27 de mar de 2013

Minha irmã Adotiva.


Capítulo 149.

Sophia: Eu já disse que não fiz nada. (bateu o pé sobre o chão)
Mel: Ah claro! (cruzou os braços ironicamente) Não foi somente vc quem fez, o Marcos também tem sua parte.(sorriu vitoriosa)
Lua: Pera ai (levou sua mão a franja a despejando na lateral de seu rosto) Isso tem haver co..(foi interrompida)
Sophia: Isso não tem haver com nada, nem com vcs. (fuzilou Lua com os olhos)
Arthur: Opa! Da pra alguém me dizer o que aconteceu? (indagou se desvinculando da loira)
Chay: Cheguei na hora certa.(se pronunciou divertido enquanto se assentava sobre a carteira aos arredores dos amigos) O que aconteceu? (indagou serenamente)
Sophia: Nada (se limitou a dizer negando com a cabeça desesperadamente)
Arthur: Sophia, eu sei muito bem quando vc se está mentindo (arqueou uma das sobrancelhas) E se  o Marcos fez alguma coisa com vc é melhor vc nos contar agora, antes que eu descubra sozinho.
Micael: O aquele cara fez com vc, Sophia? (se pronunciou  se aproximando com um semblante totalmente fechado)
Sophia levou sua mãos a sua têmpora, fazendo movimento circulares, procurando algo útil para se entonar. Estava farta de todos se meterem em sua vida, todos procurando ajudar a “burrinha”, de se prontificar a fazer suas escolhas, sem ao menos deixar que exponha sua opinião, estava ciente que eles buscavam apenas seu bem, mas trata-la como criança já estava sendo revoltante aos olhos da loira.
Sophia: Será que vcs são surdos, éh!? Eu disse que ele não fez nada (cruzou os braços demonstrado grande irritação) E Melanie, não se preocupe que da próxima vez eu não lhe ligarei , tá ok?! (a fuzilou com os olhos, saindo da sala logo em seguida com passos relativamente grandes e fortes)
Lua: O que aconteceu com Sophia? (indagou preocupada)
Mel: (negou com a cabeça decepcionada consigo mesmo) Eu não posso contar, mas eu tenho convicção total que vc sabe. (inspirou todo o ar que fora capaz e o deliberou gradualmente)
Chay: Mel, será que tem como conversarmos em particular? (indagou com um sorriso sem graça abrangendo toda a face do mesmo)
Mel: Roobertchay, se for pra me insultar, to fora.
Chay: Sem insultos (levantou sua mão direita em forma de juramento)
Mel: Mas se v..(foi interrompida)
Chay: Vem logo Mel..(a puxou pela mão saindo da extensão da sala escolar)
Micael: Vc sabe, né Lua?! (cruzou os braços inconformado)
Lua: Mica, desculpa, mas dessa vez eu não tenho ideia do que aconteceu com a Sophia.(alegou)
Micael: Tá ok, se vc não quiser falar eu mesmo procuro saber (saiu da sala indiscutivelmente alterado)
Lua: O que deu nele? (indagou confusa)
Arthur: Vc tem muita  coisa a aprender sobre Micael Borges.( se pronunciou divertido trazendo Lua para mais perto de si)
Lua: Arthur, (molhou seu lábios com a língua) Como que vai ser ..digo.. daqui pra frente (o fitou por alguns imperceptíveis segundos)
Arthur: Daqui pra frente como? (indagou colocando uma mecha loira do cabelo da mesma atrás da orelha) Vc diz em respeito a minha mãe? (arqueou uma das sobrancelhas)
Lua: Também, mas agora tem faculdade e (fez careta retirando uma gargalhada extensa de Arthur) Eu não sei o que é engenharia de Software (Cruzou os braços) O que é isso?
Era inevitável não rir da inocência de Lua ao fazer aquela indagação um tanto desnecessária.
Arthur: Meu pai não vai te obrigar a fazer isso. (lhe contemplou com um rápido selinho) E além do mais vamos aproveitar esse restinho de ano (a abraçou ) Na casa de praia dos pais da Sophia (deu uma piscadela para a mesma)
Lua: Mas seus pais disser..(foi interrompida)
Arthur: Não se preocupe enquanto a isso. A Carla tá vindo aqui (sussurrou para a mesma se afastando ligeiramente da mesma)
Lua: Que Carla? (indagou incoerente)
Carla: Bom dia pro meus irmãos..(escandalizou se deparando com Lua que fuzilava Arthur com os olhos)
Irmãos?! Era o que faltava, Lua já não aceitava o fato de Arthur ser seu “irmão”, Carla se reintegrava a participar daquela conversa.
Lua: Oi Carla. (um sorriso falso lhe adentrou os lábios)
Carla: Do que falavam?(indagou entrosada)
Arthur: De onde vamos passar as férias. (afirmou entrelaçando seu braço direito no pescoço de Carla) Onde vc vai passar as suas?
Arthur só podia fazer isso pra notar o quanto os olhos de Lua fumegavam ciúmes e reagia sobre a pele de seu rosto que automaticamente se tornava avermelhada.
Carla: (Revirou os olhos) Estou extremamente cansada dos estudos e acho que vo pro Havaí com meus pais. (um sorriso cativante desceu sobre seus lábios)
Cansada? Carla estava cansada de nada mais e nada menos do que três dias de aulas? A cada dia que se passava Lua tinha mais certeza que a loira ao seu lado sofria de algum retardamento psicológico.
Pedro: Lua, se..(foi interrompido)
Lua: Pedro (lhe abraçou imediatamente) Como vai? (lhe contemplou com um beijo estalado na bochecha e um olhar instigante e reluzente em direção a Arthur)
Se era ciúmes que o “retardado convencido” estava cultivando, que o colha de uma vez.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo