26 de mar de 2013

Meu vizinho Insuportável - 2ª Temp.



Capítulo 24.



Todos conversavam animados com os convidados, Lua conhecia vários deles, Guto se divertia, alguns casais dançavam, Arthur não tirava o olhar de Lua que já estava incomodada, e tentava desviar, kayke levou dany para dançar e Nando seguiu o irmão fazendo o mesmo com Julia, vivi estava sentada na mesa, entediada ao lado de Mel, e na sua frente, estava Alice e Débora, no outro lado Chay, Arthur e Fernando estavam conversando com alguns empresários, alguns minutos depois Fernando leva Lua pra dançar, Arthur não gostou nada daquilo e chamou Alice, então Chay se aproxima da Mel, para chamá-la pra dançar.

Débora= senhor, pode dançar comigo? Digo se não tiver problemas (perguntou docemente olhando pra Mel, Chay ficou sem reação)

Mel= claro que sim querida não tem problemas (sorriu simpática confiava no marido, vivi revirou os olhos, então os dois foram dançar, Arthur e Lua sempre trocavam olhares, Mel foi conversar com umas amigas deixando vivi sozinha na mesa a mesma observa Guto se aproximar com uma tigela na Mao e o chama)

Vivi= ei Guto, o que é isso? (o menino vai até ela e lhe mostra)

Guto= é sorvete de chocolate, eu pedi pra moça da cozinha e ela me deu um monte, você quer? (os olhos de vivi brilharam)

Vivi= era tudo que eu queria maninho, coloca aqui (pegou dois pratinhos descartáveis que havia na mesa e Guto franziu a testa)

Guto= pra que dois? (vivi o fuzilou com o olhar odiava perguntas) ok, ok eu coloco sua chata (ele depositou uma grande quantidade em cada um) vai me dizer pra que isso?

Vivi= curioso, ta bom eu digo mas só se você me ajudar fechado? (ele assente adorava ver a irmã aprontar, ela cochicha algo em seu ouvido, Guto ver que não havia ninguém olhando pega os dois pratinho e vai por baixo da mesa colocar em cada cadeira que vivi ordenou) perfeito, agora vaza daqui e bico fechado

Guto= mas eu quero ver o show (fez bico) também tenho o direito de rir

Vivi= ok, então senta aqui (ele sentou ao lado dela)

Arthur= posso dançar com ela agora? (perguntou a Fernando que estava irritado e Lua incrédula não dizia uma palavra) não precisa olhar assim é só uma dança, você não se incomoda não é amor?

Alice= claro que não (sorriu falso estava bastante incomodada e constrangida com o comportamento de Arthur, o mesmo pegou a mão de Lua sem tirar os olhos dela, e os dois começaram a dançar um musica lenta, Fernando saiu caminhando na frente ate a mesa, Chay soltou Débora, havia discutido com ela durante a dança e foi atrás de sua morena, Alice voltou para a mesa junto a Débora, quando as duas se sentaram levantaram na mesma hora dando um grito fino, vivi já gargalhava antes e aumentou o tom depois do grito, e da cara aterrorizada das duas, Fernando que estava na mesa arregalou os olhos)

Fernando= o que aconteceu? (olhando as duas mulheres pálidas a sua frente)

Débora=QUEM FEZ ISSO? (algumas pessoas olhavam mas não se metiam Lua e Arthur estavam em outro mundo alheios de tudo, nem notava que algo estava acontecendo)

Alice= ai meu deus que vergonha, (agora estava corada) alguém colocou sorvete nas nossas cadeiras (pegou os pratinhos e pos em cima da mesa, Fernando arregalou os olhos olhando para vivi que não parava de gargalhar se entregando e Guto ria junto) é melhor irmos embora (disse chorosa, seu vestido azul claro estava com uma enorme mancha de chocolate, e Débora usava um vestido branco que foi pior)

Fernando= vitoria eu sei que foi você (disse ente os dentes) quando vai crescer meu deus

Vivi= EU? (incrédula pos a mão no coração se fingindo de ofendida) eu nem estou tomando sorvete

Fernando= se eu fosse seu pai..

Vivi= vira essa boca pra la, se você fosse meu pai eu me suicidava (Débora lançava um olhar matador para vivi)

Alice= eu...eu vou embora (corada)

Fernando= quer que eu vá chamar o Arthur e a Lua?

Vivi= deixa o meus pais quietos, ou vai querer perturbar minha mãe dando mais problemas do que ela já tem? É melhor você levá-las pra casa, depois você volta (com um sorrisinho no rosto, ia se livrar logo dos três)

Débora= pode fazer isso por nos Fernando? Não agüentamos ficar mais um segundo aqui

Fernando= sim, eu vou avisar ao Chay e a Mel e já volto (Débora irritada deu a volta na mesa e puxou vivi segurando seus ombros, a mesma não se intimidou)

Vivi= que qui é sua vaca? vai me bater é? cuidado pode ser presa (falou com deboche)

Débora= eu sei que foi você sua imunda, se acha muito espertinha, um dia você se ferra

Alice= deixa ela Débora é só uma criança que precisa de um psicólogo

Vivi= a louca aqui é você, se incherga e sim foi eu mesma

Alice= e porque fez isso? eu nunca te fiz nada

Vivi= pra apagar o fogo das duas, vocês são umas vadias, só algo bem  geladinho nessa parte do corpo pra acalmar vocês, e ver se param de ficar atrás dos homens das outras isso é muito feio ai ai ai (Débora aperta o ombro de vivi com ódio e a mesma com o salto fino da um pisão no pé dela que grita de dor e Guto já estava com a barriga doendo de tanto rir)

Debora= pirralha insolente (levantou a Mao, mas ver Fernando se aproximar e abaixa)

Fernando= vamos, o carro está la fora, e você vitoria, vou conversar com sua mãe (vivi da de ombros, as duas vão mortas de vergonha sob os olhares e risos de alguns , Chay e Mel se aproximam cheios de reclamações pra vivi)

Já era a terceira musica e Lua e Arthur ainda dançavam, as vezes se olhavam nos olhos, outras Arthur tentava descer a Mao mas Lua o impedia, se olharam sorrindo, Arthur tirou uma mexa do cabelo dela.

Arthur= seu cabelo esta lindo, mas eu preferia cacheado (ela sorrir) mas não se preocupe você fica linda de qualquer jeito mesmo (ela fica sem graça)

Lua= Arthur.. para (disse ao ver ele colar suas testas) o Fernando esta ai

Arthur= e se não estivesse? Seria diferente?

Lua= daria no mesmo, eu ainda não te perdoei e não sei se algum dia vou conseguir (ele abaixa a cabeça) Arthur foi muito difícil pra mim, eu não consigo

Arthur= você ainda me ama? (ela desvia o olhar e ele segura seu rosto fazendo-a mira-lo) me responde Luh, por favor, preciso saber isso ta me matando, por que se me ama vai saber que estou sendo sincero um amor como o nosso pode vencer qualquer coisa, nosso amor é único, não podemos desperdiçá-lo, você ainda me ama? (voltou a perguntar)

Lua= eu não vou te responder isso, não posso, não agora não me cobre isso, por favor você me machucou muito 

Arthur= não vou te cobrar, mas com uma condição (ela levanta a sobrancelha) me da um beijo (fez bico fazendo ela rir)

Lua= vamos você já estragou o momento (ele sorriu sendo puxado ate a mesa e notou o clima tenso) o que esta acontecendo? Onde esta Fernando? (Arthur olha pra vivi e percebe que ela aprontou)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo