Image Map

2.4.15

[Fixo] Vagas para CDC na pág do Facebook!


Oie gente, tudo bem?
Bom, como vocês sabem - ou para quem não sabe - o blog tem uma página no facebook, mas para que serve se não é atualizada e moderada por ninguém? 
Venho me perguntando isso à uns dias e decidi abrir vagas para CDC para quem esteja, realmente, interessado e com tempo para cuidar da nossa página. A única coisa que precisa fazer é responder esse formulário, aí nos comentários mesmo, com as seguintes informações:
Postagem fixa, atualizações abaixo!

24.3.15

Nova Web - Perdida

Oiii coisas lindaaaaas!

Vou postar a sinopse de uma nova web, ela é da minha amiga Amanda e é adaptada do livro "Perdida" da Carina Rissi. Eu AMEI essa fic e espero que vcs amem tbm *-*

Título: Perdida

Sinopse: Lua Blanco vive em uma metrópole e está acostumada com a modernidade e as facilidades que ela traz. Ela é independente e tem pavor à mera menção da palavra casamento. Os únicos romances em sua vida são aqueles que os livros proporcionam. Após comprar um celular novo, algo misterioso acontece e Lua descobre que está perdida no século dezenove, sem ter ideia de como voltar para casa – ou se isso sequer é possível. Enquanto tenta desesperadamente encontrar um meio de retornar ao tempo presente, ela é acolhida pela família Aguiar. Com a ajuda do prestativo – e lindo – Arthur Aguiar, Lua embarca numa busca frenética e acaba encontrando pistas que talvez possam ajudá-la a resolver esse mistério e voltar para sua tão amada vida moderna. O que ela não sabia era que seu coração tinha outros planos... 

Autora: Amanda/Tia Nanda

Cada um sabe o que lê...

Bom, ta ai! Gostaram? Se sim, posto essa semana ainda 😁 quero comentáriosss hahaha

Beijinhos, Gabi 😘

4° Capítulo - A mãe adotiva da minha filha,

Ér o Chay está?

3° Capitulo - A mãe adotiva da minha filha

Lua é o nome da mãe adotiva da minha filha

2° Capitulo - A mãe adotiva da minha filha

Eu não tenho nenhuma chance de ganhar a guarda dela?

22.3.15

My Life - 2° Capítulo



Let me talk.




Gente eu estou aqui para justificar minha sumida por mais de duas semanas.
No início eu fiquei sem internet,por uma semana e agora a escola está muito corrida,porque além dos provões que eu tenho toda sexta,semana passada começaram a semana de provas e aquele lance de entregar apostila,trabalhos,a alma etc.

Daí ficou muito difícil para escrever e editar e postar e etc.
Não estou dando desculpas pelo meu sumiço,só explicando o que houve.
Daí essa semana como tem umas duas ou três provas por dia,e eu tenho completar tudo que esteja atrasado,eu realmente não vou poder entrar no blog.

Mas a partir da terça-feira,sem ser essa a outra eu vou ficar mais livre,então vou me dedicar a escrever o que tiver pendente e postar,okay?

Obrigada pela compreensão babies!

Ps:Vejo vocês em breve.

Obs:Sobre um capítulo único,alguém aqui gosta de Fallen?
Respondam-me.
Beijos.                                                                                                    



                                                                                                        Com amor,
                                                                                                             Monna.


PS²:Eu preciso de sugestões,me digam sobre que tipo de tema vocês gostaria de ler uma fanfic?
Qualquer tema,deixem para mim nos comentários!




20.3.15

12 - Beloved Husband (Acabou?)

Boa leitura!



 – Arthur, tira essa mulher da minha frente ou então eu não vou responder por mim! –
Lua falou enquanto passava a mão pelo cabelo e tentava se manter calma, ela estava com raiva, quem aquela garota pensava que era pra trata-la assim?

               Arthur pediu para que a menina saísse, ela ficou sem entender por alguns segundos, mas o  obedeceu.

 –  É esse tipo de pessoa que você põe dentro da nossa empresa? –  Lua estava soltando fogo pelas orelhas.

–  Ela é nova aqui, normal não te conhecer! –  Ele falou tranquilamente enquanto voltava para sala, Lua o seguia. – 

–  Imagina se ela tivesse falado isso com uma sócia da empresa? Como ficaria? –  Arthur juntou alguns papéis em cima da mesa e começou a assinar alguns.

–  Mas não foi, foi você! –  Ele disse calmamente. Lua ficou mais furiosa com aquilo do que pelo fato de ter sido destratada por uma mera secretária.

– Como é que é? – Ela se aproximou de Arthur que ainda assinava, jogou os papéis da mesa todos pelo chão. –  Eu sou sua mulher, eu mereço respeito! –  Arthur bufou, olhou para Lua e revirou os olhos. –  Você ficou igual a um babaca, não me defendeu, só mandou ela sair, eu fui tratada pior do que uma mendiga! – Ela gritava, Arthur nunca tinha visto ela ficar tão brava.

–  Lua, não tem porque você ficar assim, passou! –  Ele dizia com a maior tranquilidade do mundo.

–  Não é possível!  –  Lua disse incrédula. –  É ela não é? – Ela passou a mão pelo peito, estava na cara que aquela garota era a amante dele.

–  Não começa! –  Arthur pediu, respirando fundo mostrando o seu cansaço sobre aquele assunto.

–  Vamos pra casa agora! –  Ela falou alto o bastante para que só ele ouvisse e então saiu, Arthur sabia que as coisas ficariam difíceis para ambos.

               O caminho de volta para casa foi um completo silêncio, Lua não ousou olhar nem um segundo sequer para Arthur, ela falaria com ele quando chegasse em casa, ela diria a ele tudo o que tem entalado a anos em sua garganta.

[...]

               Quando eles chegaram em casa viram que Júlia estava lá, por isso não se falaram, não seria bom para a menina ver eles brigando. Pra evitar a briga, Arthur ficou o dia inteiro trancado dentro do escritório, Lua foi para o quarto e ficou a maior parte do tempo lá. Júlia logo se ligou que algo estranho estava acontecendo, então para dar mais privacidade a eles, ela resolveu ir para casa de Flávio, mas ela foi bem a noite para que os ânimos dos dois se esfriassem um pouco.

[...]

               Quando Júlia saiu ela se despediu tanto de Lua, quanto de Arthur. O tempo que ela tinha passado lá não tivera acalmado nem um pouco o casal, Lua ainda estava com ódio, Arthur também, era de se imaginar o quão grave seria essa discussão.

               Lua acabara de tomar banho, vestira uma camisola preta com um decote que favorecia maravilhosamente os seus seios, suas curvas... O cabelo preso em um coque mal feito, ela olhava seu próprio reflexo no espelho do  banheiro. Ela treinava mentalmente o que diria para Arthur, se tudo fosse fácil como é quando se está treinando o “mundo” não daria voltas, ficaria com preguiça, pois não teria gritos e nem xingamentos e então ele pararia de girar e começaria a dormir tranquilamente, mas como nem tudo são flores, ele gira para poder fugir da gritaria, mas ele sabe que é em vão, pois em cada canto que ele passa, os casais brigam, se separam, se ferem, se magoam...

               Quando ela saiu do banheiro se sentou na cama e esperou até Arthur subir, ela não perderia o seu tempo indo atrás dele, se ele quisesse brigar, ele quem viria, ela estaria pronta!

               Minutos depois Arthur entrou no quarto, não aparentava estar bravo, nem nada... Se sentou em uma poltrona e então encarou Lua que fingia ler. Ela deixou o livro de lado e o encarou também.

– Pode começar com o seu show, mamãe! – Ironizou ele, Lua bufou mas não se importou, começou a falar.

– Você sabe qual é o meu maior sonho? – Arthur meio confuso, respondeu.

– Não, qual é? – Perguntou.

– Bom, se você me perguntasse isso a dois dias atrás eu te responderia que... Era ser mãe, ter um marido totalmente meu... – Deu ênfase na última palavra e ele negou com a cabeça achando graça. – Enfim... Mas hoje de manhã meu sonho mudou... Sabe qual é o meu maior sonho agora? – Ela perguntou e ele negou com a cabeça sem muito interesse. – Quebrar a sua cara! – Ela disse seriamente, era verdade, ela queria acabar com ele, ele deu de ombros e ela continuou. – Queria te bater até a sua cara ficar irreconhecível, até que  os meus punhos ficassem em carne viva de tanto te bater... – Ela fechou os olhos e imaginou isso por um segundo e então deu um suspiro satisfeito.

– Acabou? – Ele perguntou não se importando muito.

– Eu ainda nem comecei! – Deu um meio sorriso falso. – Como é que você pode fazer isso comigo? – Ela passou a mão suada pelo rosto. – Porque você fez isso? Me traiu com a sua secretária! – Ela dizia em um tom baixo, mas alto o bastante para que ele ouvisse.

– Você está tirando suas próprias conclusões sobre mim, mas como sempre, não importa o que eu fale, você não vai acreditar! – Lua pareceu ficar indignada.

– Quem não tiraria essas conclusões? – Ela se levantou e ficou andando de um lado para o outro, por conta de seu nervosismo. – Você preferiu defender a empregadinha do que a sua própria esposa... – Ela parou de andar e voltou a encara-lo. – Quem seria tão tapado a ponto de não perceber isso? – Ela caminhava devagar até perto da poltrona dele.

– Não é a primeira vez que você me acusa de ser infiel, agora não me venha com essa desculpa. – Ele se levantou e passou por ela que resmungou alguma coisa.

– Se não é a primeira vez é porque alguma coisa de errado tem! – Foi o bastante para Arthur perder a paciência.

               Era muito difícil de isso acontecer, pois a mais “bravinha” da relação sempre fora Lua, mas quando ele ficava bravo, era bem pior do que 10 Luas juntas.

– CARALHO, QUANTAS VEZES EU VOU TER QUE TE DIZER QUE EU NÃO TE TRAIO, EU NUNCA TE TRAI! – Lua se assustou um pouco por ele ter gritado, mas não recuou.
– EU NÃO SOU UMA IDIOTA, EU VI ARTHUR, VOCÊ DEFENDEU ELA NA MINHA FRENTE, UM MARIDO COMUM QUE AMA A SUA MULHER TERIA DEMITIDO A EMPREGADINHA NO MESMO MOMENTO, MAS VOCÊ NÃO FEZ ISSO... –Ele não deixou ela terminar de falar.

– NÃO TINHA NECESSIDADE, VOCÊ SAIU ENTRANDO, COMO ELA IRIA IMAGINAR? – Lua deu uma gargalhada falsa.

– PRA VER A MINHA CARA DE OTÁRIA, PRA ME VER SER HUMILHADA... VOCÊ JÁ TINHA TRAMADO AQUILO, ARTHUR? – Ela queria ter sido forte, ela queria não ter deixado nenhuma lágrima cair, mas ela não conseguiu, as lágrimas caiam, mas ela não parava de falar, ela queria acabar com ele, ela mais do que nunca estava com ódio dele...

               Ele virou as costas e caminhou até a porta do banheiro que estava fechada, ele chutou com força a porta que se abriu com o impacto, o barulho foi grande, ele estava muito descontrolado, se eles não parassem ficaria muito pior.

– EU NÃO SEI O QUE EU VI EM VOCÊ! – Aquilo doeu mais do que se ele tivesse dito que a traia, ela não esperava por aquilo, parecia que o seu coração tinha perdido um pedaço, foi como se o mundo desmoronasse a sua frente.

               Enfim ela se calou, enfim, ele se deu conta do que dissera.

– Desculpa, eu não queria... –Ela não deixou ele terminar de falar, secando as lágrimas com as costas das mãos ela ergueu cabeça e o olhou bem nos olhos.

– Já que você não sabe o que viu em mim, é melhor nós nos separarmos de vez, está sendo desgastante pra nós dois! – Foi a vez de Arthur sofrer o impacto das palavras não esperadas... Ela queria divórcio? . Seu coração acelerou, sua boca ficou seca. Ele nem ousou pensar em como seria viver sem a Lua, ela não podia deixar ele, ele a ama mais do que a si próprio.

               Lua não queria se separar, mas já que ele não sabia o que vira nela, era melhor deixar ele, era melhor esquecer ele enquanto é tempo.

[...]

               Arthur estava se sentindo muito mal por ter dito o que disse, Lua chorava de arrependimento, como ela pode dizer ou pensar em se separar de Arthur?  Ele tinha seus defeitos, mas ela o amava mesmo assim.
                                            ...
               Lua acabou pegando no sono, Arthur, não... Ele poderia ir se afogar de tanto trabalho, mas ele não estava com cabeça pra isso, ele só queria concertar as coisas, ele não conseguiria viver sem a Lua, ele jamais cogitou perder ela, mas as circunstâncias foram cruéis, o tempo foi cruel e ele vem sendo o cara que ele sempre teve medo de se tornar... Ele tinha que mudar isso o mais rápido possível!

               Ele se levantou da cama e caminhou até o quarto ao lado, assim que ele entrou lá, pode ver Lua encolhida na cama, parecia tão serena, tão calma... Nem parecia a Lua de sempre, estressada, mandona, abusada... Enfim.

               Ele se ajoelhou do lado da cama para poder observa-la melhor, mesmo ela sendo mandona, abusada... Entre outras coisas, se ele tivesse que escolher entre mantê-la acordada ou dormindo, ele escolheria manter ela acordada, porque ele não conseguiria ser ele mesmo sem poder olhar nos olhos dela, mesmo que eles fossem teimosos, durões e vivessem brigados... Ele não teria a mínima chance de ser feliz sem ela. Óbvio que a opção de mantê-la dormindo tinha suas vantagens, porque assim, ela ficaria quieta por mais de um minuto e eles brigariam bem menos.

               Arthur se levantou e pegou Lua com todo cuidado do mundo no colo, tão leve, não tanto quanto na primeira vez que ele fez isso, mas ainda sim ela estava leve.

               Levou-a até o quarto dos dois e a colocou com mais cuidado ainda sobre a cama. Os olhos dela se abriram e foram de encontro aos dele, aquele casamento ainda duraria muito... Quem sabe, pra sempre?!



 ****

Me desculpem pela demora em postar, mas agr pra piorar as coisas minha internet tá péssima... Enfim, vou dar o meu jeito, não me abandonem... Beijos e espero que gostem!

19.3.15

Não aceitamos devoluções!

 

Capítulo 2 - Parte 1

Querida Selena (Especial dia do Fã)





Querida Selena,
Não sei se já falaram isso tantas vezes quanto eu acho que falaram, mas eu não conheci a Selena de verdade á primeira vista... Eu conheci uma parte dela.
Alex Russo, lembra dela? Essa é uma parte de você que eu nunca vou esquecer, a primeira parte que eu conheci... A feiticeira.
E depois eu conheci a segunda parte da Selena... Carter, a garota da isca! Ah, aquela menina com quem eu queria parecer, aquela linda menina apaixonante e apaixonada descobrindo a primeira amizade verdadeira.
E logo depois eu conheci as suas musicas, outra parte de você, não consegui resistir á tudo aquilo, toda aquela voz e todo aquele amor pela musica que você transmitia eram encantadores para mim.
E um pouco depois disso eu conheci Selena Gomez, a namorada de Justin Bieber. Era a primeira vez que eu realmente sabia quem você estava namorando e eu não sabia exatamente oque um fã deveria fazer nesta hora porque eu era nova nisso tudo, mas eu sabia que estava feliz... Você parecia feliz então o que mais eu poderia pedir?
E eu continuo conhecendo partes de você até hoje porque ser fã é isso, é tentar conhecer todos os cantinhos, todas as partes, todos os pedaços partidos dos corações dos seus ídolos. E eu espero continuar te conhecendo, porque eu sei que você tem muito mais ai dentro do que a Princesinha da Disney ou a Namorada do JB... Você é a minha Selena, aquela Selena que quer sempre trazer algo novo para nós, para se sentir perto de nós e acredite: Você está!
Eu espero poder conhecer a Selena mamãe, porque assim eu vou saber que existe alguém que te ama mais do que eu, alguém que pode te fazer feliz tanto quanto eu faço e principalmente: Alguém que você ame mais do que a mim e que eu não tenho ciúmes.
E dizem que para conhecer uma pessoa bem, não podes se apegar á nada sobre ela. Eu cometi um ótimo erro e me apeguei á várias partes de você, á várias "Selenas" que existem ai dentro: A Selena filha, a Selena irmã, a Selena amiga, a Selena caridosa, a Selena cabeçuda, a Selena atriz, a Selena cantora e principalmente: A Selena pessoa, que eu estou conhecendo até hoje. O lado humano de uma pessoa que é chamada por muitos ignorantes de desumana. Preserve a sua humanidade pois é ela que estará sendo construída e reforçada até o fim dos seus dias... e é ela que eu estarei tentando conhecer até o fim dos meus dias.
Com amor,
Maddie

18.3.15

My Life - 1° Capítulo


Nova fic:: My Life




Gente, a Angel (Marida minha que amo muito!) me pediu para postar essa fic aqui por ela. 

Sinopse
Lua Blanco sempre foi uma menina de poucos amigos, tem dois irmãos, Micael e Chay, porém sua família esconde um grande segredo dela. A sua família nunca foi rica, então desde sempre trabalha pra ter o que quer, já que sua família só dão coisas ao Chay e ao Micael. Qual será o segredo?
Arthur Aguiar é o popular, o riquinho metido a besta, tem duas irmãs, Sophia e Mel, ele diz ser um bad boy, mas ele na verdade tem coração mole, ele descobre o segredo que a família de Lua escondeu por tanto tempo dela e decide ajudá-la quando toda a verdade vem à tona.

Nome: My Life (Minha vida)
Autora: Angel Araujo 

Querida Demi (Especial dia do Fã)




Querida Demi,
Você lembra de "This is me"? Bom, eu lembro. Lembro de chegar do colégio, ligar a TV e ouvir uma linda voz cantando sobre como ela via a si mesma, como ela realmente era. Eu me encantei por esta garota e pela sua voz, porém não voltei á encontra-la depois disso.
Alguns anos depois, eu ouvi outra musica, desta vez se chamava "Get Back", uma amiga me mostrou. Eu reconheci a voz e reconheci a garota. Vi que seu nome, na verdade, era Demi e logo quis saber mais sobre ela.
Ouvi várias musicas dessa garota e também vi vários filmes com ela, mas uma revista virou minha cabeça do avesso.
Uma manchete falando que aquela garota que eu sempre pensei ser tão doce e de bem consigo mesma, estava se machucando e queria ajuda. Ela havia pedido ajuda por todo este tempo e nós não escutamos.
Perdoe-me Demi, perdoe todos os que não puderam ouvir os seus gritos.
Eu passei todo o tempo que você estava na reabilitação te esperando, esperando você melhorar e voltar á ser a minha garota (só que mais segura e saudável).
Não recebi a notícia da sua volta como a maioria recebeu, eu vi o clipe Skyscraper. Não pode imaginar a minha alegria ao ver que você estava mais forte do que eu pensei que ficaria, que estava mais saudável do que eu imaginei que estaria, que estava mais segura para falar sobre a sua historia do que eu jamais pensei que estaria.
E lembra de todos os seus amigos? Aqueles que, além de nós e da sua família, te amaram e te esperaram durante a sua recuperação? Logan, Selena, Miley, Taylor, Nick, Joe... Apenas um deles estava do seu lado o tempo todo, mesmo quando você achava estar sozinha: Trenton.
Demi, eu sempre falo sobre ele pois, para mim, ele é o seu anjo da guarda e foi ele quem te protegeu e te ajudou quando nem um de nós podia faze-lo. E eu tenho certeza que você sabe disso.
Depois de te ver recuperada, preciso falar da alegria que todos nós sentimos. Imagine o alivio, com a dor e o amor que estavam guardados desde que descobrimos sobre a sua partida.
Hoje você é uma das pessoas mais fortes e boas que eu conheço, você é a heroína de toda uma geração, você nos levanta quando estamos para baixo e nos convida para um dueto quando a música está morrendo em nós.
Por fim, devo dizer que espero que esteja melhor do que jamais esteve, e caso não... O meu amor sempre estará aqui, sempre poderá contar comigo e com todos nós.
Te amamos, Demi!
Com amor,
Maddie
© Designer e Codificação Por: Polly Alves Adaptação do código Por: Maria Denise | Código por: Raphael Cardoso| Todos os direitos reservados.