29 de jun de 2013

Maratona de Fics - Uma Única Certeza


-Primeiro capítulo-
Uma Única Certeza
Dois Capítulos
Classificação: Romance
Peguei no blog: Uma Rockstar




Ela caminha pelo corredor. Os braços jogados e os olhos sem foco.
 Sozinha desde o começo de toda confusão, volta a analisá-la pela última vez. Vê que todas as atitudes que havia tomado até então, assim como as consequências, se tornaram piores do que acreditava que poderiam se tornar. Mostravam ser irreversíveis.
 Todas as tentativas frustradas de uma reaproximação com Diego traziam-lhe o sentimento de coisa quebrada, e que não tem mais conserto.
-Mas não houve tempo para análises! -Pensava ela.
 A pressão do Binho, do Franco. As brigas com os amigos, a falsa rebeldia. Tudo acabou lhe deixando a cada dia mais perdida.
Roberta agora já não quer mais tentar. Tem como certo que as coisas nunca voltarão a ser como eram antes.


 Ao chegar à porta do quarto, ela ergue a cabeça e se devolve ao orgulho. O papel de vítima não faz parte de sua personalidade. É o momento de seguir um novo caminho.

-Como é que é?
-É isso mesmo que você ouviu.
 Alice perde o chão com a notícia dada tão calmamente por Roberta.
-Você não pode ir embora! Vai deixar seus amigos? A banda?
-Eu não vou mudar pra outro planeta não! Só vou mudar de colégio!
-E o Diego?

 Roberta engole seco.
-Eu... Desisti.
-Desistiu? Você? A pessoa mais teimosa desse mundo? Não dá pra acreditar!... Aqui, você sabe que a Pilar tá dando em cima dele!
-Claro que não. -Roberta está convencida. -E mesmo que estivesse. Eu só quero que ele seja feliz.
-Mas e você? -Alice se senta na cama.
-Que tem eu?
-Você não tá feliz.
-Isso não interessa. Agora você vai me prometer que não vai contar pra ninguém!
-Porque?
-Promete!
-Tá eu prometo, mas porque você vai sem se despedir?
-Eu odeio despedidas. -Roberta faz uma pausa. -Eu vou ligar pro meu pai e pedir pra ele falar com o Jonas.
-E você acha que ele vai aceitar?
-Eu to disposta a fazer qualquer coisa pra que ele aceite.
-Até ir morar com ele? -Alice se levanta rápido da cama.
-Qualquer coisa.
 A firmeza nos olhos de Roberta deixa a amiga sem saber o que dizer.


 As aulas daquela semana ocorrem lentamente. Ao fim da tarde, Roberta e Diego passam pelo corredor e como tantas vezes, ele espera que ela ofereça bloqueio à sua passagem, mas isso não acontece desta vez. Quando se viram, cada um em um lado, eles abaixaram a cabeça, caminharam rapidamente e só sentiram um vento fraco passar.
 Ela não para. Diego se vira e segue como que se aceitasse que fosse o melhor.
-Você precisa saber de uma coisa Diego. -Alice aparece bem em sua frente.
-O que?
-A Roberta, ela...
-Não, olha Alice, eu não quero saber tá? -Diego já vai dando a volta.
-Ela vai embora Diego!
 O rebelde olha para o chão como se procurasse alguma coisa.
-Eu não posso fazer nada. -Diz friamente antes de voltar a dar as costas a Alice, que fica sem acreditar no que acaba de ouvir.

 A conversa com o pai não foi difícil, ele só estranhou o pedido da filha, mas iria atender. Claro que com a mãe foi diferente, Eva fez um completo escândalo. Mas a decisão estava tomada, e se era mesmo o desejo da filha, já não tinha jeito de prendê-la ali. Roberta seguiria com o pai, talvez para um bom colégio interno em Roma, onde esqueceria tudo.


 A noite cai. O último ensaio da banda acontece em bom clima. Ninguém além de Alice demonstra qualquer incômodo. Diego nem parece saber da partida de Roberta, não mostra nenhuma diferença. Ela, por sua vez, aproveita cada segundo daquelas horas, mesmo que sua maneira de abaixar os olhos, de movimentar os braços, denunciem uma certa tristeza por baixo daquela capa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo