22 de jun de 2013

Capítulo único: Irmãos muito tarados.


Título: Irmãos muito tarados.
Tema: Hot.
Créditos: Nada pode nos parar. 



POV Lua.
Oiiii meu nome é Lua, 22 anos, solteira. Sou branca dos cabelos loiros, cacheados e longos até a cintura, olhos castanhos esverdeados, 1,70 de altura, 58 kg. Bom, isso se passou há 1 ano atrás. Eu tinha 21 anos e meus 2 irmãos tinham 17, sim, eles são gêmeos mas não idênticos. Ambos de olhos castanhos esverdeados bem claros às vezes se confundem com cinza - é uma pena que eu não tive a mesma sorte, pois acho os olhos deles divinos – cabelos negros como os meus, ambos super sarados, pois são fissurados em academia, são maiores do que eu, devem medir mais ou menos 1,78 de altura e o peso eu não faço ideia  mas garanto que são muito gostosos mesmo, embora eu nunca tivesse olhado pra eles dessa forma. (porém o que ocorreu neste dia mudou tudo). Eles ainda estudavam, estavam no 3º ano do colegial e sempre foram muito populares tanto na escola, quanto em festas de musicas eletrônicas que costumam frequentar  nunca gostaram de namorar serio pois vivem pegando um monte de menininhas por ai, coisa que eu sempre achei patético! Certo final de semana meus pais viajaram para o chalé que eles têm no interior, nos disseram que queriam passar um tempo a sós e perguntaram se podiam contar com agente, se nos comportaríamos, concordamos e minha mãe pediu pra que eu cuidasse do Arthur e de Chay. Na hora eles deram risada, como quem diz: “nós já somos crescidos e não precisamos dela.”

No sábado à tarde eu estava em casa assistindo TV na sala, Arthur estava no outro sofá mexendo no notebook, e Chay estava lá em cima no quarto dele. Depois de um tempo ali, a campainha toca e Arthur levanta para atender a porta, era um amigo dele que tinha vindo buscar uns jogos, os 2 subiram para o quarto de Arthur e eu fiquei sozinha na sala, percebi que ele havia fechado o notebook forçando o loggof do mesmo. Ouvi os 3 conversando alto e notei que passaram a jogar vídeo-game. Então eu resolvi fuçar no notebook, pois desconfiei que estivesse escondendo algo, ele não sabia que eu tinha a senha de acesso, e eu entrei e de cara abriu uma janela de MSN, me surpreendi ao ver que ele falara com o Chay que estava o tempo todo no quarto. Comecei a ler a conversa, e quase cai pra trás quando notei que falavam de mim, ou melhor, O QUE falavam de mim. Arthur começou dizer que na noite anterior eu fui ao quarto dele de toalha pegar um pente e ele ficou com o membro duro na hora que me viu, Chay concordou que eu era gostosa e disse que não se segurava ao me ver andando de shorts e mini saia pela casa e ficava vendo minha calcinha, começaram a falar que me achavam gostosa, e que sempre se masturbavam pra mim, aquilo parecia mais um confessionário do que uma conversa comum entre irmãos, e o pior, eu era o fruto do pecado dos dois! Eu comecei a tremer quando um deles disse que poderiam tirar proveito do fato de meus pais estarem viajando. Eu não conseguia parar de ler, estava imóvel e nem piscava lendo tudo aquilo, eu já estava suando frio quando leio: “-Essa noite estou pensando em ir ao quarto dela bater uma enquanto ela dorme e olhando aquela bunda gostosa, quer ir comigo?” Eu nunca imaginara que meus irmãos mais novos me viam como uma mulher qualquer! Fiquei horrorizada quando li que planejavam colocar sonífero na minha comida pra que pudessem se aproveitar de mim enquanto eu dormia! Eu fiquei abismada com aquilo, com muito medo e tremendo, não sabia o que pensar. Eles planejaram que colocariam no meu suco na hora do jantar. Eu fui pro meu quarto e não conseguia pensar em outra coisa, liguei pra minha melhor amiga e contei tudo pra ela, disse que estava apavorada, ela então brincou dizendo que queria estar no meu lugar, pois ela sempre pagou pau para meus irmãos. Eu disse que não era hora de brincar então ela me aconselhou a fingir tomar o sonífero, e na hora que eles fossem ao meu quarto eu surpreende-los. Eu concordei, queria dar um baita susto neles, eles que me aguardassem (pensei). À noite eles pediram pizza e quando cheguei à cozinha lá estava meu pedaço em um prato com o suco ao lado, eles sempre tiveram esse tipo de hospitalidade para comigo, portanto não foi de se estranhar. Eu disse que comeria no quarto e subi com o prato e o copo. Joguei tudo fora e nem jantei com medo que pudesse ter sonífero ate mesmo na pizza! Passando alguns minutos levei a louça para a cozinha e passei pela sala onde eles estavam dizendo que já ia dormir, pois estranhamente já estava com sono. Eu subi e me deitei de camisola como de costume sem me cobrir. A última coisa que eu poderia pensar em fazer era dormir! Uns 10 minutos depois alguém abre a porta, era Arthur que já estava chamando Chay pra entrar dizendo que eu já estava desmaiada. Eu estava muito tensa, e não sabia como deveria abordá-los e matá-los de susto. Na hora me veio um pensamento horrível de que se eu fizesse isso eles poderiam me estuprar a força. Um dos dois bateu uma palma forte, para ver se eu não ia acordar. Eu fiquei imóvel sem saber o que fazer. A essa altura um dos dois já levantava minha camisola, reconheci pela voz que era Chay e ele dizia “-Cara se liga nessa bunda perfeita, só de olhar já fico excitado!” Arthur que era mais serio, não deu atenção a ele já foi subindo na cama e pegou minha bunda com as duas mãos, ele ficou massageando ela. Eu estava de bruços, com a cabeça um pouco atolada no travesseiro, não sabia o que fazer, estava desesperada e com medo. Arthur me virou e ergueu mais minha camisola e começou a lamber minha barriga. Percebi que um dos meus seios estava saindo pra fora do decote da camisola, e Chay já estava lá babando e não parava de falar um minuto “-Que irmã gostosa agente tem” “-Que peito maravilhoso” “-Quero foder ela inteira”. Enquanto isso Arthur não dizia nada, apenas me lambia a barriga e as coxas... Aquilo já estava me deixando mais tensa do que nunca, quando de repente sinto algo molhado em meu seio, era a boca do Chay!!! Ele começou a passar a língua de leve, ai meu Deus, eu tenho uma hiper sensibilidade nos mamilos! Aquela altura eu já estava molhada e tentando fingir que estava em sono profundo. Eu mal respirava para que eles não percebessem. Ao mesmo tempo que eu estava com medo e queria surpreende-los, eu estava gostando e queria ver até aonde aquilo tudo iria. Chay puxou meu outro peito pra fora da camisola e começou a mamar nos 2 com muita vontade ele apertada e puxava o bico com os dentes, eu estava a ponto de me retorcer, os bicos dos meus peitos estava muito duros denunciando minha excitação, e minha vagina já estava encharcada a essa altura. Enquanto Chay era desesperado e me devorava com a boca com muita vontade, Arthur estava muito calmo me beijando e lambendo minhas pernas e minha virilha, e passando a mão suavemente sobre meu corpo. Ele explorava cada poro do meu corpo e começou a passar a mão por cima da minha calcinha que estava encharcada. Não imagino o que ele deve ter pensado sobre isso, só sei que começou a tirar minha calcinha lentamente, enquanto Chay não parava de mamar meus peitos, o que eu mais amo que façam, pois sinto um tesão indescritível! De repente Arthur abre as minhas pernas e eu sinto sua língua no meu grelo. Ele começou a lamber devagar a minha vagina de baixo ate em cima, subia e descia por ela inteira. Que sensação maravilhosa eu estava sentido, nunca havia saído com 2 homens de uma vez, e eu já sentia que ia gozar com o Arthur chupando minha vagina e o Chay mamando meus peitos como nunca ninguém havia mamado antes. Eu não aguentei e gozei com tudo na boca do Arthur, ele percebeu na hora, e parou de me chupar e enfiou dois dedos, como quem quer conferir. Foi então que o Chay saiu de cima dos meus peitos e falou pro Arthur que era a vez dele me chupar, Arthur disse que tudo bem que eu já estava toda gozada. Chay então questionou se isso era possível levando em conta que eu esta adormecida. Arthur então esboçou um “FODA-SE”. Aquilo me levou a pensar que talvez ele desconfiasse de que eu estivera acordada o tempo todo, mas que isso pouco importava. Chay começou a chupar me minha e a esfregar a cara nela, parecia uma criança em um playground, ele estava muito empolgado com tudo aquilo. De repente eu me assustei quando sinto uma mão virando meu rosto pra cima, era Arthur! Eu não sabia muito bem o que ele planejava, mas logo descobri quando senti algo quente roçando meu rosto. Ele nada mais estava fazendo do que esfregando o cacete dele no meu rosto. Eu ainda tentava assimilar tudo aquilo quando Arthur enfia seus dedos na minha boca forçando ela se abrir e começa a passar seu pau nos meus lábios, estava extremamente duro! Ele ficou ao lado do travesseiro e deitou minha cabeça de lado, começou a enfiar o pau na minha boca, tirando e colocando e batendo o pau na minha bochecha às vezes, enquanto isso Chay se esbaldava na minha vagina lambendo, chupando e mordiscando ela com muita vontade. O pênis do Arthur era muito grosso, ocupava minha boca inteira! De repente Chay parou de me chupar e eu só senti uma coisa roçando a entrada da minha Vagina, pensei: “-Meu deus, meu irmão vai me comer!” Foi quando eu senti o pênis do meu maninho 4 anos mais novo que eu penetrar minha vagina. Ele ergueu minhas pernas ficando na posição ‘frango assado’ e começou me comer devagar, parecia nem temer que eu pudesse acordar a qualquer momento, confiava plenamente no efeito do sonífero. Eu já não conseguia disfarçar a excitação, minha respiração estava ofegante e o Arthur não para de meter na minha boca. Chay anunciou que ia gozar e tirou o pau de dentro da minha vagina e gozou na minha barriga, senti aquela coisa quente escorrendo em cima de mim, e fiquei ainda mais excitada. Chay disse pro Arthur que era a vez dele me foder, e ele respondeu “-Eu não vou foder a buceta da minha irmã não.” Eu achei muito estranha essa afirmação, mas logo entendi o recado, Arthur me virou de costas, fazendo minha bunda ficar exposta pra cima, ele começou a lamber uma das minhas nádegas e abrir minha bunda com as mãos e lamber meu ânus. Eu gelei na hora! A minha sorte foi que meu ânus não era mais virgem, pois eu cedi algumas vezes para meu ex namorado. Mas isso já fazia um tempão, e eu sabia que a dor seria muita caso ele resolvesse comer meu ânus. Ele começou a enfiar os dedos no meu ânus e a lamber deixando-o bem molhado, então ele ergueu minhas pernas com as mãos e começou a roçar o pau dele que era muito grosso e eu já sofri por antecedência, imaginando aquilo tudo dentro de mim. Enquanto isso ouvi Chay que estava sentado na cama comentar que só iria observar e se masturbar gostoso vendo seu irmão foder o cu da sua irmãzinha. Foi quando eu senti algo penetrando meu ânus, como doía, era muito grosso e eu estava com a cara atolada no travesseiro, saia lagrimas dos meus olhos, e eu tive que segurar muito para não gritar... Ele começou a enfiar mais, e eu sentia como se fosse me partir ao meio, minha respiração estava descoordenada, e aquele pênis parecia que não acabava nunca, o pênis deles eram muito grandes, eu nunca achei que meus irmãozinhos pudessem ser tão bem dotados. Mas dessa vez infelizmente não pude ver, mas só sentir aqueles membros maravilhosas em mim. Arthur começou fazer movimentos de vai e vem, eu sentia muita dor, e comparando com o pênis do meu ex namorado, o de Arthur era de um cavalo. Eu sentia o sangue escorrer, mas ele não parava de me foder cada vez mais, de repente ele tirou o pau de dentro e largou minhas pernas, que caíram moles na cama, ele gozou com tudo nas minhas costas e a porra dele jorrou ate meus cabelos. Os 2 já estavam saciados, Chay não parava de dizer o quanto eu era maravilhosa, e disse que era melhor me limpar logo e irem dormir antes que passasse o efeito do sonífero. Arthur disse que podia deixar que ele me limpava, Chay deu boa noite e saiu do quarto. Arthur foi ate o banheiro do meu quarto, demorou um pouco... Eu pensei que ele ia pegar alguma toalha molhada pra me limpar, mas não. Creio que ele só tenha se lavado mesmo, pois eu pude ouvir o barulho da porta do quarto se abrindo e ele dizendo: “-Eu não sou tonto que nem o Chay e sei que você não esta dormindo, portanto se limpe você mesma.” E em seguida saiu do quarto batendo a porta. Eu fiquei pasma com tamanha frieza, ele sempre foi mais serio e mais seco, mas não achei que me deixaria naquele estado. Quando eu abri os olhos assim que tive certeza de não ouvir mais ruídos no quarto, eu me vi cheia de porra pelo corpo todo, e cheia de sangue na minha bunda e no lençol. Fui tomar um banho e tive que me limpar eu mesma. No dia seguinte eu nem sai do quarto o dia inteiro, e só fiquei aguardando o retorno dos meus pais. Depois desse dia aconteceu de eu foder só com o Arthur, mas isso é história para uma outra vez. 

6 comentários:

  1. Caraca vcs vao postar mais uma dessa???? Pf respondam tipo a versao 2 igual a de rurley boy 1 e 2????

    ResponderExcluir
  2. caraca mesmo!!!:)

    ResponderExcluir
  3. Posta a parte dela fodendo com o Arthur!!!

    ResponderExcluir
  4. Creeeeeeeeeeeedo, isso foi estupro! Beleza, eu concordo que foi super esitante, por ela está acordada. Mas PORRA eles eram irmãos dela, não importa o tamanho ou grossura do pênis deles, eles eram irmãos. Onde vocês vivem suas loucas, que tem tara nos irmãos? Credo! A Web foi legal, eu admito, mas super repulsiva por eles serem irmão. Tara por primo beleza, mas irmãos. Arg! Nojo! ¬¬

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você, não é porque ela já é maior de idade e não é mais virgem que eles podem fazer isso e não ser comsiderado estupro. Foi orrivel essa parte da web, mas as outras foi bem legal. Ele eram irmãos meu, isso foi orrivel dessa parte, e aquilo que o Arthur falou no final foi pior ainda. E eles ainda manteram contato? que nojo.

      Excluir
  5. Incesto gostoso, excitante. Eles eram menores de idade, mas você era maior, com 22 anos. Você se entregou aos prazeres do sexo com seus irmãos porque estava com muito desejo e tesão. Gozou muito e com certeza repetiu a transa incestuosa muitas outras vezes.Continue
    buscando o seu prazer e com pessoas que você ama e sabe que é também amada e desejada. Só evite a indesejada gravidez!

    Leila, 23 anos, solteira.

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo