20 de abr de 2013

Meu vizinho Insuportável - 2ª Temp.



Capítulo 74.



Lua= mas é claro que se amam, não é Arthur? Eles são irmãos (como se fosse obvio)

Kayke= não somos, não (protestou colocando Dany no chão e recebeu um beliscão da mesma enquanto Lua o fuzilava com o olhar, então ele percebeu que falou demais)

Arthur= como assim? (o encarando) pensei que considerava a..

Kayke= ela é mais que minha irmã é um diamante pra mim, e cuido pra nenhum carinha quebrar esse diamante precioso papai

Arthur= ah bom, pensei que...

Dany= pensou o que pai? (cortando Arthur)

Arthur= nada, deixa pra lá, eu vou aqui na cozinha beber água e quando voltar quero ter uma conversa seria com você Dany (ela arregalou os olhos enquanto  ele se retirou)

Lua= fica tranqüila, ele não desconfia nada de vocês dois (eles engolem a seco arregalando os olhos) pensam que não percebi é? Não sou nenhuma idiota.

Dany = não mamãe, er..er.. digo Lua (corou, enquanto Lua sorriu de leve)  você esta entendendo errado, não temos nada que... (nervosa)

Kayke= não adianta dany a dona Lua é muito esperta, ela já se ligou no nosso lance

Dany= para kayke (o repreendeu, estava muito constrangida e temerosa)

Lua= eu sei sim que vocês estão de namorico por ai, mas não se preocupem, não contarei nada para Arthur ate porque ele já esta com problemas de mais pra se preocupar com as travessuras dos filhos

Kayke= isso não é travessura mamãe, eu gosto mesmo da dany

Dany= então você não se importa? Digo não esta contra nos dois ..

Lua= isso não quer dizer que estou de acordo (negou com a cabeça) muito pelo contrario, isso é a chance que vocês tem de acabar com isso antes que seu pai descubra e se decepcione, não tem nenhum cabimento essa palhaçada, já temos problemas de mais, você me decepcionou filho, a dany não é essas garotinhas que você esta acostumado a li dar, ela tem sentimentos, é especial para mim e não vou permitir isso, até porque você é mais novo que  ela, e apesar da idade parece uma criança  (dany escutava tudo com atenção, porem estava atônita  com tudo aquilo, tentando entender cada palavra, mas a kayke  nada daquilo agradou)

Kayke= não acredito que ouvi isso, minha própria mãe falando assim de mim, e você não tem que permitir nada, essa decisão é nossa

Lua= desculpe kayke mas você não é nenhum santo, não é porque é meu filho que vou te defender e agora ultrapassou os limites, meu deus se Arthur souber disso (negou com a cabeça e suspirou) desculpe dany, não quero que pense que estou me metendo na sua vida, mas é que só quero seu bem e..

Dany= não se preocupe, eu sei... (assentiu de cabeça baixa, kayke negou com a cabeça e sem mais palavras subiu as escadas, estava a ponto de explodir e não podia gritar tudo que tinha vontade, pois ela era sua mãe, dany olhou Lua nos olhos e se sentiu culpada, se sentiu fragio, deixou algumas lagrimas caírem, e abraçou Lua para a surpresa da mesma que correspondeu, a acolhendo em seus braços como uma menininha que havia aprontado e implorava o perdão da mãe)

Arthur= podemos conversar agora? (parou ao ver a cena e sorriu de leve, as duas se separaram e enxugaram as lagrimas) aconteceu alguma coisa?

Lua= não, não aconteceu nada (sorriu pra dany que retribuiu)

Dany= o que quer conversar comigo?

Arthur= vem... (se sentou no sofá e apontou para que a dany se sentasse em frente a ele, ela assim o fez) vem Luh... (segurou a mão de Lua e a fez sentar a seu lado) bom filha, sei que o que vou te contar agora vai te abalar muito, preciso que seja forte e me escute com atenção (dany se preocupou com aquelas palavras) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo