeeey tipo O.O pq Arthur fez isso? já imagino maais puutz veeey que fdp postaaaaaaaaaa maaaaaaais *___*

    ResponderExcluir
  2. Poxa que chato... posta mais

    ResponderExcluir
  3. Não entendi pq Arthur fez isso.. Posta +++++++

    ResponderExcluir
  4. pq o arthur fez isso???
    +++++++++++++++++

    ResponderExcluir
  5. poxa por o arthur fe isso ?? peensei qii ele gostasse da lua.. posta mais

    ResponderExcluir
  6. quantos cap tem essa web

    ResponderExcluir
  7. Tô entendendo mais nada :/
    Quantos capítulos tem a web? Posta mais

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo