4 de abr de 2013

Meu vizinho Insuportável - 2ª Temp.


Capítulo 32.


Arthur= não sei o que dizer... (ele falou sem pensar e se arrependeu mais logo suspirou aliviado ao ver ela sorrir lindamente)


Lua= então não diga nada (acariciou seu rosto o mirando)


Arthur= não vai brigar comigo? (falou como um bebê assustado e manhoso, Lua riu)


Lua= claro que não seu bobo, eu queria tanto quanto você, sonhei tanto com esse momento... foi maravilhoso


Arthur= que bom meu amor (sorriu aliviado) eu queria te dizer uma coisa mas...


Lua= então diga


Arthur= não, diz você, eu preciso escutar...


Lua= dizer o que?


Arthur= diz que me ama (deu uma pausa vendo a expressão de Lua que baixou o olhar e ele a fez o olhar nos olhos novamente) quero que me diga em palavras o que nossos corpos acabaram de expressar em caricias e sensações, quero ouvir da sua voz, preciso que fale pra me sentir realmente completo (Lua tragou a saliva, o amava tinha certeza mas a exatamente oito anos ela não abria seus sentimentos a ninguém, a não ser seus filhos, porque era tão difícil falar de seus sentimentos por Arthur? o amava com toda suas forças, mas depois do ocorrido a oito anos ficou muito insegura para falar de seus sentimentos)


Lua= eu...er...eu (não conseguia terminar e começou a rir nervosa)


Arthur= quero ouvir completo (sorriu, sabia de seus sentimentos por ele mas não entendia o porque ela não conseguia dizer)


Lua= você vai dizer depois?


Arthur= talvez (riu da cara de hã? que ela fez)


Lua= não brinca comigo (fez bico e ele lhe deu um selinho e depois se pos serio esperando ela falar, Lua fechou os olhos, não tinha duvidas o amava, deu outro selinho só que mais demorado nele e finalmente tomou coragem...) eu te amo, eu sempre te amei desde o primeiro dia e sei que vou te amar ate o ultimo, com todos os seus defeitos e qualidades, mesmo depois de ter errado comigo eu continuo e sempre continuarei te amando por que esse sentimento está tatuado aqui e não tem como ser apagado (pos a mão no coração, ambos estavam emocionados, ele sentiu borboletas voarem na barriga, agora sim estava completo, suspirou aliviado e apaixonado, cada dia a amava mais,  a puxou lhe dando um beijo delicado que dizia mais que palavras, ela se afastou um pouco e continuou) te amo a cada segundo que passa meu amor, nunca mais duvide disso e nada, nada foi um erro me perdoe estava de cabeça quente e queria acreditar no impossível (ele sorriu contente) eu tinha medo de me entregar novamente e sair ferida (ele abaixou a cabeça, sabia que havia sido ele que a ferio e se sentia um lixo abriu a boca pra falar mais ela o impediu pondo delicadamente um dedo em sua boca) tudo que aconteceu foi pra demonstrar o quanto nosso amor é forte e capaz de vencer tudo ainda que passe décadas (ele sentiu uma lagrima descer e novamente a beijou calmamente demonstrando seu amor) agora é sua vez (ele sorriu)


Arthur= eu odeio (ela franziu a testa o encarando e ele riu) eu odeio ter que odiar te amar tanto assim (grudou os lábios nos dela e sussurrou) eu te amo


Lua= eu te amo (também sussurrou antes de se beijarem com muito amor e carinho ela deitou no peitoral dele acariciando e murmurou) sentir sua falta (ele que acariciava suas costas a abraçou mais entendendo o que ela falava pois sentiu o mesmo)


Arthur= eu também meu amor, e não tem idéia do quanto...


Lua= Thur...


Arthur= hum...


Lua= você sabe que não podemos, não é? (ele se sentou rapidamente)


Arthur= não, Lua se você começar a falar aquilo de novo eu...


Lua= ei calma... (o abraçou por trás dando leves beijos nas costas dele) eu te amo lembra? (ele assentiu com um bico ela virou o rosto dele deu um longo selinho molhado para acalmá-lo) que bebê manhoso (sorriu) eu estou falando por sermos comprometidos, não acho certo enganar as pessoas Arthur, isso que estamos fazendo é errado


Arthur= tem razão (novamente se deitou a trazendo junto ela suspirou não havia melhor lugar pra ficar) não podemos trair as pessoas, mas eu não posso ficar longe de você...(choramingou) o que faremos?


Lua= eu também não meu amor... então como faremos?


Arthur= eu não posso terminar com a Alice agora, ela esta passando por situações complicadas na família e eu não posso magoá-la, ela me ajudou muito entende, tenho que esperar o melhor momento (Lua assentiu compreensiva)


Lua= e eu tenho que resolver umas coisas com o Fernando (ela falou pensativa e com uma voz de magoa e decepção, o que Fernando fez, mesmo estando bêbado a magoou muito ela tinha amizade por ele, Arthur estranhou)


Arthur= o que você tem?( ela negou) Eu te conheço Lua lembra? Sei quando tem algo acontecendo com você e não quer me contar


Lua= não é nada Thur esquece (ela o abraçou não podia contar a ele, sabia o gênio de seu amor, ele mataria Fernando, Arthur arregalou os olhos levantando o braço de Lua com uma feição assustada ao perceber algo) que foi?


Arthur= o que é isso Lua? (apontou pro braço dela que mordeu os lábios nervosa ao ver a marca roxa em seu braço, empalideceu e fechou os olhos com força para escutar os sermões) FOI ELE NÃO FOI? O QUE AQUELE DESGRAÇADO TE FEZ LUA? (alterado) 

7 comentários:

  1. Posta mais, por favor, amando a web!

    ResponderExcluir
  2. +++++++++++++++++++++++++++++++++ por favor eu adoro essa web

    ResponderExcluir
  3. Maaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaais
    Tá muuuuito booooooooa *----------*

    ResponderExcluir
  4. +++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

    ResponderExcluir
  5. ++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++ pf pf pf to muito curiosa!!!!! bjos ass:Fernanda

    ResponderExcluir
  6. Posta maaaais pfvoooor!!! To amandooo mtooo a web uma das minhas favoritas!! *---*

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo