26 de mar de 2013

Eu sou Teu - Capítulo 88.


 
"Pode ser que um dia nos afastemos...
Mas, se formos amigos de verdade,
A amizade nos reaproximará." 
(Albert Einstein)

11 - Subir uma montanha. #10



Lá estavam Lua e Arthur jogados no sofá, assistindo televisão.

Claudia: Vocês querem comer alguma coisa? – Claudia descia a escada já de banho tomado

Lua: Não, obrigada mamãe – sorriu carinhosa. Claudia ao chegar a casa tinha ficado surpresa ao ver os dois carecas e acabou rindo a espantada.

Arthur: Eu estou com fome - olhou para Lua e depois Claudia – e a Lua também – Lua o olhou.

Lua: Você é o esfomeado, eu não estou – emburrou-se

Claudia: Então os dois vão comer – já indo para cozinha. Lua deu um tapinha no braço de Arthur.

Lua: Eu ainda estou com o estomago embrulhando, sabia? – cruzou os braços.

Arthur: Você precisa comer – beijou o bico dela – você sabe que não come a mais de três horas – fez o três com os dedos.

Lua: Não vou ficar discutindo com você – bufou – você é um intrometido – Arthur deu uma gargalhada.

Arthur: Se você comer podemos ir a um lugar – Lua automaticamente o olhou.

Lua: Onde? – se endireitou no sofá.

Arthur: Não, talvez Sierra Madre – falou sem dar muita importância, Lua o olhou com um brilho nos olhos – nada de mais – querendo rir, sabia que era um sonho dela conhecer  Sierra Madre (flor, não lembro onde fica, mas vamos fingir que é na capital KK)

Lua: Como assim nada de mais? – sorridente – Mamãe, estou morrendo de fome, trás o maior prato para mim – gritou do sofá, Claudia não entendeu, mas Arthur acabou rindo da ansiedade dela por ir a tal montanha.

... 

Claudia tinha tentado impedir a saída dos dois, mas com o chororô que Lua tinha feito, acabou se comovendo e permitiu, tinha tantos receios quando ela saia no mesmo dia que a quimioterapia.

Lua: Qual você prefere? – mostrando dois lenços de cabeça, um era rosa com caveirinhas e o outro azul com alguns detalhes de princesa, eram seus lenços de quando ainda era pequenininha.

Arthur: Pra que isso? – já na estrada de terra.

Lua: Como para que? Para colocar na cabeça – falando o obvio.

Arthur: Mas para que? – Lua revirou os olhos – você é a garota mais linda, não precisa de lenços – falou fofo.

Lua: Você acha isso, os outros não – olhando para ele.

Arthur: Então a minha opinião não é valida? – falou um pouco magoado – Quem é que liga para a opinião dos outros?

Lua: Eu ligo, estou careca – passou a mão pela cabeça rapada.

Arthur: Coincidência, eu também – olhando pelo retrovisor a cabeça careca. Lua sorriu ao lembrar o que ele tinha feito por ela, ambos ficaram em silencio – mas se você se importa tanto, eu acho que o das princesas é a sua cara – falando só por falar, Lua acabou colocando o que ele tinha falado...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo