17 de abr de 2013

Meu vizinho Insuportável - 2ª Temp.


 

Capítulo 54..



Kayke= marta? Ai que susto (suspirou aliviado ao ver que era a empregada da casa)

Marta= susto? Susto tive eu e ainda estou assustada, meu pai do céu, o que tava acontecendo aqui? (kayke revirou os olhos)

Kayke= ah nem precisa de  espanto, foi apenas um beijo ( abraçou dany de lado que estava mais vermelha que um pimentão e sussurrou) calminha amor, ela não vai dizer nada.

Dany= estou com medo, sabia que não ia dar certo, podia ter sido outra pessoa (sussurrou só pra ele ouvir)

Marta= seria apenas um beijo se vocês não fossem irmãos (desesperada) ai pelo amor de deus você não tem vergonha? E você Daniela? Não vai falar nada menina? Nunca pensei isso de você.

Dany= me perdoe marta, eu.. eu não...

Marta,= não é a mim que tem que pedir perdão menina, é a deus e seus pais e vocês não me devem explicações.

Kayke= pelo amor de deus,, nos nem somos irmãos (revirou os olhos) vocês confuundem muito as coisas

Dany= você vai contar pra eles NE? (fez careta)

Marta= não se preocupem, não vou me meter nisso, mas vocês deveriam pensar sobre isso, seus pais já tem problemas de mais, eu vou pra cozinha (se retirou e dany abraçou kayke)

Dany= eu te avisei, e agora? E agora? Porque eu fui deixar chegar a esse ponto porque?

Kayke= dany calma ok? Não vai acontecer nada, não sei pra que todo esse espanto, eu amo você e não vou deixar ninguém te fazer nada meu amor, confia em mim? (ela assentiu e ele a beijou,  marta negou com a cabeça)

(...)

Julia= o que você disse? (incrédula com os olhos brilhando e o coração acelerado) repete...

Nando= você quer namorar comigo juh? (segurando as mãos da menina que sorria)

Julia= era o que mais queria, mas eu não posso (disse triste)

Nando= porque? Julia não faz isso comigo, me diz pelo menos porque

Julia= você vai rir de mim? (ele nega)

Julia= é que o papai não vai deixar... ele é muito antigo e pensa que sou um bebê, não quero dar mais problemas pra eles (disse com um bico)

Nando= eu peço pra ele meu amor (ela sorri, se derretia quando ele a chamava de meu amor) você aceita?

Clara= Nandinho manda sua irmã parar (o abraçou por trás tentando se livrar da vivi que segurava um pássaro na mão)

Julia= SOLTA ELE  (puxou clara dele e a mesma se irritou)

Clara= olha aqui ,eu não tenho medo de você ok? o Nando não é propriedade sua.

Julia= pois esta muito mal informada querida, o Nando é meu sim (assentindo com veemência, clara arregala os olhos)

Clara= o queeeeeee?  (Julia ver todos olhando pra ela e cora)

Julia= ele é meu... meu namorado (sorri tímida e abraça Nando que corresponde feliz, e lhe toma os lábios em um beijo, vivi grita alegre junto com os demais que batem palmas, clara abaixa a cabeça e sai caminhando, mas ninguém percebe apenas vivi que sente pena e vai atrás dela)

(...)

Alice= meu amor estou falando com você (senta ao lado dele sorrindo e o mesmo se levanta a afastando de si) que foi Arthur?

Arthur= tenho que ir... (disse calmo, pois estava era aliviado, ja tinha um motivo para se separar de Alice, sendo que tambem estava muito magoado pois confiou nela e a mesma o enganou daquela forma)

Cristina= mas já querido? Não quer ficar pra janta?

Alice= fica amor (segurou a mão dele que puxou da mesma hora)

Arthur= não, eu só vim saber como a senhora estava de sua “doença” (os pais de Alice franziram a testa enquanto a mesma gelava sentada havia se esquecido disso)

Cristina= que doença querido? Nunca estive tão saudável

Arthur= fico feliz, pois Alice (olhou pra ela e voltou a encarar Cristina) me falou que a senhora estava com câncer por isso vim fazer uma visita (a senhora arregalou os olhos pasma, como sua filha foi capaz disso) e tem mais..

Alice= Arthur chega, (finalmente falou com a voz embargada) não precisa disso

Carlos= não filha eu quero ouvir, termine Arthur (encarando o mesmo)

Arthur= ela me disse que estava em uma situação difícil e sofrendo muito pois alem da doença da mãe, o senhor descontava tudo no álcool (Carlos se levanta rapidamente e irritado)

Carlos= COMO É QUE É?  (alterado) não pode ser verdade, minha filha anão seria capaz disso, nos a criamos muito bem, isso seria um vergonha sem tamanho (encarando Alice que mantinha as mãos tapando o rosto)

Arthur= estou mentindo Alice? (olhou pra ela que chorava pois agora estava perdida de vez, seus pais estavam chocados) 

Um comentário:

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo