28 de mai de 2013

Minha irmã Adotiva.


Capítulo 176.



A frase “Fiz para o seu bem” foi se escoando a medida que Lua se afastava do “irmão”. Estava debilitava o suficiente para não ter a capacidade de lhe olhar aos olhos, ele não tinha o direito de ocultar o que ocultou, não possuía a autoridade e o amor que a mesma subjugava acreditar..

Dois passos..Dois passos a separava da porta do quarto de Claudia. Notara que Arthur desistira de lhe seguir pelos corredores do hospital, inspirou e expirou agilmente levando sua mão a sua franja loira e jogando para a lateral de seu rosto, levou sua mão a maçaneta  a girando lentamente.

Aquele sim, seria um momento único..aquele sim, seria o momento olharia nos olhos de sua m..quer dizer da “mulher que lhe concedera a vida” . Esguiçou seu pescoço antes que abrisse por inteiro a porta e notou que a mulher adormecia, parecia inspirar pesadamente. A loura fechou lentamente a porta para que não provocasse barulho algum na área que abrangia o quarto, mordeu seus lábios voltando seu olhar a Claudia, aquele ser frágil.. Isso mesmo estava tão frágil, magra e cansada...Lua se assentou desconfortavelmente na poltrona ao lado da mesma a fitando minuciosamente. O nariz, a boca...óh sim! Aquela boca perfeitamente desenhada se assemelhavam demonstrando que Lua por fim havia chegado a informação certo.

A “pequena” levantou  delicadamente sua mão cogitando a hipótese de tocar carinhosamente Claudia. E o fez, acariciou algumas rugas de expressão que já daam sinal nas bochechas da mesma, o noriz em perfeita conservação..

Claudia: Mal posso acreditar que esteje aqui..(se pronunciou com a voz em falha abrindo um sereno sorrindo em seus lábios)

Lua: (retirando rapidamente sua mão sobre a face da mesma) Está acordada e não disse nada?(indagou se levantando agilmente)

Claudia: Óh querida(abriu lentamente os olhos) Não se afaste por favor?(implorou dificultosamente)Passei tanto temo separada de vc.(tossiu quatro vezes consecutivas)

Lua: A culpa não foi minha.(engoliu a seco, teria de ser fria, calculista e irreversível, afinal aquela fora mulher que a abandonara durante 17 anos)

Claudia: Eu bem sei disso(retirou o inalador que fazia com que sua voz saísse abafada) Se vc realmente soubesse da história sem dúvida alguma entenderia meu lado.(expirou pesado)

Lua: Pena que eu não estou nem um pouco interessada em saber.(cruzou os braços)

Claudia: Vc tem todo o direito, e mesmo que eu tenha motivos pra que fizesse o que fiz nada tira a culpa de ter lhe abandonado.(fechou os olhos por alguns lentos segundos, estava se tornando tremendamente difícil Claudia designar palavras a qualquer pessoa que fosse)

Lua: Enxergou isso sozinha?(indagou usufruindo da ironia)

Claudia tornou a tossir suas consecutivas vezes e ignorou o comentário peculiar da “filha”, fazendo com que o silencio pesasse no quarto.

Lua: (molhou seus lábios com a língua)O que está fazendo aqui?(desviou  olhar da mesma, não demonstrando interesse)

Claudia: Parece que “sua velha”aqui, não vai muito longe, não..(usufruiu da brincadeira inexistente)

Lua: Do que vc tá falando?(franziu o cenho)

Claudia: Já não sou mais jovem, convenhamos.. E to sentindo que a minha hora ta chegando.(admitiu tossindo novamente)

Lua: Que ridícula essa sua afirmação(negou com a cabeça se aproximando da mesma)Sem nenhum fundamento.

Claudia: Lua, minha filha, não seje tola, enquanto alguns estão chegando outros estão indo(fechou os olhos engolindo a seco)

Lua: Não(negou com a cabeça sentindo os olhos arderem) Eu acabei de te conhecer e não é justo que..que..Vc não pode(sua respiração se tornara ofegante)

Claudia: Aquele é seu “irmão”?(indagou procurando mudar o rumo da conversa)

Lua: Ele é meu “irmão adotivo”.(a corrigiu deixando que sua “mascara” calculista se desmanchasse)

Claudia: Gosta dele, néh?!(concluiu satisfeita)

Lua: Eu o odeio mais que tudo.(olhou a vista da janela)

Claudia: Lua, minha querida não seje tola o suficiente pra enganar seu coração, o rapaz é um bom moço.(disse serena)

Lua: Ele me privou de saber que vc é minha mãe, já foi informada disso?(indagou vitoriosa)

Claudia: Tenho certeza que ele deve ter motivos claros para isso.

Lua: Vc não vai defender ele, néh?!(levou as duas mãos a cintura)

Claudia: Idêntica ao seu pai.(um sorriso recordante brotou nos lábios da mesma)

Lua: E o meu pai?(indagou interessada)

Claudia: Lua, se não se importar poderia fazer o favor de chamar algum enfermeiro, eu não estou me sentindo muito bem(levou a mãos sobre o coração)

Lua: O que tá sentindo?(se apavorou)

Claudia: Os enfermeiros por favor(Se debateu sobre a cama)

A loira de imediato foi até o corredor do hospital escandalizando por enfermeiros no quarto.

Claudia: Lua...minha filha(sua respiração também era ofegante , seus batimentos cardíacos oscilavam) Dois conselhos..(notou que vários enfermeiros adentravam o quarto) Dois conselhos... O primeiro (inspirou todo o ar que pode)

---: A senhorita poderá se retirar por gentileza.(um grandalhão todo uniformizado de branco pediu educadamente a loira)

Claudia: Nunca..nunca perca seu amor de vista(engoliu a seco) E saiba que eu lhe amo eternamente. MINHA filha(expirou todo o ar que sustentava nos pulmões , deixando que seus batimentos fosse embora junto com eles)

Lua: NÃÃÃÃO (berrou a loira que mantinha de seu lado dois enfermeiros a segurando pelo braços)Não me deixa....não agora(deixou que as lágrimas rolassem em seus olhos) Eu preciso de você(se curvou ao chão) Por favor não...(diminuiu seu tom de voz gradualmente) Não me deixa...vc não tem o direito..(soluçava em meio as frases, sem se quer um amparo de forma humana) Eu te amo, não me deixa por favor..(implorou a mesma)

12 comentários:

  1. Posta mais. Muito boa a web!

    ResponderExcluir
  2. OMG! Coitada da Lua, conheceu agora a mãe e ela já faleceu, posta mais por favor ++++++++++++++++++++++++++++

    ResponderExcluir
  3. Posta mais ta perfeita a web .

    ResponderExcluir
  4. que dó da lu!!!!

    ResponderExcluir
  5. Posta ++++++++++++++++++

    ResponderExcluir
  6. ai que lindo quase chorei :[

    ResponderExcluir
  7. meu deus postaaa maaaaiiisss! gostei da mae da lu pq ela disse "nunca perca seu amor de vistaa... dedica um capitulo pra mim! bjs GIOVANA :)

    ResponderExcluir
  8. pooooosta maaaaaais, to amando a cada dia mais :)

    ResponderExcluir
  9. posta maissssssssssssssssss, essa web ta d+! Tão triste oq Lua tá passando... :( by:Paloma Passos.

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo