21 de abr de 2013

Meu vizinho Insuportável - 2ª Temp.


Capítulo 77.



Lua= Arthur? (levantou pálida e o encarou)

Arthur= é Lua, é o otário do Arthur (Fernando prendeu o riso) vim aqui por que percebi que você tinha sumido e olha o que vejo?

Lua= ah então você percebeu que eu “sumi” uma hora e meia depois Aguiar? (colocou as mãos na cintura irritada, pois era ela que tinha o direito de estar assim) o erro está em você então nem venha com essa ceninha patética

Arthur= não mude de assunto, eu... eu não acredito nisso Lua Maria, é melhor eu ir embora,  boa noite Mel (saiu em seguida, Lua fez careta e o seguiu)

Mel= boa noite (fez careta rindo e foi para a cozinha Fernando correu pra janela)

Lua= Arthur quer parar de ser criança? (o puxou pelo braço fazendo-o parar)

Arthur= o que foi aquilo Lua? Voltou pro namoradinho foi? Não precisa ficar invenando desculpas pra isso

Lua= claro que não, o Fernando é meu amigo, você sabe que amo você, só estávamos assistindo um filme e... (ele a interrompeu)

Arthur= e precisavam estar se agarrando? (com ciúmes)

Lua= para de ciúmes que eu só estava deitada no colo dele ok? Nada de mais, eu sim estou aturando seus erros calada

Arthur= e se fosse ao contrario? Se você chegasse e me visse assim com a Carla? O que faria? O que pensaria? (Lua suspirou)

Lua= agora tudo tem que ser a Carla néh? olha Arthur, é melhor você ficar com ela, pois já notei que estou ficando em segundo plano (se virou para ir embora, Arthur socou o vendo bufando e foi ate ela a abraçando por trás) me larga (fechou os olhos ao sentir a respiração dele em seu pescoço)

Arthur= amor... faz poucos dias que voltamos e já estamos assim, vamos mesmo deixar uma briguinha acabar com nosso amor?

Lua= Arthur, ainda há amor? (virou pra ele o encarando)

Arthur= mas é claro que há pequena, você não me ama? (ela assente sincera)

Lua= sim meu amor, te amo como nunca deixei de te amar, e você me ama? (ele assente) tem certeza Arthur?

Arthur= não duvide nunca meu amor, eu já disse e repito te amo como nunca amei ninguém, acredita em mim? (acaricia o rosto dela que assente suspirando pelas caricias, ele a puxa para um beijo carinhoso, Lua acaricia de leve a nuca dele enquanto deixavam suas línguas brincarem) vem dormir comigo?

Lua= claro que sim, meu amor (deu mais um selinho nele e ambos foram pra casa abraçados, alguém que estava olhando tudo da janela socou a parede com raiva e quando virou, bufou ao ver Melanie rir sarcástica)

Fernando= há há há pode rir a vontade, mas cedo ou mais tarde ela volta a me amar

Mel= sonha querido, sonhar faz muito bem, a Lua nunca deixou de amar o Aguiar.

Fernando= você não gosta mesmo de mim não é Melanie?

Mel= não te suporto, (sincera)  se esta aqui é pela minha irmã, eu sei muito bem que tipo de pessoa é você Fernando, não me engana e nunca me enganou (Mel escuta Chay chamando do quarto) bom, a conversa ta boa mas tenho que ir (sorriu e subiu as escadas, Fernando bufou)

Fernando= quando eu virar herói da Lua, vou rir da sua cara, Melanie (suspirou) maldita hora que vim pra esse inferno de lugar, pelo menos a Débora me alegra.

(...)

Lua= como você faz pra ficar ainda mais lindo? ( olhando Arthur que saia do banho apenas de cueca, ele riu e colocou uma calça leve e uma camiseta se deitou ao lado dela e a beijou puxando pela cintura pra que ficasse ainda mais perto)

Arthur= do mesmo jeito que você fica mais gostosa a cada dia (acariciou os cabelos dela que fechou os olhos, queria ele)

Lua= te amo... (sussurrou, e sem esperar respostas o beijou novamente, aprofundando mais o beijo que era completamente de desejo e começou a acariciar a barrica dele por baixo da camisa)

Arthur= que fogo hem... te chamei pra dormir (riu e Lua parou o que estava fazendo constrangida, virou para o outro lado, Arthur suspirou) Luh... ei volta aqui amor,  é brincadeira... amor... (tirou os cabelos de frente do rosto dela e percebeu que havia lagrimas ali) Lua... por favor pequena, não fica assim, você esta muito sensível ultimamente, vem... (tentando vira-la)

Lua= não...me deixa... não quero mais e se contente por continuar dormindo a seu lado (Arthur revirou os olhos e negou com a cabeça, agora tudo que ele fazia era errado, e o pior era que agora ele estava excitado e precisava dela)

Arthur= eu te quero meu amor... olha como estou? Olha... (Lua virou e ele levou a Mao dela até seu membro, ela prendeu o riso ao sentir ele excitado, e acariciou apertando de leve, Arthur gemeu baixo de olhos fechado, Lua arqueou a sobrancelha, tirou a mão de la e virou novamente) LUA...

Lua= já disse que não quero (tava difícil prender o riso, e mais difícil ainda se segurar, mas ele precisava desse castigo) boa noite querido

Arthur= Lua e o que faço com isso? (fez careta)

Lua= vá no banheiro e resolva, agora cala a boca que quero dormir (Arthur bufou e foi ao banheiro, Lua riu e chorou ao mesmo tempo, tava sentindo que algo estava por vir,uma sensação ruim, meia hora depois Arthur voltou do banheiro, Lua fingiu estar dormindo e ficou paradinha, ele deitou-se a seu lado colocou o cabelo atrás da orelha, deu um beijo na bochecha e sussurrou)

Arthur= não tenha medo de me perder minha vida, te amo de mais pra permitir que isso aconteça (a abraçou Lua derramou mais uma lagrima e logo adormeceram) 

7 comentários:

  1. Posta mais hoje!

    ResponderExcluir
  2. +++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

    ResponderExcluir
  3. Maissssssas, tô lucy pra saber oq vai acontecer... *-------*

    ResponderExcluir
  4. Mais!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  5. MAAAAAAAAAISSS! Ri muito com o Arthur!

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo