25 de abr de 2013

Minha irmã Adotiva.


 

Capítulo 154.



Lua: Nunca..nunca mais.(concluiu a frase com o olhar vidrado na parede lilás de seu quarto)

Mel: Vc deve ter entendido errado, Lua. (a consolou enquanto levava a boca uma pedaço de sua barra de chocolate)

Lua: Não(negou com a cabeça de imediato) Impossível.(molhou seus lábios com a língua)

Sophia: Procure entender que foi algo repentino e que acabou por ..por surpreende-la.(se ajeitou sobre a cama posicionando a cabeça da loira sobresseu colo)

Lua: Mas eu também fiquei surpresa e nem por isso a tratei com frieza.(levantou seu olhar para a loira)

Mel: Mas nem um abraço? Nem um beijo na bochecha? (gesticulou com a mão o numeral citado) Nenhum arrependimento? Nadinha de nada?(indagou levando a boca mais uma pequena quantidade de seu chocolate meio amargo)

Lua apenas negou com a cabeça . Era difícil demais assumir que sua mãe..a mulher que lhe concedera a vida, não passava de uma pessoa totalmente dissimulada. Estava reprimindo sua filha, fazendo com que a loira passasse por mais longos sofrimentos.

Sophia: Ela deve sofrer de amnésia, Lua. (alegou acariciando as mechas loira da mesma)

Mel: Bom, prefiro acreditar que ela tem problemas mentais, mais especifico do tipo loucura.(deu de ombros, fazendo movimentos circulares com seu calcanhar)

Lua: E eu prefiro acreditar que fui rejeitada da pior forma possível.(inspirou todo o ar que pode e o deliberou gradualmente)

Sophia: Não fala isso, amiga.. Vc sabe que está rodeada de pessoas que querem somente seu bem.(a incentivou)

Lua: Sei.(uma típica ironia soava pelo voz da mesma) E o mais estranho de toda essa história e saber que eu não pude se quer conhecer Fernando.(concluiu inconformada se sentado devidamente sobre a cama)

Mel: Pelo menos uma rejeição a menos. (era a vez do humor negro da morena a dominar) Se é que vc me entende. (levou a boca o último pedaço do chocolate amaçando a embalagem agilmente logo adiante)

Lua: O pior é que tenho de concordar com vc .(admitiu colocando uma macha de seu cabelo atrás da orelha)

Sophia: Vamos trocar de assuntos, porque temos algumas decisões pra tomar.(um sorriso felicitado borbulhou nos lábios da mesma)

Lua: Tipo? (indagou, arqueando uma das sobrancelhas)

Sophia: Tipo, que roupa vcs vãos levar pra nossa viagem. (bateu duas palas leves para demonstrar sua euforia)

Lua: Então (mordeu seu lábios por alguns impercebíveis segundos) Não tenho certeza se serei autorizada a ir.(Revirou os olhos)

Mel: E eu posso saber o por que? (indagou jogando a embalagem já amassada sobre a cama)

Lua: Por que a Alexandra quer q..(foi interrompida)

Sophia: Deixa isso com o bundudo, todo ano a Alexandra quer impedi-lo de ir junto a nós, mas ele sempre vai, então esse ano não vai ser diferente..(se levantou)

Lua: Não sei se vai ser uma boa ideia eu ir pelo fato d..(foi interrompida)

Mel: Faça mil favores, néh Lua?! Vai se trancar aqui e nunca mais sair por causa sua mamãezinha não quer vê-la? (negou com a cabeça irritada)

Lua: Mais ou menos por ai. (devolveu a resposta no mesmo tom que lhe fora projetada)

Mel: Lua vc viveu super bem antes de saber onde encontrava esse “ser” que se diz sua mãe, e depois que a conheceu vai se privar da vida?

Lua: Eu não to me privando, to me respeitando. Preciso de um tempo pra mim, sozinha.(concluiu certeiramente)

Sophia: (pegando sua bolsa sobre a cama) A decisão é sua, querida! Mas se quiser ir, partiremos amanhã de manhã, voltaremos antes do natal e eu posso garantir que a praia da qual vamos é “perfeitamente maravilhosa.”

Lua: Tá. (se pronunciou ligeiramente) Sophia, agora que ta, eu vc e a Melanie, será que tem como vc me explicar o que anda acontecendo? (indagou misteriosa)

Sophia: Não quer que eu va embora, éh?!(indagou com uma voz sobrecarregada de diversão)

Lua: Vc sabe muito bem to que eu to falando.(cruzou os braços disposta)

Mel: Conta pra ela , “Barbie de caixa”, talvez ela possa te ajudar.(a incentivou em vão)

Sophia: VC poderia me ajuda, ficando quieta, ok?!(a fuzilou com os olhos)

Lua: Dá pra vcs falarem alguma coisa coerente por favor?(indagou franzindo o cenho completamente desentendida)

Mel: A Soph..(foi interrompida)

Sophia: Se vc contar eu conto pro Chay. (cruzou os braços com um belo sorriso vitorioso sobre os lábios)

Mel: Grande coisa.(Deu de ombros ironizando significativamente) O fato é q..(foi interrompida)

Sophia: E eu ..eu..invento ações das quais vc não fez. (insistiu no tema “Chay”)

Mel: Fique a vontade querida, Lua o..(foi interrompida novamente)

Sophia: Eu tem..(foi interrompida)

Lua: EEEEEIII, será que eu seria digna de ser contemplada com alguma atenção direcionada a mim? (indagou impaciente) Seria mais eficiente da parte de vcs se eu soubesse do assunto tratado.

Mel: A Sophia tá grávida. (concluiu por fim ,voluntariamente)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo