21 de jun de 2013

Minha irmã Adotiva.


Capítulo 208.



Arthur: Não me faça rir néh “adotada”?!(comentou sarcasticamente)

Lua: Na boa, não perca seu tempo comigo, “maninho”(prosseguiu na impecável atuação diante de Carla)

Carla: Ei, bem que vcs dois poderiam dar uma trégua, néh?!(revirou os olhos ,se sentando sobre o sofá da sala da casa Aguiar)

Arthur: Trégua?!(arqueou uma das sobrancelhas) Trégua é o que VOCÊ poderia dar pra mim.(a corrigiu)

Carla: Pra sua informação eu não estou aqui por sua causa.(retirando uma lixa de unha de sua bolsa) E sim por causa da minha querida amiga, Lua.

Arthur: Carla, vai procurar que vc ainda não achou.(comentou incoerente)

Carla: O que?(indagou, franzindo o cenho)

Arthur: O seu celebro.(revirou os olhos)

lua: Arthur,para por favor(o repreendeu com os olhos)

Arthur: Era o que me faltava, a “defensora das causas impossíveis”..(bufou)

Embora Lua e Arthur estivessem se empenhando em um “teatro”, o moreno tinha motivos concretos para se irritar, afinal estava planejando um final de semana “perfeito” ao lado, somente e exclusivamente de Lua, e estava completamente fora de cogitação a presença de qualquer outra pessoa que não fora de seu circulo  de amigos excluindo assim Carla de suas possíveis companhias.

Alexandra: Óh!Já chegaram crianças?(se pronunciou surpresa, descendo as escadas) Que saudades estava de vcs, meus filhos(observando minuciosamente ambos e notando por fim a presença de Carla) Minha nora predileta.(comentou divertida)

Lua: Ela não ta mais namorando com o Arthur (se limitou a dizer)

Alexandra: O que vc fez Arthur?(desconfiada)

Arthur: Mãe, faça o favor néh?!(revirou os olhos)

Carla: Me trocou(expirou pesadamente)

Alexandra: Como assim lhe trocou?(indagou contra diversa)

Carla: Pergunte isso a ele.(Deu de ombros)

Alexandra: Arthur?(fitou os filho e mirou Lua)

Arthur: Da minha vida cuido eu, ok mamãe?(comentou descontraído subindo as escadas) A propósito a senhora não ia viajar?

Alexandra: Óh céus! A viagem, estou atrasada.(verificou seu relógio de pulso) Crianças qualquer coisa que precisarem peçam a Vera, certo?(capturou sua bolsa de cobre em suas mãos e saiu ligeiramente)

***

Lua: Chris vc tem certeza que essa festa é uma boa idéia?(indagou se sentando na cama do mesmo)

Arthur: Lua, até parece que vc nunca presenciou uma festa minha, néh?!(disse folheando sua lista telefônica) E aquela inútil da Carla ta fazendo o que, hein?(indagou com banalidade)

Lua: Ta tomando banho.To com dó dela Thur.(mordeu seus lábios inferiores) Ela ta sofrendo.

Arthur: Não fui eu quem a convidei pra vir passar o final de semana na mesma casa que eu.(concluiu satisfeito sem tirar a atenção dos nomes contidos na lista)

Lua: Nem eu(se defendeu)Mas isso não justifica n..(foi interrompida)

Arthur: Quer que eu volte pra ela(fechou sua lista telefônica voltando por fim sua atenção a Dulce) Acha justo eu estar com ela, amando vc?(prosseguiu)

Lua: Repete.(pediu sonhadora)

Arthur: Quer q..(foi interrompida)

Lua: Bobo(lhe deu um leve soco no braço) A ultima parte.

Arthur: Amando vc?!(indagou se aproximando de Lua e fazendo com que a loira se deitasse sobre a cama)Eu amo vc bobinha.(afirmou divertido)

Lua: Repete?!(lhe deu um selinho)

De fato o tom com que Arthur optava por usar não soava com uma forma de expressar um sentimento e sim com um deboche e sarcasmo, ações que levavam a loira a não crer nesse “amor” existente entre eles.

Arthur: Pare com isso baixinha (lhe beijou ternamente)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo