16 de abr de 2013

Meu vizinho Insuportável - 2ª Temp.

 

Capítulo 51..



Mel= belo restaurante Chay (sorriu enquanto o mesmo puxava a cadeira para ela que se sentou) obrigada

Chay= você esta tão linda (segurou a Mao dela que o  olhou e sorriu triste)

Mel: Chay, viemos aqui pra conversar (lembrou e ele soltou) a Chay nos sempre fomos tão felizes, por que tinha que fazer isso, Julia está tão triste, ela é tão frágil

Chay= eu não fiz nada Melanie, me deixe contar a historia sim? (ela assente suspirando)

Mel= só não garanto que vou acreditar (Chay assentiu)

Chay= acreditar fica a critério seu, você deveria me conhecer melhor por estarmos casados a mais de treze anos, devia saber que estou sendo sincero, a Débora sempre quis se aproximar e me provocar mas só que nunca permitir, então teve um único dia que ficamos cheios de trabalho conversamos muito e acabei dando espaço de mais pra ela, Débora é muito atirada então me beijou de surpresa, eu a empurrei quando percebi o que estava fazendo (Mel escutava de olhos fechados serrando os punhos ao lembrar que tratava muito bem debora) discuti com ela, a mesma ficou insistindo, mas eu sempre rejeitei

Mel= se rejeitou, por que ela tava grudada em seu pescoço? (arqueando a sobrancelha)

Chay= por que ela disse que tinha torcido o pé, mas não era verdade, eu sei sou idiota e cai nessa

Mel= e você todo cavalheiro foi ajudar... a me poupe Robertchay

Chay= eu não acredito que desconfie do meu amor, eu sempre te amei

Mel= amar não proíbe ninguém trair

Chay= Mel, eu vou demitir a Débora, mas não vamos destruir tudo que construímos, por causa de uma vagabunda eu te amo morena sinto muita falta de você parece que faz anos que estamos separados, quero te sentir novamente pra poder me sentir vivo (acariciou o rosto dela e gruda suas testas fazendo Mel fechar os olhos e uma lagrima solitária descer por seu rosto, ele enxugou com um beijo) não quero e não posso viver sem minhas mulheres (ela o encara e ele rir) você e a Julia, nossa bebê precisa de nos dois pra passar essa fase de adolescência, mas ela precisa que estejamos juntos nos amando e sem desconfianças, então, esta disposta me perdoar e a voltarmos a ser felizes os três? mas sendo real e não lembrando desse incidente pra sempre, você aceita começar de novo comigo? (ela o encara mordendo os lábios)

Enquanto isso..

Julia= meu deus o que eu fiz?

Dany= eu não te  conheci nessas épocas Julia, você ficou louca? (nervosa) isso vai dar em problemas, e você apóia não é vitoria?

Vivi= ela esta certíssima, e formamos uma otima dupla pra destruir vadias,  a Alice merece  o mesmo, eu te ajudei Julia agora você deveria me ajudar (sorri sarcástica)

Nando= vivi para de inventar, a ju não é assim

Clara= que medo gente (se aproximando e abraçando Nando pelo pescoço, Julia bufou) vivi nunca mais faça isso, vou ter que contar pra mamãe e pra tia Luh

Aninha= menina chata, tudo tem que contar pra mamãe (disse enojada)

Guto= fofoqueira (cruzou os braços) não deixa ela contar Julia

Julia= você não vai contar nada, ou eu te parto a cara também (seria e clara arregalou os olhos com medo)  LARGA ELE JA E DA O FORA DAQUI (falou firme clara saiu correndo enquanto vivi não conseguia para de rir, Nando sorriu torto e abriu a boca pra falar) se falar apanha

Kayke= ui maninho, agora tem que obedecer a madame (rindo)

Julia= vamos, eu não vou te bater seria pecado, vamos (o abraçou de lado, nando sorriu e saíram caminhando, Julia tava gostando muito da brincadeira de todos terem medo dela, e vivi adorando tudo isso, as crianças voltaram a piscina)

Dany= o que deu nela? (colocando as mãos na cintura)

Kayke= nela eu não sei mas em mim deu vontade de te beijar (sorrir se aproximou segurando pela cintura, vivi revirou os olhos sempre tinha que ficar de vela, os dois estavam muito próximos apenas se olhando)

Vivi= ah beijem-se logo (empurrou a cabeça dos dois que se beijaram e ela riu) agora vou sair daqui odeio cenas melosas (e saiu correndo importunar clara, esse era seu passatempo preferido)

Na sala..

Alice= meu amor o que aconteceu? Fernando, você também, vocês brigaram? (eles assentem sérios) mas por que brigaram? (se sentou ao lado de Arthur preocupada, passando a mão por seu rosto, Lua revirou os olhos)

Micael= como por que? Pela Lua obvio, gata desse jeito da nisso (Lua arregalou os olhos)

Sophia= Mica ta maluco? (irritada e Alice ficou sem graça)

Alice= vem meu amor me deixa cuidar de você (aquelas palavras atingiram Lua, pois de Fernando ela cuidou e Arthur deixou da mesma maneira, mesmo tendo poucos ferimentos)

Lua=pode deixar Alice “querida” aqui tem remédio, eu posso fazer isso por você,  vem Arthur (estirou a mão, ele a olhou incrédulo e sem saber o que fazer, Alice bufou se levantando, diante dos olhares incrédulos dos outros)

Fernando= Lua, ela é namorada dele, tem o direito e obrigação de cuidar dele e não você

Alice= isso mesmo, eu tenho que cuidar dele, porque seria você?

Sophia= porque ela esta em casa, e ela que sabe onde esta medicamentos e curativos certo Lua? (piscou e Lua retribuiu com um sorriso)

Lua= isso mesmo Soph, então Arthur, vem pra mim cuidar de você? (falou doce, esperando a resposta, Fernando olhava incrédulo e calado)

Alice= você não vai não é? Vamos comigo pra sua casa e eu cuido (ele olhava uma depois a outra, não sabia o que fazer seu dever era escolher Alice, mas seu coração ordenava que escolhesse Lua)

Micael= e ai brother? Ta com a sorte grande, qual a sua escolha?

Um comentário:

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo